Cruze RS é a quarta, e última, novidade da Chevrolet para 2021

O Chevrolet Cruze é o último hatchback médio do Brasil e ganhará a versão de estilo esportivo RS ainda em 2021, não espere novidades na mecânica

logo rs chevrolet cruze sport6
Assim como fez com a S10 Z71, a Chevrolet revelou apenas a logo do Cruze RS (Foto: Chevrolet | Divulgação)
Por Eduardo Rodrigues
03 de setembro de 2021 11:23

O último dos quatro lançamentos prometidos pela Chevrolet para o segundo semestre de 2021 foi anunciado: o Cruze RS. Assim como fez com a S10 Z71, o fabricante apenas revelou a logo da versão, deixando mais detalhes sobre o carro para o futuro.

A linha RS da Chevrolet estreou no Brasil com o Onix, trazendo acabamento de estilo esportivo mas sem alterações mecânicas. Esse modelo RS existiu no Cruze vendido nos EUA, que pode adiantar detalhes do modelo anunciado para o Brasil.

VEJA TAMBÉM:

A Chevrolet parece estar tentando se recuperar dos prejuízos causados pela paralização da produção de seus principais produtos por causa da crise dos semicondutores. Em agosto o Onix voltou a ser produzido e esses quatro lançamentos anunciados devem trazer o fabricante de volta à boca do povo.

A linha RS da Chevrolet sempre foi apenas aparência

Nos carros da Audi, da Renault e Porsche a sigla RS vem em versões esportivas com alterações mecânicas e alto desempenho. Na Chevrolet, entretanto, essa sigla sempre foi usada em pacotes de equipamentos com estilo esportivo. Não esperem que esse Cruze RS seja hot hatch, o motor 1.4 turbo e o acerto de suspensão voltado para o conforto deverão ser mantidos.

A sigla significa Rallye Sport e apareceu pela primeira em 1967 com o lançamento do Camaro. O pacote RS podia ser aplicado em qualquer versão do carro: a básica, a esportiva SS e a versão especial de homologação Z28.

propaganda de epoca chevrolet camaro rs 1967
Propaganda de época do Camaro mostrando o pacote RS

O pacote de aparência RS incluía faróis escamoteáveis, laternas diferentes com luz de ré no para-choque, frisos cromados e emblemas da versão. Na segunda geração o RS virou um modelo de entrada com aparência esportiva, na terceira esse modelo virou a versão de entrada do Camaro com motor V8. Hoje a sigla RS voltou ao seu estado original de pacote de aparência para o Camaro e outros carros da Chevrolet pelo mundo.

Fotos: Chevrolet | Divulgação

4 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Sir.Alves 4 de setembro de 2021

…agora sim, uma NOTICIA de AUTOS de VERDADE, homenagem aos amantes do prazer de dirigir! chega de suvs mancos & instáveis! Esse cruze esta SHOW,

Avatar
Gabriel Hernandes Pereira 3 de setembro de 2021

É uma pena se for somente para o Cruze Sport6. Se fosse lançada a versão RS para o modelo do Cruze Sedan baseada na LTZ ou na Premier, eu trocaria o meu Cruze Sedan LT 2019 por um novo RS, apesar dos preços não serem nada convidativos. Mas uma versão RS de verdade só faria sentido com o motor 1.5 turbo que antes era usado na Equinox.

Avatar
Eduardo Pimentel de Souza 3 de setembro de 2021

Pois é, o Cruze sedan ficaria com um visua interessante, mas no Brasil, sedan é visto como carro com apelo familiar e conservador e hatch, um apelo mais jovem e esportivo. Os único sedan que pode assumir um visual esportivo aqui atualmente (salvo engano) é o Onix plus Midnight. Mas já tivemos o Corolla XRS e Jetta R-line (os únicos sedans médios) e curiosamente, o Civic, com seu jeitão descolado e esportivo nunca deve uma versão esportivada.

Avatar
Fabrício B. Aguirre 4 de setembro de 2021

Eduardo, houve o Civic Si, que foi tricampeão do campeonato brasileiro (2013-2014-2015).

Avatar
Deixe um comentário