Toyota tem patente de câmbio manual para carros elétricos

Entusiastas automotivos poderão aproveitar mais a experiência de dirigir um carro elétrico, caso o câmbio manual da Toyota saia do papel

Veículos elétricos podem estar prestes a ganhar um câmbio manual
Veículos elétricos podem estar prestes a ganhar um câmbio manual (Foto: Istock)
Por Bernardo Castro
14 de fevereiro de 2022 17:32

Alguns entusiastas automotivos possuem certa aversão pelo carro elétrico por diferentes motivos, sendo o motor silencioso e a falta de um câmbio manual alguns deles.

Veículos com esse tipo de transmissão permitem que o condutor sinta mais o comportamento do carro, afinal, o motor a combustão possui uma faixa ideal de rotação (RPM) em que se alcança o torque necessário. Além disso, o motorista pode decidir alongar ou encurtar a relação de marchas do seu veículo.

VEJA TAMBÉM:

Já o carro elétrico tem o seu motor funcionando o tempo todo em torque ideal e tem uma rotação máxima muito maior que um a combustão interna. Por isso, o motor elétrico pode simplesmente não ter câmbio, mas usar de taxa de redução de engrenagens fixa.

Mas a Toyota parece estar prestes a acabar com esse ‘problema’ do câmbio manual no veículo a bateria. Para isso, ela está desenvolvendo um câmbio manual para carros elétricos.

A ideia foi colocada em uma série de oito patentes registradas no Escritório de Patentes e Marcas dos Estados Unidos em junho de 2021. De acordo com o documento divulgado pela BZforums, a Toyota descreve o mecanismo como “reconfortante para motoristas acostumados a caixas manuais, ou divertido para aqueles que simplesmente querem se envolver em operar um por diversão.”

Funcionamento câmbio manual em elétricos

De acordo com a fabricante japonesa, uma espécie de indicador seria instalado no carro para que o motorista mudasse do modo elétrico para o “manual”, que utiliza entradas de “pseudo-embreagem” e “pseudo-shifter” para ajustar o torque produzido pelo motor elétrico.

Para isso, é necessário um terceiro pedal equipado com um “gerador de força de reação” que vibraria para imitar a sensação de uma embreagem.

Anexado ao câmbio está um “atuador de força de reação” semelhante, que presumivelmente fica mais leve quando o pedal da “pseudo-embreagem” é pressionado, mas continua a fornecer resistência como um câmbio conectado a uma transmissão real.

De acordo com a posição do câmbio e do pedal acima o módulo de controle do trem de força varia a saída, em parte com base nas RPMs simuladas do motor, que são mostradas em um tacômetro.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
2 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
HAF 1 de abril de 2022

Imagina um motor elétrico com pouco torque, 10kgfm com cambio manual num popular!… Nem precisaria de uma bateria com grande capacidade! Fora o prazer de cambiar!

Avatar
Airplane 16 de fevereiro de 2022

Gostei dessa ideia da Toyota !

Avatar
Deixe um comentário