Maserati lança o SUV Grecale, dando início a nova fase da empresa

A Maserati está se reinventando para ficar competitiva no mercado de luxo, o novo SUV Grecale é o primeiro modelo dessa nova fase

maserati grecale trofeo frente
O SUV traz motor e central multimídia projetados pela própria Maserati (Foto: Maserati | Divulgação)
Por Eduardo Rodrigues
23 de março de 2022 11:24

O grupo Stellantis possui várias marcas e está investindo para que todas seja competitivas em seus segmentos. A Maserati precisa brigar com marcas premium no segmento de luxo, mas estava patinando por estar atrás das alemãs em tecnologia e acabamento. O novo SUV Grecale veio para mudar isso.

Ele chega para um segmento bastante concorrido, o de SUV médios de luxo. Seus alvos são o Porsche Macan, os BMW X3 e X4, o Audi Q5, o Mercedes-Benz GLC e o Jaguar F-Pace. O Maserati Grecale utiliza a plataforma Giorgio, a mesa dos Alfa Romeo Giulia e Stelvio, mas se diferencia dos irmãos italianos por ser mais luxuoso por dentro.

VEJA TAMBÉM:

O desenho do Grecale segue a tradição da Maserati: a moldura das janelas segue o desenho que vem sendo usado pelo Quattroporte desde sua quinta geração, as tradicionais saídas de ventilação estão nos para-lamas e a traseira é curta. A grade é baixa e traz o tridente como destaque, o fabricante alfineta os concorrentes dizendo que a grade pode ser imponente sem ser excessiva.

Por fotos o estilo esportivo e a suspensão baixa fazem ele parecer um hatch, mas as medidas mostram que é um SUV: 4,84 m de comprimento, 1,94 m de largura, 1,67 m de altura e 2,9 m de entre-eixos. Isso coloca o Grecale pouco mais longo e com mais entre-eixos que os rivais.

O Maserati Grecale traz motor de supercarro

O Grecale promete ser o primeiro carro elétrico da Maserati, mas nesse primeiro momento ele será oferecido com motores a combustão sob o capô — que poderão ter auxílio de sistemas híbridos. O destaque fica para a versão topo de linha Trofeo, equipada com o V6 3.0 biturbo Nettuno, que estreou no esportivo MC20.

Esse motor foi o primeiro desenvolvido pela própria Maserati em anos. Ele produz 530 cv e 63 kgfm, números menos expressivos que os do MC20 devido a proposta mais civilizada do SUV. O propulsor também se diferencia do usado pelo esportivo devido ao cárter comum no lugar do cárter seco. Ele também traz desativação de cilindros para ajudar na economia.

O desempenho não faz feio perante o Porsche Macan e os outros concorrentes: a aceleração de zero a 100 km/h é realizada em 3,8 segundos e a velocidade máxima é de 285 km/h. Para manter o carro sob controle, freios Brembo com pinças de seis pistões foram adotados na dianteira e na traseira as pinças trazem quatro pistões.

Versões mais “mansas” do Grecale são híbridas

Abaixo do Trofeo estão as versões GT e Modena, além da edição de lançamento Prima Serie. Essas versões usam o 2.0 turbo da Stellantis, que equipa carros da Alfa Romeo, o Jeep Wrangler dentre outros modelos. Ele traz um sistema híbrido leve que inclui um compressor elétrico e um gerador de 48 volts no lugar do motor de arranque.

O modelo GT produz 300 cv, com aceleração de zero a 100 km/h em 5,6 segundo. Já o Modena chega a 330 cv, cumprindo a prova de aceleração em 5,3 segundos. Ambos tem velocidade máxima limitada em 240 km/h. A versão Modena traz ainda a bitola traseira mais larga do Grecale Trofeo.

Interior de alto padrão

Um problema grave das gerações atuais do Ghibli, Quattroporte e Levante é a qualidade do interior. Eles foram projetados no começo da fusão da Fiat com a Chrysler e, por isso, compartilham muitos componentes com as picapes Ram e outros carros que não são luxuosos.

Agora a Maserati está com mais liberdade — e orçamento — para criar seus carros. O painel ficou moderno, trazendo duas telas. A de cima é a central multimídia e a de baixo é chamada de “painel de conforto”, sendo responsável por comandar o sistema de ventilação e outras funções que precisam de acesso fácil.

maserati grecale trofeo detalhe relogio
Até o relógio no topo do painel é uma tela digital

Até o tradicional relógio analógico que fica no topo do painel dos carros da marca virou uma telinha digital. Ele pode ser usado também como cronômetro ou medidor de força G. O painel de instrumentos também é digital, como já é de praxe em carros dessa categoria.

O sistema de som do Maserati Grecale é da Sonus Faber. São oferecidos dois sistemas diferentes da marca, o topo de linha possui 1.200 watts de potência, 21 alto-falantes e som 3D. O carro possui conectividade Android Auto e Apple Car Play, regidos pela central multimídia MIA desenvolvida pela própria Maserati.

Maserati Grecale Folgore será o elétrico para 2023

A Stellantis já apresentou seus planos de eletrificação para o futuro, com o Grecale incluso nele. A versão elétrica está prometida para 2023 e já tem nome definido: Folgore, que significa “relâmpago” em italiano. Essa versão a bateria não será feita sobre a nova plataforma elétrica do grupo e sim por uma versão modificada da Giorgio.

O fabricante já adiantou que o elétrico terá conjunto de baterias com 105 kWh de capacidade, mais de 80 kgfm de torque e capacidade de carregamento rápido de 400 volts. Uma exclusividade do modelo elétrico será a paleta de cores inspirada na Aurora Boreal.

O Maserati Grecale não foi confirmado para o Brasil, mas teremos um SUV esportivo mais acessíel:

Fotos: Maserati | Divulgação

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
1 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Luciano casale 24 de março de 2022

Parece muito a cayenne velha por fora

Avatar
Deixe um comentário