Lada Samara fabricado em 1992 está à venda por preço de BMW

Lada Samara anunciado na Rússia está praticamente zero; no entanto, conservação justificaria preço que se aproxima de meio milhão de reais?

Espelhos retrovisores não foram instalados
Lada Samara novo em folha sendo vendido na Rússia (Foto: Auto.ru | Reprodução)
Por Bernardo Castro
11 de fevereiro de 2022 15:22

O Lada Samara foi lançado em 1984 no mercado soviético e carregava consigo a proposta de ser um veículo simples, durável e, principalmente, de baixo custo. No entanto, na cidade de Tolyatti, na Rússia, o proprietário de um desses modelos se esqueceu da parte “barata” e anunciou um exemplar por ‘apenas’ 7 milhões de Rublos Russos (aproximadamente R$ 478 mil).

O valor é tão exagerado que por 100 mil Rublos a mais é possível comprar uma BMW X6. Mas, tamanho valor deve ter uma explicação plausível, não é mesmo? Bom, não exatamente…

VEJA TAMBÉM:

O Lada Samara em questão foi produzido em 1992 e, desde então, rodou míseros 11 km. Além disso, o vendedor afirma que o carro integra uma série de exportação e nunca foi usado.

E, de fato, o estado do carro é impecável! A pintura e o compartimento do motor estão intactos, os bancos ainda estão com os plásticos e os espelhos retrovisores externos e o limpador de para brisa ainda não foram instalados. É como se o veículo tivesse acabado de sair da fábrica.

Lada Samara já foi vendido no Brasil

O carro russo chegou ao mercado nacional no início dos anos 90, quando o então presidente Fernando Collor autorizou a reabertura das importações de automóveis.

O Lada chegou com versões de 3 e 5 portas e com motores carburados 1.3 de 65 cv (como o do anúncio) ou 1.5 de 72 cv.

Em um primeiro momento, o compacto caiu nas graças do povo brasileiro devido ao baixo custo e pela grande quantidade de itens de série, que eram raros nos modelos nacionais da época.

Contudo, a baixa qualidade na construção e o pós-venda ineficiente contribuíram para a decadência do modelo. Para piorar, o importador não adaptou os Lada Samara para rodar com a gasolina com álcool vendida aqui, o que causava problemas na carburação.

A brusca queda nas vendas, somada à mudança de cobrança de impostos para montadoras que não tinham fábricas no Brasil, forçou a Lada a parar de importar seus automóveis em 1995.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário