Nova picape da Ford no Brasil, Maverick é confirmada para 2022

Maverick virá para encarar a Fiat Toro e será a opção de entrada na linha de picapes da montadora norte-americana

Por AutoPapo 30/08/21 às 21h05
ford maverick lariat 67
Picape é montada sobre a mesma plataforma do Bronco Sport (Foto: Ford | Divulgação)

A Ford confirmou para 2022 a chegada da sua nova picape, a Maverick, para o Brasil. O anúncio foi feito por Daniel Justo, presidente da Ford América do Sul.

Segundo a própria fabricante, a Maverick será o produto de entrada na linha de picapes da Ford: ela está mirando consumidores que nunca tiveram uma picape e oferece uma transição entre os SUV médios e as picapes tradicionais com chassi. Mesma fórmula que fez sucesso no Brasil com a Fiat Toro.

VEJA TAMBÉM:

Ao analisar a ficha técnica fica claro que a Ford mirou na Fiat Toro como concorrente, apesar da Maverick ser apresentada nos EUA. A picape da Ford é um pouco maior em comprimento e no entre-eixos, porém em largura e altura se equivale. As medidas maiores da Maverick  parecem ter ido para a caçamba, onde o volume é maior.

A Ford Maverick oferece uma caçamba levemente maior que a da Toro, porém perde na capacidade de carga para a rival ítalo-mineira. Isso é reflexo do projeto feito nos EUA, onde a capacidade de carga na caçamba não é prioridade nas picapes e sim a capacidade de reboque.

Motor da picape Maverick

Para o Brasil, o mais provável é que a Maverick chegue com o mesmo conjunto mecânico do Bronco: motor 2.0 EcoBoost, com 253 cv e 38,2 kgfm, acoplado a transmissão automática de 8 marchas.

3 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Lucas 8 de setembro de 2021

Isso aí é pior que AIDS, Toro vai continuar líder sem dúvidas.

Avatar
Edson Vitor Gonçalves Lage 2 de setembro de 2021

Já perdeu. Não tem versão diesel. Toro ganhou.

Avatar
Iranildo Ramos da Encarnação 1 de setembro de 2021

Tomara que o preço não seja exorbitante.

Avatar
Deixe um comentário