Pedágio grátis para motos vai pesar para carros e caminhões

Valor que deixará de ser arrecadado com as motos será "compensado" por caminhões e carros de passeios, alerta associação das concessionárias

Por AutoPapo 13/08/21 às 17h40
posto de pedagio e visto ao fim de rodovia de mao dupla com placa onde se le cobranca automatica geraldo bubniak agencia de noticias do parana
Praça de pedágio em rodovia (Foto: Geraldo Bubniak | Agência de Notícias do Paraná)

O Ministério da Infraestrutura estabeleceu a diretriz de política pública que isenta as motocicletas do pagamento da tarifa de pedágio. A medida vale para os projetos de concessão de rodovias federais que estão em fase interna de licitação, ou seja, prévia à publicação dos editais de leilão. A portaria foi publicada na quinta-feira (12) no Diário Oficial da União.

A isenção de pedágio para motos acontecerá nestas rodovias:

  • BR-116/101/RJ/SP;
  • BR-381/262/MG/ES;
  • BR-116/465/493/RJ/MG;
  • lotes um a seis das Rodovias Integradas do Paraná;
  • lotes em estruturação pelo BNDES;
  • BR-040/495/MG/RJ;
  • BR-040/DF/GO/MG (relicitação);
  • BR-158/155/MT/PA;
  • BR-135/316/MA; BR-163/267/MS (relicitação);
  • BR-060/153/262/DF/GO/MG (relicitação).

VEJA TAMBÉM:

Com a nova diretriz, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) também deverá adotar as providências pertinentes, em especial quanto aos ajustes nos Estudos de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA) dos projetos atingidos.

Outros veículos pagarão pedágio mais caro

Segundo estimativa da Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR), em média, o impacto de isenção de pagamento de pedágio por motocicletas seja da ordem de 5% na receita de um projeto de concessão de rodovia.

Na prática, a isenção acaba por ser distribuída pelas tarifas dos demais usuários, conforme definido nos contratos de concessão, se concessão em andamento, ou, nos estudos de viabilidade técnica e econômica de projetos de concessão.

No caso de ligações dentro ou entre regiões metropolitanas de maior porte, esse percentual pode ser ainda mais significativo.

“Nessa linha, faz sentido assegurar o conceito ‘quando todos pagam, todos pagam menos’. Qualquer tipo de isenção compromete esse equilíbrio e impacta na tarifa que será paga pelos demais usuários”, alerta a ABCR.

Vale lembrar que os motociclistas continuarão usando os serviços disponíveis nas rodovias concedidas, entre eles assistência pré-hospitalar em emergências, socorro mecânico, bases de apoio aos usuários etc.

Em 2020, dos 89.990 acidentes registrados nas rodovias concedidas, associadas à ABCR, 23,43% envolveram motocicletas (21.093 acidentes).

  • Boris Feldman comenta essa questão:
20 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Sir.Alves 4 de setembro de 2021

Esse mimimi dos camisas rubras ENCHE! Ta certo o presidente SIM! Detalhe: Nao rodo de moto! Daqui a pouco iriam cobrar pedagio ate dos andarilhos…kkkk

Avatar
José Fernando morgato 20 de agosto de 2021

Não acho certo, moto paga impostos ocupa lugar na pista pedágios devem colocar uma gabina exclusiva para motos é um absurdo isso

Avatar
Oswaldo 15 de agosto de 2021

É só cortar a percentagem dos governos estaduais sobre o valor da pedágio que todo mundo vai pagar menos, o resto é papo furado e políticalia de esquerda.

Avatar
Jorgegpva@hotmail.com 15 de agosto de 2021

Mentira, vi reportagem falando que não, valor é quase insignificante e ainda por estar em leilão licitação dependendo do valor não será nem sentido esse percentual. E outra, acho um absurdo cobrar de motocicleta pense no desgaste que uma moto faz no pavimento em relação à um automóvel ou um caminhão ou ônibus.

Avatar
ADINILSON ROZANTE 16 de agosto de 2021

Jorge meu amigo não é somente o desgaste do asfalto se a moto quebra tem um socorro, se a moto se envolve em um acidente tem socorro, então moto tem que pagar pedágio sim sem privilegios

Avatar
Jader Jorge 17 de agosto de 2021

É mais se a moto quebra o guincho não leva só a moto se tiver um carro quebrado no caminho o guincho leva também. E outra moto não danifica a rodovia pelo contrário a rodovia que danifica a moto vc pega um buraco de carro é uma coisa agora pega de moto pra ver além do risco de cair danifica bastante.

Avatar
André 15 de agosto de 2021

Pagamos elevados impostos durante toda a atividade de consumo, na minha opinião o governo tem dinheiro suficiente para as estradas, escolas, hospitais , saneamento básico, segurança, emprego, moradia entre outros bens necessários para o cidadão brasileiro, é preciso em contrapartida diminuir a máquina pública, privatizar empresas que a servem apenas de cabides de empregos com péssima gestão, expurgar do cenário político os corruptos e dar transparência aí dinheiro do contribuinte.

Avatar
Marcos Moura 14 de agosto de 2021

Mentira sempre foi caro cobrando ou não das motos , bando de ladrão e ninguém faz nada e nem vai fazer e, as estradas que não pagam é pq? Bando de lixo oportunista

Avatar
CARLOS ANDRÉ SANTOS DA SILVA 14 de agosto de 2021

O certo mesmo é o governo ter dinheiro para manter as estradas em ótimas condições e todos poderem usar até por que já pagamos impostos altíssimos. Sou a favor de ninguém pagar pedágio! Acabar com essas”mamatas” em Brasília e dar o que merecemos , uma vida melhor na Saúde, educação, segurança, infraestrutura etc … Essa é a minha opinião!

Avatar
Paulo Cesar Barbosa 14 de agosto de 2021

Bom na minha opinião pra mim isso não vai dar certo porque,os profissionais de transportes rodoviário vai aderir greve e o cidadão Brasileiro vai pagar mais uma de trouxa, sem alimento sem combustível,sem transporte para o trabalho,etc,etc, e ai vai.

Avatar
Hedelmi Sérgio de Gobe 14 de agosto de 2021

É assim mesmo Bolsonaro fazendo cortesia com chapéu alheio
Por que não libera do pedágio o transporte de alimento
Isso discriminação
Ou todos pagam ou ninguém paga

Avatar
Luiz Carlos 14 de agosto de 2021

É um absurdo mesmo motociclista ter pagar na na verdade os caminhoneiros mesmo em veículos passado também não deveria pagar.

Avatar
Fernando 13 de agosto de 2021

Governo liberal de araque. Incompetentes.

Avatar
José Carlos 13 de agosto de 2021

Por que a discriminação de uns pagar e outros não? Para financiar as motorciatas ridículas? Deixem sim de cobrar então, dos Caminhoneiros que trabalham para o desenvolvimento do país.

Avatar
José Carlos 13 de agosto de 2021

Mais um absurdo. Por que, uns podem ser isentos e outros não?Para terem dinheiro para as motorciatas ridículas. Deixem de cobrar dos Caminhoneiros que estes sim,trabalham para o desenvolvimento do país, e cobrar o dobro destes “motoqueiros”.

Avatar
Cristiano Neto 13 de agosto de 2021

Esse é o Brasil: o país da piada pronta… Vão isentar as motos e jogar a carga da cobrança nas costas doa motoristas de carros, caminhões e ônibus… E ainda os motociclistas vão poder usufruir dos serviços oferecidos pelas concessionárias… Vergonha!!!

Avatar
Gisberto Di Berardo 13 de agosto de 2021

Isso é um absurdo ,cobrar pedágio de motocicletas .

Avatar
Mauro 13 de agosto de 2021

O absurdo é NÃO COBRAR de motocicletas, uma vez que são usuários dos serviços das rodovias

Avatar
joaquim lemos 13 de agosto de 2021

Rodovia pedagiada todos tem que pagar pedagio não é porque um tem duas rodas que vai deixar de pagar pois vai usar tudo que a via oferece e mais não é aceitavel que demais veiculos paguem por está isenção por com certeza o valor desta isenção será repassada entre os demais veiculos nem se referindo em um usuario com uma moto de 100 mil reais e que tem bastante passeando por ai passsar sem pagar e o trabalhador logo atrás com seu carrinho de 5 mil e ter que pagar isto não não pode acontecer.

Avatar
Marcos Moura 14 de agosto de 2021

Besteira, as estradas que não cobram sao caras do mesmo jeito e outra coisa antigamente não cobravam qual o problema de deixar de cobrar agora , tinha era que todo mundo cobrar para baixar para todos bando de ladrão já não basta o monte taxas que pagamos nesse país.

Avatar
Deixe um comentário