Hackers ‘sequestram’ Kia e exigem resgate milionário em bitcoins

Ataque cibernético está impedindo a comunicação entre a montadora sul-coreana e sua rede de concessionárias; valor pedido é de mais de R$ 100 milhões

Por AutoPapo 25/02/21 às 11h00
kia logo emblema
Empresa sofre com ataque virtual nos Estados Unidos (Foto: Shutterstock)

A Kia foi “sequestrada”! Um grupo de hackers assumiu o controle de alguns sistemas e estão exigindo 404,5833 bitcoins (mais de R$ 110 milhões) para devolvê-los a marca coreana. A informação é da publicação Bleeping Computer.

O ataque dos piratas virtuais está impedindo a comunicação entre a fabricante e os concessionários. Ainda segundo a publicação, caso o “resgate” não seja pago no prazo determinado, o valor irá subir para R$ 161 milhões (também em bitcoins).

A Kia não admite a situação, mas reconheceu a dificuldade de comunicação entre ela e sua rede.

“Também estamos cientes de especulações online de que a Kia está sujeita a um ataque de ‘ransomware’. No momento, podemos confirmar que não temos evidências de que a Kia ou quaisquer dados da Kia estejam sujeitos a um ataque de ‘ransomware'”, afirma a nota enviada a Bleeping Computer.

Em 2017, a Renault interrompeu a sua produção de carros na França após um ataque cibernético. Na mesma época, a Nissan também teve problemas, mas no Reino Unido.

1 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Sir.Alves 25 de fevereiro de 2021

Usavam windows 10, dá nisso…. KKKKKKKKKKKKKKKK,

Avatar
Deixe um comentário