Teste do Ancap vai exigir funcionamento de vidros elétricos debaixo d’água na Austrália

Vidros elétricos e portas deverão funcionar com carro embaixo d'água; Critério de segurança também viria a calhar no Brasil

corvette chevrolet
Chevrolet Corvette enfrentando enchente na Flórida (Foto: Reprodução)
Por Bernardo Castro
20 de julho de 2022 11:32

O  Programa de Avaliação de Carros Novos da Austrália (ANCAP) – equivalente ao LatinNCAP por aqui – decidiu adicionar um critério em sua aferição de segurança.

Agora, além dos tradicionais testes de colisão, a entidade também vai considerar  a segurança de um veículo quando submerso na água. O novo protocolo da ANCAP entra em vigor a partir de janeiro do ano que vem e vai incentivar as fabricantes a equiparem os veículos com sistemas que permitam que as portas e janelas pemaneçam funcionais, mesmo que o veículo esteja completamente debaixo d’água.

VEJA TAMBÉM:

Por um período de 10 minutos, as montadoras precisarão provar que os vidros elétricos continuam funcionando para permitir que os ocupantes saiam do veículo o mais rápido possível. As portas também deverão ser abertas sem energia da bateria disponível.

Caso um modelo não se enquadre nessa especificação, as empresas deverão descrever no manual do proprietário um método de como abrir ou quebrar uma janela lateral.

A mudança vem em um momento e que os estados localizados no leste da Austrália passaram por graves inundações. Por isso, Carla Hoorweg, presidente-executiva da ANCAP, reitera a importância dessa avaliação:

A resposta pós-acidente é um elemento crítico para garantir a sobrevivência. Os sistemas de submersão exigem que os sistemas eletrônicos do veículo permaneçam operáveis ​​uma vez submersos, para que as portas e janelas do carro possam ser abertas. Embora seja importante nunca entrar deliberadamente em águas de inundação em seu veículo, os recentes eventos de inundação nos lembraram novamente que as inundações podem inesperadamente levar um veículo e seus ocupantes.”

A nova tecnologia implantada para permitir o funcionamento dos vidros e das portas pode ser útil para motoristas presos em enchentes ou para aqueles que perdem o controle do carro e acabam caindo em rios, lagos e córregos.

O ANCAP também propôs outras mudanças a partir de 2023, como, por exemplo, os sistemas de detecção de presença de crianças. O dispositivo monitora os bancos traseiros e notifica o motorista por meio de avisos sonoros ou visuais se uma criança for deixada no veículo.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário