Renault quer limitar a velocidade máxima dos seus carros

Medida teria como principal objetivo reduzir o número de carros da marca francesa envolvidos em acidentes com vítimas

renault megane e tech plug in hybrid estate
Mégane E-Tech será o primeiro modelo da Renault com essa proposta (Foto: Renault | Divulgação)
Por AutoPapo
26 de abril de 2021 18:33

A Renault quer limitar a velocidade máxima dos seus carros a 180 km/h por uma questão de segurança. A ideia foi proposta pelo presidente da montadora francesa, Luca de Meo, em uma assembleia geral de acionistas da empresa em Paris. Segundo Meo, o excesso de velocidade é a causa de um terço dos acidentes de carro. As informações são da publicação Spiegel

Ainda de acordo com o executivo, a Renault quer equipar todos os seus veículos com um sistema automático de controle de velocidade denominado Safety Coach.

Isso ajusta a velocidade de acordo com os limites de velocidade locais e também leva em consideração condições como curvas perigosas, o clima ou a atenção do motorista. Informações complementares apontam que o primeiro modelo da marca a se adequar a proposta seria o Mégane E-Tech.

Se essa decisão for confirmada, a Renault irá seguira a sueca Volvo que em 2019 tomou essa decisão – desde 2020, os carros da marca estão limitados a 180 km/h.

“O limite de velocidade não é uma panaceia, mas vale a pena se puder salvar até mesmo uma vida humana”, disse o membro do conselho da Volvo Håkan Samuelsson.

A publicação Auto Motor und Sport informou que a linha de esportivos da marca não seria afetada: para isso, o grupo colocaria as variantes mais potentes sob a marca Alpine.

Limite de velocidade mais baixo funciona?

Na Alemanha, onde existem muitas estradas sem limite de velocidade, a discussão sobre estabelecer uma velocidade máxima é mais concreta. Em Brandenburgo, um limite de velocidade de 130 km/h foi introduzido em 2002 em um trecho de 62 km : o número de acidentes caiu pela metade. De 654 acidentes em três anos sem limite de velocidade para 337 acidentes em três anos a 130 km/h.

Entre 1996 e 2002, 1.850 pessoas ficaram feridas em acidentes nesse trecho da rodovia, enquanto no mesmo período após a introdução de 130 km/h, o número caiu mais da metade, para 799 feridos.

O radar também multa por andar devagar? Boris Feldman esclarece

8 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
FELIPE 13 de junho de 2021

Vejo com frequência, motos potentes andando a 250km/h (ou mais), muito mais perigosas, e não vejo esses rodas-presas daqui dos comentários reclamarem… só andam com o freio de mão puxado e acham que os outros tem de andar também !

Avatar
Elicio Andreazzi 2 de maio de 2021

Acho justo esse limite de velocidade,afinal quem gosta de alta velocidade deveria se tornar piloto de corrida profissional.

Avatar
Roberto Esteves 27 de abril de 2021

Que absurdo isso, imagina os fabricantes das marcas BMW, Honda, Jaguar, etc, etc, também fossem pensar desata maneira, que a velocidade é a marca desses carros, ou eles só vão querer fabricar carroças.

Avatar
Jose 27 de abril de 2021

Mais uma vez porcaria já é normal nesta marca de lixo
.

Avatar
Fabio 27 de abril de 2021

Achei um lugar pra andar nessa velocidade: o autódromo de Interlagos.

Avatar
Carlos Chaves 27 de abril de 2021

Onde tem estradas para andar nessa velocidade toda .

Avatar
Jorge Nicolau 26 de abril de 2021

Aqui no brazucomenistão não precisa, a linha Dacia vendida aqui dificilmente passa de 150, na descida.

Avatar
Sir.Alves 27 de maio de 2021

Se for um Logan 1.0 com 4 adultos e bagagem… você esta sendo bem otimista amigo, bem otimista aos 150km/h… só se o vento for a favor… hehehe e muito vento a favor…

Avatar
Deixe um comentário