Fiat Uno Ciao por R$ 110 mil: concessionária cobra ágio e ‘valoriza’ série

Preço sugerido da série especial, que marca o fim da produção do modelo no Brasil após 37 anos, é de R$ 84.990

fiat uno ciao cinza parado dianteira
Fiat produziu apenas 250 unidades da série especial (Foto: Fiat | Divulgação)
Por AutoPapo
19 de janeiro de 2022 16:23

A série especial de despedida do Fiat Uno, batizada de Ciao, tem preço sugerido de R$ 84.990. Esse valor não é exatamente baixo, uma vez que a versão Attractive, já extinta, custava R$ 68.490; porém, pelo menos a edição de despedida vem com um pacote de equipamentos mais generoso. Contudo, uma concessionária de Blumenau (SC) achou que essa diferença ainda era pequena e anunciou um exemplar do modelo por R$ 109.990!

VEJA TAMBÉM:

Fotos de um folheto de vendas, com o preço e os equipamentos do veículo, começaram a circular pelas redes sociais, e o caso ganhou repercussão. A Quatro Rodas confirmou a história publicou uma matéria. O Fiat Uno Ciao em questão está à venda na concessionária catarinense Rivel: é o exemplar de número 234, sendo que apenas 250 foram produzidos.

Todas a unidades do Fiat Uno Ciao vêm de fábrica com ar-condicionado, direção hidráulica, sistema de som com Bluetooth, vidros elétricos dianteiros, travas elétricas, banco traseiro bipartido e console de teto com espelho. A única cor disponível é o cinza Silvestone.

Entre as exclusividades, há plaqueta numerada no painel, adesivos de identificação, emblema traseiro com as cores da bandeira da Itália, padronagem própria de revestimento interno e banco do motorista com apoio de braço, além de rodas de liga leve de 14 polegadas.

Na parte mecânica, entretanto, O Fiat Uno Ciao manteve o conhecido motor Fire 1.0. Essa unidade rende, com etanol, 75 cv de potência e 9,9 kgfm de torque; com gasolina, são 73 cv e 9,5 kgfm. O câmbio é sempre manual de cinco velocidades.

Fiat Uno Ciao marca fim de trajetória de sucesso

A série especial Ciao marca o fim de uma história de 37 anos no Brasil, uma vez que o lançamento do Uno ocorreu em 1984. A versão Mille, com motor 1.0, chegou em 1990 e alavancou as vendas da Fiat. A segunda e última geração veio em 2010. O fim da linha mereceu um evento especial na fábrica de Betim (MG). A produção totalizou nada menos que 4.379.356 veículos.

Vale lembrar que, ao sair de linha, em 2013, a primeira geração do Fiat Uno também teve uma série especial de despedida. Porém, em vez de Ciao, ela recebeu o nome de Grazie Mille: nesse caso, a produção atingiu o volume de 2.000 unidades.

Assista ao vídeo e saiba mais sobre o Fiat Uno Ciao!

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
15 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Sir.Alves 17 de março de 2022

Cento e quanto??? CIAO! Vai em paz…

Avatar
THALES BELO HORIZONTE 18 de fevereiro de 2022

Bom dia, galera!

Muito triste ler a notícia acima, a pessoa que compra um carro desse tem que ser muito louca, isso nem é crítica, é raciocínio. Sem mais comentários…

Avatar
Sir.Alves 17 de março de 2022

Tirou da CSS, ficaria uns valendo 40mil nos semi novos… só perdeu um pouquinho de din din…

Avatar
Gilberto Fernandes 31 de janeiro de 2022

Quanto?? R$ 110 mil, realmente tem louco pra tudo. O grande problema de nosso País não são os preços, mas sim quem paga um valor absurdo em nossos carros e ainda fazem fila na pré-venda. Vocês já notaram que todas as marcas lançam a pré-venda por um preço e 10 dias após já reajustam, isso se tornou um termômetro dos valores para reajuste….acordem.

Avatar
Aline 27 de janeiro de 2022

Tenho um ronda Civic , 110 mil … Alguém quer ?

Avatar
Valter 24 de janeiro de 2022

Eu sou otario igual vc né!!!!

Avatar
Adão ferreira 22 de janeiro de 2022

Nunca imaginei ver um Fiat uno custar mais de 100 mil reais . infelizmente é a realidade do Brasil.

Avatar
Valter 22 de janeiro de 2022

Aí vem um retardado e compra

Avatar
Tavares 23 de janeiro de 2022

Desculpa mas o cara que compra tem grana e não liga pra isso ao contrário de você que não passa de um invejoso pão com ovo que em vez de trabalhar mais fica aí ofendendo o cara só porque tem mais que você.
Mas fica tranquilo que assim que a filhinha de 18 anos deles usar o carro por uns três anos ele volta pro mercado de carro usando e vc compra e paga de ricão…..kkkkkkkk

Avatar
Carlos 31 de janeiro de 2022

A questão não é ter grana, e sim, os preços absurdos de carros no Brasil.

Avatar
Jow 4 de fevereiro de 2022

Quem tem dinheiro não compra um UNO. E sim, quem paga 110 em um uno é retardado.

Avatar
Caio Alves 11 de maio de 2022

A questão não é a grana amigo, é que não vale! Simplesmente isso!

Avatar
Santiago 20 de janeiro de 2022

Se 65 mil já era caro para um compacto 1.0, 110 mil é surreal!
O mais incrível e ter quem ainda pague, e as vezes até fazendo fila pra isso…

Avatar
Hermógenes da Silva Santos 19 de janeiro de 2022

Se for por falta de ‘Ciao’, tchau, carro manco do c*tzo! Já vai tarde … E viva o decadente e surreal mercado automobilístico nacional! E pensar que a montadora de Turim é líder de vendas. Cada país tem o carro que merece. Não merecemos nenhum, quer dizer, merecemos, sim, o ‘Ciao’!

Avatar
Andre Rocha 19 de janeiro de 2022

Errada a concessionária não está… tem trouxa pra tudo, até pra pagar mais de R$100.000,00 em carro 1.0 manco

Avatar
Deixe um comentário