Conheça a picape Santana que a VW nunca lançou – ela usava ‘peças de Hilux’

Um protótipo foi construído e antecipava as linhas da segunda geração do Santana, lançada no começo dos anos 1990 - ela também seria vendida pela Ford

prototipo picape vw santana
Caminhonete usava componentes da VW Taos - uma Hilux com logo VW (Foto: Reprodução | Intagram | @veigaluizalberto)
Por AutoPapo
22 de julho de 2022 11:33

O ex-chefe de design da Volkswagen do Brasil, Luiz Alberto Veiga, continua abrindo seus arquivos em sua conta no Instagram. Depois de divulgar o que seria uma reestilização da Kombi e variantes do Gol bolinha, nesta sexta-feira (22), ele revelou um estudo do que seria uma picape derivada do sedã médio Santana. Confira:

De acordo com Veiga, a picape Santana foi idealizada nos anos 80, mas já antecipava linhas que seriam aplicadas ao sedã em sua segunda geração, lançada em 1991. O designer justifica que o modelo nunca saiu do papel pois o “projeto não atingiu um retorno financeiro necessário”.

VEJA TAMBÉM:

O desenho apresentado é de uma versão com linhas bem limpas e rodas de liga leve que conferem um visual esportivo à caminhonete VW que nunca chegou ao mercado. Já o o protótipo, que parece pronto para ser exibido em salão do automóvel, tem adesivos nas laterais, estribos e barras protetoras nos faróis e fazendo a função de para-choque traseiro.

Peças de VW Taro (ou seja, Hilux)

Nos comentários, Guilherme Sabino afirma que fizeram vários testes com este protótipo. Segundo ele, a a caçamba da picape Santana, e vários componentes da parte traseira, vieram da caminhonete VW Taro. Ainda segundo Sabino, como se tratava de um projeto sob a batuta da Autolatina – união da VW e da Ford que operou no Brasil – o modelo teria a identidade das duas marcas visava, principalmente, substituir a Ford Pampa com o fim da família Del Rey.

volkswagen taro 4wd cabina estendida
A VW Taro era praticamente uma Toyota Hilux vendida com emblema da marca alemã (Foto: Volkswagem | Divulgação)

Picape Santana seria 1ª picape média do Brasil

Curiosamente, a Volkswagen poderia antecipar um segmento que até então não existia no Brasil, o das picapes médias. Na época, já existiam as caminhonetes derivadas de carros compactos, como a própria VW Saveiro, ou as grandes como a Ford F-1000 e a Chevrolet D-20.

A marca alemã só lançou um modelo dessa categoria no mercado brasileiro mais de duas décadas depois: a Amarok foi lançada em 2010 – obviamente com um porte muito maior do que seria a picape Santana.

A VW ainda estuda lançar a Tarok no mercado brasileiro, caminhonete que se encaixaria no segmento chamado de picapes compactas-médias, onde brigaria com VW Toro, Ford Maverick, Renault Oroch e, em breve, a nova Chevrolet Montana.

Já que o assunto é VW, você conhece o xodó do Boris Feldman?

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário