Petrobras confirma reajuste de R$ 0,54 na gasolina e R$ 0,81 no diesel

A partir de sexta-feira (11), o preço médio de venda da gasolina da Petrobras para as distribuidoras passará de R$ 3,25 para R$ 3,86 por litro

050220221644070137carro flex automovel abastecendo posto combustivel etanol alcool gasolina ms mzdmdjvtqj
Empresa repassou aumento do preço do barril de petróleo ao consumidor (Foto: Shutterstock)
Por AutoPapo
10 de março de 2022 11:02

A Petrobras confirmou nesta quinta-feira (10) reajuste nos preços do litro da gasolina e do diesel. A partir de sexta-feira (11), o preço médio de venda da gasolina da Petrobras para as distribuidoras passará de R$ 3,25 para R$ 3,86 por litro.

Considerando a mistura obrigatória de 27% de etanol anidro e 73% de gasolina A para a composição da gasolina comercializada nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor passará de R$ 2,37, em média, para R$ 2,81 a cada litro vendido na bomba. Uma variação de R$ 0,54 por litro.Para o diesel, o preço médio de venda da Petrobras para as distribuidoras passará de R$ 3,61 para R$ 4,51 por litro.

Considerando a mistura obrigatória de 10% de biodiesel e 90% de diesel A para a composição do diesel comercializado nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor passará de R$ 3,25, em média, para R$ 4,06 a cada litro vendido na bomba. Uma variação de R$ 0,81 por litro.

VEJA TAMBÉM:

Guerra na Ucrânia

Como era esperado, a guerra na Ucrânia e a disparada do preço no barril do petróleo são as pincipais causas desse aumento.

A petrolífera justificou a alta em comunicado explicando que “esses valores refletem parte da elevação dos patamares internacionais de preços de petróleo, impactados pela oferta limitada frente a demanda mundial por energia”.

Vale lembrar que a Rússia é um grande produtor mundial de petróleo e de gás. Como o país sofrerá sanções econômicas e, possivelmente, perdas durante o conflito, o valor desses insumos pode ser ainda mais afetado.

Atualmente, a Petrobras adota a política internacional de preços para os combustíveis: assim, qualquer variação na cotação do petróleo no exterior traz impacto direto aos preços da gasolina e do óleo diesel comercializados no Brasil.

Todavia, o presidente Jair Bolsonaro já havia feito menções a possíveis intervenções na política de preços da empresa petroleira. Propostas para tentar conter os valores dos combustíveis por meio de redução de ICMS ou da formação de um fundo de estabilização também estão em debate no Congresso.

“ICMS: cálculo do tributo sobre o preço da gasolina é vergonhoso!” Veja a opinião de Boris Feldman:

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário