As 10 motos mais econômicas do Brasil: análise das campeãs

Em tempos de combustível nas alturas, não basta escolher uma moto para economizar... Ela ainda tem que gastar menos do que as outras

moto no posto
Separamos as motos que são 'inimigas do posto' (Foto: Shutterstock)
Por Fernando Miragaya
31 de março de 2022 09:03
Especial para o AutoPapo

A Amoto, para muitos, é alternativa não só de mobilidade como também de economia para se locomover. Notadamente, os modelos sobre duas rodas são bem mais eficientes que os automóveis. Com isso, ainda se valem de boas autonomias para transitar pelos ambientes urbanos. Se você se interessou pela vantagem para o bolso que as motocicletas proporcionam, vamos te ajudar. Separamos as 10 motos mais econômicas do Brasil com base nos dados de consumo fornecidos pelas próprias fabricantes.

Os preços desta lista foram coletados na penúltima semana de março de 2022 e são os valores sugeridos pelas marcas – sem frente e exceto para o estado de São Paulo.

VEJA TAMBÉM:

1. Honda Pop 110

motos mais baratas do brasil honda pop 110i vermelha lateral
  • Preço: a partir de R$ 8.090
  • Motor: 109,1 cm³
  • Potência: 7,9 cv
  • Torque: 0,9 kgfm
  • Consumo: 55 km/l
  • Tanque: 4,2 litros

Modelo mais barato da Honda no Brasil, esta street é bastante básica, mas tem fama de robusta e durável, além de ser a moto mais econômica do Brasil. Usa câmbio de quatro marchas e tem CBS nos freios. Ainda se vale da reputação da marca japonesa e de sua ampla rede de concessionárias no país.

2. Honda Biz 110

honda biz 110i prata frente parada
A cor prata metálica foi adicionada junto do vermelho à Biz 110i
  • Preço: a partir de R$ 9.870
  • Motor: 109,1 cm³
  • Potência: 8,33 cv
  • Torque: 0,89 kgfm
  • Consumo: 52,9 km/l
  • Tanque: 5,1 litros

A motoneta com jeito de scooter tem excelente custo/benefício e ainda garante a dobradinha à marca japonesa. O preço inicial fica abaixo dos R$ 10 mil e é mais potente e “torcuda” que a Pop. Destaque para o porta-objetos sob o banco – que acomoda um capacete – e para a garantia de três anos.

3. Haojue DK 150 S Fi

haojue dk 150 si
  • Preço: a partir de R$ 13.686
  • Motor: 149 cm³
  • Potência: 11,27 cv
  • Torque: 1,16 kgfm
  • Consumo: 48 km/l
  • Tanque: 12,5 litros

Com a saída de cena da Nex 110 – que fazia incríveis 72 km/l -, a marca chinesa perdeu o primeiro lugar entre as motos mais econômicas do Brasil. Porém, se mantém bem no pódio com essa moto com cilindrada e potência maiores que as duas líderes da Honda, e desenho inspirado nas nakeds. Bom acabamento, pneus largos e a calibragem dos amortecedores são o destaque.

4. Haojue DR 160

haojue dr 160
  • Preço: a partir de R$ 18.285
  • Motor: 162 cm³
  • Potência: 15,0 cv
  • Torque: 1,43 kgfm
  • Consumo: 47 km/l
  • Tanque: 12 litros

Mais uma city da Haojue com design arrojado do tipo “quero ser naked” e que desponta bem entre as motos mais econômicas do Brasil. É considerada a grande rival da Honda CG – o modelo de duas rodas mais vendido do país. Com câmbio manual de cinco marchas, é elogiada pelas boas arrancadas e é equipada com CBS nos freios e alarme.

5. Honda NXR 160 Bros

nxr 160 bros se 4 1
  • Preço: a partir de R$ 15.790
  • Motor: 162,7 cm³
  • Potência: 14,7/14,5 cv
  • Torque: 1,60/1,46 kgfm
  • Consumo: 46 km/l
  • Tanque: 12 litros

A primeira trail entre as motos mais econômicas do Brasil é a Bros, que acaba de ser redesenhada. O modelo ganhou protetor de suspensão e sua fama de robusta acaba tornando-a uma boa opção também para encarar as buraqueiras da cidade. É equipada com caixa manual de cinco marchas e CBS nos freios.

6. Haojue Nex 115

haojue nex 115
  • Preço: a partir de R$ 12.376
  • Motor: 113 cm³
  • Potência: 9,0 cv
  • Torque: 0,92 kgfm
  • Consumo: 45 km/l*
  • Tanque: 4,2 litros

A Nex 115 é uma espécie de herdeira da Nex 110, é mais potente que a Pop, porém não herdou o consumo surpreendente da então irmã de cilindrada menor. Mesmo assim, é uma moto boa e eficiente para a cidade. Com transmissão semi automática de quatro velocidades, vem com baú de 26 litros de série e garantia de fábrica de dois anos.

7. Haojue Chopper Road

haojue chopper road 1
  • Preço: a partir de R$ 13.686
  • Motor: 149 cm³
  • Potência: 11,27 cv
  • Torque: 1,16 kgfm
  • Consumo: 43 km/l
  • Tanque: 9,5 litros

Mais uma Haojue entre as motos mais econômicas do Brasil. Chama a atenção no desenho, pelo estilo meio clássico e com até uns toques de modelo custom. Usa transmissão manual de cinco marchas e freios CBS. Tem fama de ágil, especialmente pelo baixo peso (123 kg a seco).

8. Yamaha Factor 125

motos mais baratas do brasil yamaha factor 125i
  • Preço: a partir de R$ 12.390
  • Motor: 125 cm³
  • Potência: 11,1/11,0 cv
  • Torque: 1,2 kgfm
  • Consumo: 42 km/l
  • Tanque: 15,7 litros

Outra moto com fama de “pau para toda a obra” e também entre as mais econômicas do país. A Factor atrai também pelo banco macio e largo, pelo motor flex eficiente além de um baixo custo de manutenção e garantia de três anos. O câmbio é sincronizado de cinco marchas e os freios se vale de sistema UBS.

9. Honda CG 160

hona cg 160 titan 2022 em movimento cidade4
A CG 160 Titan é o topo de linha e recebeu mais novidades, incluindo rabeta redesenhada
  • Preço: a partir de R$ 11.920
  • Motor: 162,7 cm³
  • Potência: 14,9 cv
  • Torque: 1,4 kgfm
  • Consumo: 41 km/l
  • Tanque: 14,6 litros

Com quatro versões, a moto mais famosa e vendida do país também está entre as mais econômicas do mercado brasileiro. É vendida em quatro versões sempre com seu motor flex com fama de inquebrável e com manutenção simples. A robustez e suavidade na condução são garantidas pela suspensão dianteira telescópica Showa.

10. Yamaha Factor 150

yamaha factor 150
  • Preço: a partir de R$ 13.190
  • Motor: 162,7 cm³
  • Potência: 12,4/12,2 cv
  • Torque: 1,3 kgfm
  • Consumo: 40 km/l
  • Tanque: 15,7 litros

Versão mais potente da linha Factor, o modelo fecha a lista das 10 motos mais econômicas do Brasil. Desta forma, se sobressai à irmã de entrada pelo custo-benefício mais interessante. Tem boa posição de pilotagem, freios UBS, motor flex eficiente que confere boa autonomia e mais equipamentos que a 125.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
8 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Fabio 8 de abril de 2022

Relação de cilindrada nc 700 faz30 a 35

Avatar
Sopinha 2 de abril de 2022

Tenho uma bicicreta..a cada 3 quarteirão é um gole de pinga..tá fazendo 100 km/l de álcool

Avatar
Alexandre 2 de abril de 2022

Tenho o opala 6cc faz 15 na cidade, e 18 na estrada deveria estar na lista também. Minha biz 125 não faz 30 km , pessoal mendi e não é pouco kkkkk.

Avatar
Flávio dos Santos Abadio 1 de abril de 2022

Tenho uma Yamaha Crosser 150 e a mesma faz 43km/l!!! Deveria estar na lista.

Avatar
Tiago 1 de abril de 2022

Também tenho uma xre 190 e faço 44 litro.

Avatar
Patrício Cavalcante Uchôa 1 de abril de 2022

Ta certo isso? Pq que minha xre 190 faz 43km/l e devia tá na lista então
E todos os consumos mostrados são de um estilo de pilotagem razoável de acordo com meu conhecimento… como eu piloto… se eu forçar ainda faz uns 41km/l

Avatar
Antônio 1 de abril de 2022

Tenho uma Hornet carburada e a mesma faz 40 km/l

Avatar
Gabriel 2 de abril de 2022

Vou acreditar só hj .
Tenho uma 600 e quando ando forte bebe mais que meu carro.

Avatar
Deixe um comentário