Ferrari roubada é encontrada 20 anos depois dentro de lago: veja como ela ficou

Esportivo foi encontrado por mergulhadores: após resgate, destino é incerto, mas, provavelmente, ele será vendido desmontado

Por AutoPapo24/07/20 às 19h04

Em 1994, uma Ferrari Mondial 1987 foi roubada em Amsterdã, na Holanda. Após dias de investigação, a polícia encerrou o caso sem encontrar vestígios do esportivo. Agora, 26 anos depois, enquanto bombeiros faziam treinamento em um lago da região, eles encontraram o carro submerso. Veja o estado em que ele ficou após tanto tempo debaixo d’água.

A polícia foi acionada e, depois que o carro foi retirado do lago, pelo número do chassi confirmaram de que se tratava da Ferrari Mondial. “As investigações mostraram que não houve outro crime senão o roubo do carro”, disse um comunicado da polícia divulgado pelo jornal local NL Times . “O carro está completamente enferrujado e será descartado”, completou a reportagem, já que o dono foi reembolsado pelo seguro na época do roubo.

O dono do ferro-velho para onde ele foi encaminhado explicou ao site The Drive que a Ferrari Mondial foi colocada para exibição e há muito interesse no carro, completo e por peças.

“O problema é que não temos permissão para vender o carro completo. No entanto, quando ele pode ir a um museu, o governo abre uma exceção e nos permite vender o carro completo. Quando não conseguimos encontrar um museu disposto a exibir o carro, somos forçados a desmontá-lo em partes. A maioria das peças não pode ser usada em outro carro, mas muitos colecionadores estão dispostos a comprar peças para itens colecionáveis ​​ou transformá-las em móveis. Como o motor, eles querem consertar e transformá-lo em uma mesa com uma placa de vidro em cima “, explicou o proprietário do ferro-velho.

Alguns moradores sugeriram sugeriram colocar o carro em exposição no aquário do Artis Zoo, em Amsterdã, onde tanques mostram a vida marinha dos canais locais.

A Ferrari Mondial não está entre os carros mais queridos e desejados da marca italiana, graças à recorrentes problemas mecânicos. Na época do lançamento, em 1980, os puristas também reclamaram do desenho, assinado pela Pininfarina. Por fim, o desempenho também não foi considerado digno: um modelo 1987, como o resgatado, tinha um motor 3.2 de 270 cv potência.

Veja uma reportagem com imagens do resgate (em holandês)

Fotos:  De Ooyevaar Autodemontage | Reprodução

0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário