Peugeot registra crecimento de 122% em primeiro semestre de 2022

Os esforços da Stellantis para melhorar a imagem da Peugeot no Brasil tem rendido frutos; A marca está entre as 10 mais vendidas do país.

208 é líder de vendas da Peugeot
208 é líder de vendas da Peugeot (Foto: Peugeot | Divulgação)
Por Bernardo Castro
08 de abril de 2022 12:05

A junção do grupo FCA, Fiat/Chrysler e PSA, Peugeot/Citroën, resultou na holding Stellantis. Desde então, um dos trabalhos da empresa tem sido melhorar a imagem das marcas francesas no mercado nacional. E os esforços estão valendo a pena, visto que a Peugeot anunciou que teve um crescimento de 122% no primeiro trimestre de 2022, quando comparado ao mesmo período no ano passado.

A fabricante emplacou 9,8 mil veículos nos três primeiros meses do ano e, só em março, vendeu mais de 3 mil unidades, o que representou 2,3% de participação no mercado nacional. Esses números colocam a montadora entre as dez mais bem colocadas em números de vendas no Brasil.

VEJA TAMBÉM:

O modelo principal da marca do leão tem sido o 208, que no último mês registrou 25 mil unidades vendidas desde o seu lançamento. Hoje, ele é comercializado nas versões 1.6 flex e elétrico.

“Os recordes de vendas e os bons resultados deste início de ano, reforçam nosso grande trabalho realizado pela Marca com a Rede de Concessionários. São respostas à nossa sólida estratégia de crescimento da Peugeot no Brasil, focada na experiência e satisfação do consumidor. Seguimos com ótimas performances de vendas, mesmo em um mercado muito desafiador”

Stellantis trabalhou a imagem do Peugeot 208 no Brasil

Antes da holding assumir as rédeas da marca francesa, o 208 sofria de três problemas. O hatch não tinha uma imagem imagem muito boa, seu motor era relativamente defasado, e seu preço não eram nada atrativos quando comparado à concorrência.

Uma das principais investidas da Stellantis foi diminuir o preço relativo do 208, que teve um percentual de aumento de preços durante o ano passado apenas a metade de seus concorrentes.

O motor 1.6, apesar de antiquado, tem um bom rendimento e não precisou passar por alterações. Isso fez com que o modelo da Peugeot se destacasse no mercado e já em 2021 suas vendas dispararam.

A questão do motor do 208 não é um problema grave de se resolver. Boris Feldman explica:

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário