Lexus RX350 é vendido com sistema de navegação desatualizado

O proprietário de um Lexus de US$ 47 mil tenta ajustar o sistema a mais de um ano e a fabricante diz para ele ‘apenas use o CarPlay’

lexus rx 450h f sport interior painel
Mais de um ano de espera e nada foi do sistema de navegação resolvido (Foto: Lexus | Divulgação)
Por Lucas Silvério
15 de julho de 2022 15:33

Imagine só comprar um carrão, novinho, na concessionária e se deparar com um sistema desatualizado. E ainda por cima não receber nenhum apoio da montadora. Foi o que aconteceu com o Sr. Cliff Anderson, em Perth, no oeste da Austrália. Na reportagem presente no Whichcar, o Lexus RX350 foi vendido ao senhor com sistema de navegação desatualizado e a montadora disse para ele ‘apenas use o CarPlay’.

O Sr. Anderson comprou seu  Lexus RX350 em junho de 2021, e logo percebeu que o sistema de navegação estava desatualizado. Estava tão ultrapassado que sua última atualização tinha sido em abril de 2020.

VEJA TAMBÉM:

Assim que descobriu o problema, o Sr. Anderson acionou a concessionária, que o amparou e tentou ajudá-lo com o problema.

“Todos na concessionária aqui em Perth, os principais revendedores – assim como os gerentes de serviço, o gerente de serviço chefe e o assistente – estão do meu lado. Eles fizeram o máximo que puderam.”

Porém, o proprietário foi obrigado a acionar a Lexus Austrália. A marca não deu muita atenção ao proprietário e disse apenas para ele usar um sistema de espelhamento de smartphone, como Apple CarPlay ou Android Auto.

Os e-mails enviados pela Lexus, dizem: “Apple Maps e Google Maps podem ser acessados ​​via Apple CarPlay e Android Auto, que está disponível no seu RX350 e permite que a unidade multimídia seja usada como display”.

“Acho que isso é inaceitável, mas a Lexus não parece se importar.” Desabafa o Sr. Anderson.

Gosto pelo seu Lexus

Apesar dos problemas de navegação, o Sr. Anderson diz que está feliz com sua compra.

“Vindo de um (Holden) Calais V8, estou impressionado com Lexus. É mais do que suficiente, e também estou totalmente impressionado com a visão da câmera ao estacionar. A sensação sólida, o ajuste e todas as outras guloseimas, incluindo o HUD, são de primeira classe. No geral, estou satisfeito com minha escolha.”

E mesmo depois de tudo isso, a fabricante ainda se negou a realizar um comentário oficial sobre o ocorrido.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
1 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Roberto Henry Ebelt 15 de julho de 2022

SERÁ que o Sr. Anderson não deveria pagar pelo uso do que comprou? A BMW, li aqui, exige que o feliz proprietário pague para aquecer o banco no inFerno. Façamos assim, caro Boris: tu ficas com o teu maravilhoso Aston Martin e eu fico com o meu Santana 1989 GLS, com todos os opcionais disponíveis na época e que continuam funcionando depois de 200.000 km rodados.

Avatar
Deixe um comentário