Honda apresenta o novo Civic: conheça o “tiozão” modelo 2022

Apresentado na América do Norte, sedã assume estilo mais conservador, mas evolui bastante em aspectos técnicos

novo honda civic 2022 sport vermelho de frente
Modelo ganhou design mais conservador (foto: Honda | Divulgação)
Por AutoPapo
29 de abril de 2021 20:26

Diversos flagras e até uma foto oficial há haviam revelado que o Honda Civic 2022 assumiria um estilo mais “tiozão”. Agora, o modelo enfim foi apresentado nos Estados Unidos, com um design mais sóbrio que o da atual safra. Por outro, lado, o fabricante afirma que a nova geração – a 11ª em âmbito mundial – ficou muito mais tecnológica.

VEJA TAMBÉM:

O design é claramente inspirado no sedã maior Accord. As linhas menos ousadas não constituem, necessariamente, um defeito, pois podem agradar a um público mais conservador. Esqueça o estilo meio fastback do atual Honda Civic: o novo tem uma carroceria com três volumes bem definidos, como é comum entre os concorrentes.

novo honda civic 2022 sport vermelho de traseira
Área envidraçada aumentou, para melhorar a visibilidade

Segundo o fabricante, as mudanças de estilo resultaram em maior funcionalidade. A Honda afirma que o novo Civic está mais aerodinâmico e espaçoso, além de oferecer maior visibilidade ao motorista. Contribuem para esse último item a linha de cintura mais baixa, com janelas maiores, e os retrovisores externos afixados nas portas.

Interior

Por dentro, o Civic ganhou uma aparência mais simples, seguindo uma filosofia da Honda: todos os modelos da marca têm exibido interiores de aspecto “limpo”, com pouca ornamentação. Apesar disso, segundo o fabricante, o acabamento está mais caprichado, com materiais de melhor qualidade.

Assim como ocorre com veículos de outras marcas, o Honda Civic adota uma central multimídia com tela flutuante, de 7 ou 9 polegadas, dependendo da versão. No top de linha Touring, os instrumentos também são digitais, concentrados em outra tela de 10,2 polegadas. O sistema de infotainment traz ainda equipamento de som Premium da marca Bose , com 12 alto-falantes.

E, claro, não faltam equipamentos de segurança, com direito a frenagem autônoma de emergência e assistente de permanência em faixa. Esse sistema, que inclui ainda o controlador de velocidade cruzeiro adaptativo, é comandado por uma câmera frontal e oito radares, capazes de detectar pedestres e ciclistas.

Nos Estados Unidos, há duas opções de motorização: 2.0 aspirado e 1.5 turbo. Ambos trazem evoluções em relação aos que equipam a atual geração do Civic, em especial no sistema de variação dos comandos de válvulas. Curiosamente, não há motorização elétrica nem híbrida, ao menos por enquanto.

O câmbio é sempre automático do tipo CVT. No conjunto de suspensões, o Honda Civic manteve o sistema traseiro independente do tipo multilink.

Novo Honda Civic é dúvida no Brasil

Ainda não existem quaisquer informações sobre a chegada do novo Honda Civic ao Brasil. O modelo ainda não foi flagrado em testes por aqui: por sua vez, o fabricante não confirma nem desmente o lançamento. O que se sabe é que a nacionalização do modelo não é dada como certa.

Vale lembrar que a demanda por sedãs médios vem caindo ano após ano no Brasil. Não só o Honda Civic, mas todos os modelos desse gênero têm sofrido sucessivas reduções nas vendas: até mesmo o Toyota Corolla, tradicional líder da categoria, deixou de figurar entre os carros mais emplacados do país.

O motivo é a ascensão dos SUVs, atuais queridinhos dos consumidores. Diante disso, a Honda pode apostar as fichas em um novo utilitário e passar a oferecer o Civic 2022 como produto de nicho, via importação. Outra alternativa, ainda mais drástica, seria simplesmente deixar de vender o sedã por aqui. Resta apenas aguardar.

12 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Diego Fernandes 3 de julho de 2021

O mais lindo Civic já lançado.

Avatar
Rodrigo Silva 24 de junho de 2021

Que pena que conseguiram tirar o diferencial do Civic sua esportividade com designer agressivo, agora ficou um carro bonito mas pro público tiozão… pelo jeito vou continuar com meu Civic 2021 por um tempo até mudar pra bmw. Tchau Honda!

Avatar
Sir.Alves 3 de junho de 2021

Horrível,.. acabaram o carro! Parece que a Honda pegou a doença da Toyota…. pelo menos os idosos tem duas opções de sedans médios agora e podem deixar o vovôrola sem medo. Só resta a Honda não ‘cagar’ o Accord também.

Avatar
SANDRA FRANCISCA BANDEIRA 3 de maio de 2021

Será que e tendência, enfeitar os carros? Tudo começou com o HB20!!!

Avatar
Alex 3 de maio de 2021

Me lembra o honda Silvia dos anos 90

Avatar
Douglas 3 de maio de 2021

Carro ficou lindo, eu gostaria de ter um carro de tiozão desse, sem deixar esquecer que o forte da Honda é a confiabilidade dos carros, parabens Honda, assim que sair vou fazer um teste drive.

Avatar
Conconco 2 de maio de 2021

O carro é bonitinho o problema quando entra dentro o motorista envelhece 30 anos, faz lembrar os carros dos filmes do Ultraman Ultraseven Robô Gigante, os modelos nunca mudam kkkkkk

Avatar
Romero Colmenares 2 de maio de 2021

Porque foram encher no que estava perfeito. Que aerodinâmica horrível. Esse tablet no meio . Retrovisor fixo ..que retrocesso . Pelo visto vamos todos para os suvs

Avatar
Lind 1 de maio de 2021

Por fora ficou mais ou menos. Por dentro ficou mais pra menos. Puts esse conceito das saídas de ar camufladas nonacabamento ficou muito feio. Essa tela também parecendo um Tablet encaixado no painel. Puts… acabaram com o carro.

Avatar
George Nascimento Bezerra da Silva 1 de maio de 2021

Acabaram com o carro

Avatar
Jefferson Rodrigues 30 de abril de 2021

Top

Avatar
Luis Carlos 30 de abril de 2021

Show!! Como sempre a HONDA inovando e trazendo novos conceito.
Dirigir um CIVIC é mesmo que pilotar uma neve espacial só que na terra.

Avatar
Deixe um comentário