Rússia vai decidir o futuro da fábrica da Renault em Moscou

Fábrica da Renault deve virar propriedade da Rússia, que anunciou anteriormente que nacionalizaria as instalações de quem abandonasse o país

Renault optou por interromper suas operações na Rússia
Renault optou por interromper suas operações na Rússia (Foto: Renault | Divulgação)
Por Bernardo Castro
25 de março de 2022 14:36

A Renault anunciou no último dia 23 que, definitivamente, suspenderia as operações de sua planta em Moscou. Em meio a indecisão de continuar – ou não – no mercado russo, os franceses parecem ter cedido à pressões externas e, pouco depois de retomarem as atividades no local, decidiram voltar atrás em sua escolha.

Agora, quem está procurando uma alternativa são as autoridades da Rússia, que vão decidir até o final da semana qual será o futuro da antiga fábrica da Renault. No local, eram produzidos o Duster, Captur, Arkana, e Nissan Terrano – já que a marca japonesa tem uma aliança com a francesa.

VEJA TAMBÉM:

O posicionamento do governo russo parte de um pronunciamento feito anteriormente, em que afirmava que poderia nacionalizar ativos de empresas estrangeiras que saírem do país. De acordo com o Kremlin:

O Ministério da Indústria e Comércio discutirá as perspectivas de desenvolver a fábrica da Renault Rússia com o governo de Moscou. As soluções conjuntas serão anunciadas até o final da próxima semana. O Ministério da Indústria e Comércio está em contato constante com a administração da Avtovaz e do Grupo Renault.”

O contato das autoridades com a fabricante, no entanto, não parece uma tentativa de fazer os franceses voltarem ao mercado. Ao que tudo indica, a Rússia deve passar a utilizar as instalações seus próprios propósitos.

O interesse da Renault no mercado russo

Além do país governado por Vladirmir Putin ter anunciado que nacionalizaria a fábrica das empresas que abandonassem o país, os números da Rússia para a Renault eram muito importantes. A fabricante lidera o mercado local.

Além disso, ela é sócia majoritária da empresa russa AvtoVAZ que, quando somados, representam 30% do setor automotivo. Isso equivale a 8% dos principais lucros da Renault em escala mundial.

A Renault também anunciou uma mudança em suas operações em escala global. Agora, a montadora vai voltar suas atenções para os modelos mais rentáveis.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
2 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
arai 26 de março de 2022

Com “políticas” aasim muitas empresas irão pensar duas (ou mais…) vezes antes de abrirem filiais na Rússia.

Avatar
HAF 25 de março de 2022

Vladmir filho da putin…

Avatar
Deixe um comentário