Lada volta a produzir carros sem airbags e mais poluentes

Montadora russa voltou a produzir o Granta em versão única, sem equipamentos de segurança e agora atendendo a uma norma de emissões dos anos 90

linha de producao do lada granta autovaz
O Granta está sendo feito em todas carrocerias, mas apenas na versão simplificada Classic (Foto: AutoVAZ | Divulgação)
Por Eduardo Rodrigues
13 de junho de 2022 11:17

A AutoVAZ, empresa responsável pela Lada, voltou a produzir veículos na última quarta-feira (8). O modelo escolhido para o retorno é o Granta Classic, sedã com porte similar ao do Renault Symbol e que também tem versões liftback e perua.

O Granta foi simplificado para esse retorno a linha de produção. Perdeu airbags, ABS, controle de estabilidade, pré-tensionadores do cinto e central multimídia. Foram mantidos itens como o Isofix, preparação para som com quatro alto-falantes, vidros elétricos na dianteira, frisos pintados na cor da carroceria e calotas. O ar-condicionado é opcional.

VEJA TAMBÉM:

A mudança que mais chama atenção foi na mecânica: o motor é o mesmo 1.6 8 válvulas de 90 cv usado anteriormente, mas deixou de atender a norma de emissões Euro 5 (de 2009) para atender a Euro 2 (de 1996).

Essa simplificação na segurança e emissões foi aprovada pelo governo russo devido as sanções que o país está recebendo após a invasão da Ucrânia. Para compensar, agora todos os carros têm que vir com o serviço de emergência ERA-GLONASS, que traz botão de SOS para ser acionado em caso de acidente.

Lada Granta já passou vergonha com Putin

O Granta foi lançado em 2011. A Lada convidou o presidente russo Vladmir Putin para conhecer o carro na ocasião. O que era para ser apenas um evento oficial virou piada na internet: Putin não conseguiu dar partida na primeira unidade do carro. O sedã pegou apenas na sexta tentativa.

O Lada Granta é o carro de entrada da marca, foi lançado para suceder a versão sedã do Kalina. O entre-eixos de 2,47 m deixa ele no porte de carros compactos mais antigos, como o Fiat Palio e o Renault Clio. Na época o Granta era o carro mais barato da Europa.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
7 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Romeu Araujo 16 de junho de 2022

Se fosse vendido no Brasil, essa carroça custaria mais de R$ 100 mil e certamente seria sucesso de vendas. Brasileiro paga qualquer coisa pelo que não presta mesmo.

Avatar
Paulo Wildson 15 de junho de 2022

Será que vão lançar alguma versão offroad 4×4 tipo o T-34? Vou querer um

Avatar
Deo Magalhães 15 de junho de 2022

Tô na fila pra comprar um.
Lembro do Lada, carro de primeira linha.

Avatar
Evandro 14 de junho de 2022

A lada já está se adequando para voltar a exportar carros para o Brasil……

Avatar
Cláudio chaves 14 de junho de 2022

Se lançarem uma pickup utilitário para o trabalho por R$30mil eu vou querer

Avatar
Deo Magalhães 15 de junho de 2022

Também quero um, se o Bozo não taxar em mais de 100% a importação.

Avatar
Roberto Henry Ebelt 13 de junho de 2022

Se tiver direção hidráulica, transmissão automática, ar/condicionado, pode ser analógico/aquecimento, e motor com carburador, EU QUERO!!!!!

Avatar
Deixe um comentário