SUV do Kwid, Renault Kiger é apresentado e pode vir para o Brasil

Utilitário esportivo subcompacto é 'irmão' do Nissan Magnite, que também deverá ser vendido em nosso mercado substituindo o March

Por AutoPapo 28/01/21 às 13h20
Renault Kiger 2021
Renault Kieger: SUV cotado para o Brasil (Foto: Renault | Divulgação)

A Renault apresentou na Índia o SUV subcompacto Kiger. O modelo é cotado para ser vendido no mercado brasileiro e dividiria plataforma com o Nissan Magnite, que também deve desembarcar por aqui para substituir o March.

O Renault Kiger tem menos de 4 metros de comprimento devido a legislação indiana que tem taxas de impostos menores para carros desse porte. Ele tem 3,991mde comprimento, 1,75 m de largura e 1,6 metro de altura. O vão livre do solo é de 20,5 cm e o entre-eixos é de 2,50 metros. A capacidade é para cinco ocupantes e o porta-malas comporta 405 litros.

VEJA TAMBÉM:

Na Índia, o Kiger será oferecido com dois motores 1.0 de três cilindros: um turbo de 100 cv e 16,3 kgfm de torque e outro, de aspiração natural, com 72 cv e 9,8 kgmf. O câmbio será manual de cinco marchas ou CVT. Tração, apenas na frente.

Boris comenta o novo carro da Renault

Renault Kiger é bem equipado

Entre os itens de série, o Kiger tem multimídia com tela sensível ao toque de 8 polegadas com Android Auto e Apple CarPlay. O sistema também responde a comandos de voz e permite que até cinco dispositivos sejam conectados via Bluetooth.

Outros recursos incluem um purificador de ar opcional, painel de instrumentos digitais de 7 polegadas, carregamento sem fio (opcional), sistema de som Arkamys, ar-condicionado automático e sistema de partida do motor e acesso ao interior sem chave.

Na Índia, o Renault Kiger tem preços entre R$ 40 mil e R$ 70 mil. No Brasil, o SUV chegaria em 2022.

Confira fotos do SUV do Kwid, o Kiger

Fotos: Renault | Divulgação

0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário