Renault produzirá só carros elétricos na Europa, a partir de 2030

Competitividade no mercado europeu forçou Renault a antecipar gama composta completamente por carro elétrico na próxima década.

Renault volta com a produção em fábrica na Rússia
Renault terá apenas veículos elétricos na Europa em 2030 (Foto: Renault | Divulgação)
Por Bernardo Castro
14 de janeiro de 2022 19:36

Em entrevista à agência Automotive News Europe, Luca de Meo, CEO da Renault, revelou que toda a gama da fabricante na Europa terá motor elétrico em 2030. Para isso, a Renault planeja expandir a linha de elétricos com a produção de 24 novos modelos até 2025.

Seguindo por essa linha, alguns elétricos já deverão ser lançados pela marca francesa nos próximos anos, entre eles o Megane E-Tech e a nova versão do hatch 5. Esses modelos serão destinados, principalmente, ao público que valoriza a sofisticação.

VEJA TAMBÉM:

A declaração do executivo soa um tanto otimista e ambiciosa, visto que, anteriormente, a meta estabelecida pela Renault era eletrificar ‘apenas’ 90% de sua gama de veículos na Europa. De certo modo, a Renault acabou sendo forçada a eletrificar todos os seus veículos porque o mercado europeu está cada vez mais concorrido. Com esse novo objetivo, ela se coloca ao lado de Ford, Citröen e Peugeot, que também têm os mesmos planos para 2030.

Entretanto, esse planejamento só sairá do papel se a marca não tiver problemas com estruturas de carregamento e preços elevados da eletricidade. Por isso, foi traçado também um plano B, que envolve a Dacia.

De Meo afirmou que vai manter os motores a combustão em sua subsidiária enquanto for possível. Isso porque a Dacia tem um preço mais acessível ao consumidor, e eletrificar toda a gama em um primeiro momento aumentaria de forma considerável o preço dos veículos.

Elétricos da Renault no Brasil

Apesar de ainda não ter um plano para deixar o portfólio totalmente elétrico no Brasil, a Renault trabalha para aumentar os modelos movidos a bateria no mercado nacional. Além do Zoe, que já é vendido desde 2018, a marca francesa começa a oferecer o Kwid e-tech ainda em 2022 e que chega para ser um dos automóveis elétricos mais acessíveis do país.

Luca de Meo traçou o futuro da Renault no Brasil a longo e médio prazo, confira:

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário