Voltz, fabricante de motos elétricas, recebe R$ 100 milhões de aporte

Valor será utilizado para implementar a primeira indústria de motocicletas elétricas de Manaus e desenvolver novos produtos

Por AutoPapo 25/05/21 às 17h35
voltz evs
Atualmente a Voltz oferece três modelos de motos elétricas (Foto: Voltz | Divulgação)

A Voltz, empresa brasileira de mobilidade elétrica, anunciou o recebimento de um aporte de R$ 100 milhões. Com o dinheiro, a marca investirá na primeira fábrica de motos elétricas do Polo Industrial de Manaus, aumentará a oferta de produtos e criará mais lojas conceito.

Para 2021, o objetivo da companhia é multiplicar cinco vezes sua receita operacional.

VEJA TAMBÉM

A rodada de investimentos foi liderada pela Creditas e contou também com a participação do UVC Investimentos, fundo de Venture Capital do Grupo Ultra, companhia responsável por empresas como Ipiranga, Ultragaz e Extrafarma.

Desde que trouxe ao mercado o modelo EV1, primeira scooter elétrica do país, em novembro de 2019, a Voltz é referência em seu segmento. A empresa vendeu mais de 4.000 veículos no Brasil, entre diferentes modelos da scooter EV1 e a moto EVS.

Além do seu público, que utiliza o transporte para uso pessoal, a empresa observou no crescimento do delivery uma oportunidade para ampliar seus negócios e planeja entrar no segmento por meio de uma versão de trabalho do seu modelo EVS WORK, que deve chegar ao mercado até setembro.

O modelo é preparado para o uso profissional e oferece a autonomia necessária para que os trabalhadores consigam realizar suas entregas.

Produção de veículos

Com o aporte, a Voltz vai direcionar recursos para a instalação de uma fábrica no Polo Industrial de Manaus. “A operação em Manaus deve começar neste ano e concentrará toda a produção e montagem das motos elétricas. A Voltz planeja realizar um investimento inicial de mais de R$ 10 milhões e a capacidade anual de partida de produção da fábrica será de aproximadamente 15 mil veículos/mês. Esperamos que 500 empregos serão gerados com a iniciativa.” diz Sergio Furio, CEO da Creditas.

Hoje, a Voltz conta com lojas conceito em Recife, cidade em que foi fundada, em São Paulo e mais de 30 showrooms distribuídos pelo país. Nestes locais, os clientes podem testar seus produtos e conhecer sobre os veículos elétricos.

As vendas da Voltz são feitas exclusivamente por canais digitais, em que o consumidor seleciona o produto que deseja, com as configurações que precisa e efetua o pagamento. Depois, basta esperar que o produto seja entregue na porta de sua casa. A operação é inédita para uma empresa nacional de duas rodas.

Modelos de motos elétricas Voltz

Todos os veículos podem ser equipados com até duas baterias para aumentar a autonomia. Em seu portifólio, a Voltz conta com a scooter EV1, nos modelos básico e Sport, que possui mais autonomia e velocidade, e a moto inteligente EVS, projetada para aguentar o trânsito intenso e grandes distâncias.

Em sua configuração mais potente, a scooter EV1 alcança 180 km de autonomia e 75km/h de velocidade máxima. Já a EVS chega até 120 km/h em seu pico de velocidade e também possui 180 km de autonomia.

As baterias dos veículos da Voltz são portáteis e podem ser carregadas em qualquer tomada. A carga completa de uma bateria costuma levar até 5 horas.

5 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Daniani felicioni 27 de maio de 2021

Achei enteresante mas faltou mostrar os valores das das mais barata e da mais cara e que volicidade atimge equanto dura a bateria e quanto demora para carregar

Avatar
Paulo Fernandes Araujo 27 de maio de 2021

Mande os valores das motos.

Avatar
CASSIANO MAGNO DE ASSIS ALVES AMARAL 26 de maio de 2021

Eu quero uma (*_*)(*_*)(*_*)

Avatar
Nanael Soubaim 26 de maio de 2021

Para aqueles que ainda pensam que é fácil ou barato produzir carros para vender, eis o montante necessário para fabricar uma motocicleta de média escala.

Avatar
Adilor 25 de maio de 2021

Ate que enfim vai acabar a barulheira de motoqueiros inrresponsavel aff

Avatar
Deixe um comentário