Jeep pode abandonar nome Cherokee após pedido de índios

Presidente da Stellantis, Carlos Tavares, não negou a possibilidade da mudança de nome do SUV; especialista concorda com pedido de povo nativo

Por AutoPapo 05/03/21 às 13h15
2021 jeep grand cherokee
Imagina os Jeep deixarem der ter Cherokee no nome? (Foto: Divulgação | Jeep)

A Stellantis, novo grupo automotivo que engloba o grupo FCA (Fiat Chrysler) e PSA (Peugeot Citroën), está disposto a extinguir o nome Cherokee dos modelos Jeep. Carlos Tavares, presidente da Stellantis, revelou a possibilidade em uma entrevista  ao Wall Street Journal.

“Nesta fase, não sei se existe um problema real, mas estamos prontos para ir a qualquer ponto, até o ponto em que decidimos com as pessoas adequadas e sem intermediários”, afirmou Tavares

VEJA TAMBÉM

A possibilidade do abandono do nome Cherokee nos automóveis da Jeep pode parecer brusca, mas existe uma explicação. Recentemente, Chuck Hoskin Jr, chefe da nação indígena Cherokee nos Estados Unidos alegou a ilegalidade do uso do nome da comunidade em automóveis.

Em entrevista ao Automotive Business, Hoskin Jr revelou que houve aproximação com a Jeep sobre a possibilidade do abandono do nome Cherokee. “Eles também deixaram a porta aberta, eu acho, para novas discussões, e nós também. Então, acho que foi uma boa discussão a esse respeito.”

Justificativa do abandono de nome Cherokee nos Jeep

O pedido feito pelo líder da nação Cherokee nos Estados Unidos segue os movimentos de justiça racial realizados em 2020. Nos protestos, os indígenas norte-americanos pedem que equipes esportivas e marcas de carro parem de usar nomes nativos dos Estados Unidos.

As recentes mudanças de nome das equipes de Cleveland e Washington fortaleceu a vontade de Huskin Jr. “Em 2021, o país está em uma posição melhor do que estava, digamos uma geração atrás, para pensar sobre o que significa usar nomes de povos nativos”, disse o líder ao Automotive News.

Homenagem ou lucro?

Mesmo que a Jeep já tenha emitido comunicado esclarecendo que o Cherokee usado em seus modelos tem o objetivo de homenagear a comunidade, especialistas contestam a justificativa.

Amanda Cobb-Greetham, professora da Universidade de Oklahoma e diretora do Native Nations Center da escola, disse à Car And Driver que o nome é usado para o lucro, e não para celebrar pessoas. “Se você vai homenagear alguém, dê-lhe um prêmio”, resumiu ela. “Se você vai dar o nome deles a um produto, você está vendendo”, disse Amanda.

Tribo Cherokee nos Estados Unidos

A Nação Cherokee, localizada no estado norte-americano de Oklahoma, é a maior entre as três tribos de mesmo nome reconhecidas federalmente nos EUA. O território indígena foi estabelecido no século XX e abrange 14 condados em Oklahoma.

2 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Sir.Alves 24 de maio de 2021

Isso eh muito mimimi… Pra nao dizer frescura mesmo. Nao vejo desonra nenhuma aos indios, e muito pelo contrario. Eh a geracao floco de neve trazendo suas bobagens so mundo.

Avatar
Ivan 6 de março de 2021

Tenho um carro da Jeep sou fã da marca,mais já tinha Passado da hora,nunca é tarde,para mudar a história para a verdade.

Avatar
Deixe um comentário