Foi lançada a nova Volkswagen Amarok que não virá ao Brasil

Enquanto Brasil e Argentina terão reestilização da geração antiga, o resto do mundo terá essa nova Volkswagen Amarok derivada da nova Ford Ranger

volkswagen amarok v6 4motion 62
Estilo da dianteira segue a linguagem visual dos SUV da marca (Foto: Volkswagen | Divulgação)
Por Eduardo Rodrigues
07 de julho de 2022 17:06

A Volkswagen revelou a nova geração da Amarok, que é derivada da nova Ford Ranger. Apesar do compartilhamento de plataforma, a picape da marca alemã traz identidade própria e desenho diferente tanto por fora quanto por dentro.

Mas ela não será vendida no Brasil, aqui iremos receber uma reestilização da primeira geração da Amarok que foi confirmada pela Volkswagen argentina. O novo modelo, que será produzido na África do Sul, pode adiantar o estilo da atualização que iremos receber.

VEJA TAMBÉM:

O estilo, principalmente na dianteira, segue a nova linguagem visual dos SUV da marca que já vemos no Taos. Os faróis são full-LED matriciais com a tecnologia IQ.Light. Os níveis de acabamentos são: o básico sem nome, Life, Style, PanAmericana e Aventura.

Central multimídia em destaque

Por dentro a linguagem de estilo dos interiores da Volkswagen se mistura com a grande tela vertical, recurso que a marca não havia adotado anteriormente. O painel digital de 12 polegadas é o Digital Cockpit da VW, podendo ser personalizado.

A alavanca de câmbio do tipo joystick e alguns botões são compartilhados com a nova Ranger. O resultado final esconde bem as origens Ford, ao contrário da Mercedes-Benz Classe X que deixava evidente as partes Nissan.

Amarok terá motores diesel Volkswagen

volkswagen amarok v6 4motion 2
Capacidade de carga é de até 1.160 kg e teto pode levar 350 kg

Sob o capô não estão os motores turbodiesel EcoBlue e PowerStroke da Ford. As opções são os nossos velhos conhecidos 2.0 TDI, com um ou dois turbocompressores, ou o V6 TDI. Todos foram atualizado, o 2.0 com um turbo tem versões de 150 ou 170 cv, o biturbo rende 209 cv e o V6 é oferecido em versões de 241 ou 250 cv.

Em mercado onde existe demanda para motores a gasolina será oferecido na Amarok o 2.3 EcoBoost da Ford, com 302 cv. O câmbio automático desse motor e também do V6 diesel é o de 10 marchas feito em conjunto pela Ford e pela General Motors.

A capacidade de carga depende do modelo, mas varia entre 1.000 kg e 1.160 kg. A capacidade de reboque é de 3.500 kg. Outra capacidade divulgada é a que pode ser levada sobre o teto da cabine: 350 kg. O suficiente para os viajantes montarem uma barraca com segurança.

Onde essa Amarok será vendida?

Conforme já foi confirmado pela própria Volkswagen, a Amarok fabricada na Argentina — que é a vendida no Brasil — será a primeira geração com uma reestilização e atualizações no interior. Essa nova geração será feita na África do sul para outros mercados.

Dentre eles inclui a Europa, continente africano e Austrália. A filial norte-americana da Volkswagen patenteou o nome da picape nos EUA, mas ainda é incerto se ela será vendida por lá.

Fotos: Volkswagen | Divulgação

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
1 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
ailton jacinto silverio junior 7 de julho de 2022

Os Latinos americanos que se virem com a antiga geração. GRANDE desrespeito com os brasileiros e principalmente com os argentinos, onde é o único país que essa picape fez sucesso

Avatar
Deixe um comentário