Virtus GTS é o primeiro sedã da VW a receber a sigla esportiva

O novo Volkswagen Virtus GTS não virou um foguete, mas ganhou um desempenho agradável para quem gosta de esportividade

vw volkswagen virtus gts esportivo
Por Boris Feldman
14 de fevereiro de 2020 08:30

No mês passado a Volkswagen apresentou o Polo GTS. Agora, chegou a vez do sedã esportivo: o Virtus GTS. Que assim como o Polo, ganhou um motor 1.4 de quatro cilindros, 150 cavalos. Vinte e dois cavalos a mais que o 1.0 três cilindros.

O carro não vira um foguete, mas tem aquele desempenho arisco que tanta gente gosta. Além da mecânica, o Virtus GTS recebeu várias apimentadas estéticas e mais requinte no interior.

Entre os muitos mimos eletrônicos, um comando no console que permite ao motorista escolher o modo de condução: econômico, normal, sport ou individual. No modo esportivo, até o som do motor ganha em desempenho.

E um outro charme: o painel digital com várias opções de relógios, inclusive um cronômetro para, por exemplo, marcar a aceleração de 0 a 100 km/h.

painel virtus gts esportivo

Foto Volkswagen | Divulgação

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
1 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Ronald 14 de fevereiro de 2020

Caro amigo, não vamos esquecer do saudoso Voyage Sport. Um verdadeiro esportivo dos anos
90.

Avatar
Deixe um comentário