Bateria de moto: saiba como evitar sobrecarga e aumentar a vida útil

Durabilidade do componente varia de um a três anos, a depender do uso e de sua qualidade; entenda por que fazer manutenção e não deixar a moto parada ajuda

Por AutoPapo 09/06/20 às 17h02
bateria de moto da marca heliar
Motos com mais de 300 cilindradas podem demandar baterias mais complexas (Foto Heliar | Divulgação)

O mercado de tecnologia para motocicletas tem crescido nos últimos anos. Novos equipamentos, como sistemas de GPS, integração com celulares e conectividade com câmeras exigem demandas cada vez maiores de energia, podendo criar sobrecargas. Isso, claro, se forem instalados incorretamente. Saiba como evitar o problema e aumentar a vida útil da bateria de moto.

LEIA MAIS

As baterias de motos duram de um a três anos, variando de acordo com a qualidade da fabricação e o uso. Para ajudar os condutores a otimizar a vida útil do equipamento, o coordenador de Assistência Técnica da Heliar, Adelmo Leite, listou os principais cuidados a serem tomados no dia a dia.

Instalação de equipamentos eletrônicos

Instalar equipamentos eletrônicos que não são originais de fábrica, como alarmes, rastreadores, faróis mais potentes e caixas de som, sem fazer a adequação do sistema elétrico, pode gerar sobrecarga. Para evitar o problema, consulte um técnico eletricista para ajustar as novas demandas de energia.

Virar a chave sem dar a partida pode afetar a bateria da moto

Virar a chave de ignição da moto enquanto o veículo está parado, sem dar a partida, faz com que o farol seja aceso. O comportamento pode esgotar a capacidade da bateria.

“Por isso, opte por virar a chave de ignição quando for realmente dar a partida para utilizar a moto. A energia utilizada para a partida já ajuda a bateria a iniciar o processo de recarregamento”, completa o especialista.

Desuso

A moto parada por mais de cinco dias pode apresentar descarregamento de energia, influenciando na queda da vida útil da bateria. Para aumentar a sobrevida do componente, ande com a moto por pelo menos cinco quilômetros.

Pé apoiado no freio é ruim para bateria de moto

Pilotar com o pé apoiado no pedal de freio faz com que a luz de freio acenda com frequência, demandando cargas de energia da bateria. Para evitar o uso do componente sem necessidade, pilote com os pés apoiados no local apropriado.

Manutenção

Ainda segundo Adelmo Leite, toda a demanda de energia da motocicleta acaba recaindo na bateria. “Por isso, ao seguir cuidados específicos, como fazer manutenções técnicas no veículo periodicamente, o motociclista auxilia para que a bateria funcione corretamente por mais tempo”, conclui.

bateria de moto da marca heliar
Motos com mais de 300 cilindradas podem demandar baterias mais complexas

Foto Heliar | Divulgação

Teo Mascarenhas

Especialista na cobertura do mercado de motocicletas e competições com mais de 30 anos de experiência.

Teo Mascarenhas
4 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Brunno 1 de dezembro de 2020

A minha bateria Vemos é instalada na minha Bros 160, durou apenas 14 meses. Confesso que achei extremamente baixa a duração, sou bastante cuidadoso e sei que não deixo a ignição da moto ligada sem estar funcionando.
Não recomendo a heliar, pois a minha deu “prego” de uma vez só, a moto me deixou na mão do nada!

Avatar
Paulo Cromado 24 de novembro de 2020

A bateria de minha moto já passou dos cinco anos originais, e ainda liga de primeira , tenho uma Hayabusa .

Avatar
Ricardo Faria 29 de outubro de 2020

Eu aqui, feliz com minha moto tenerezinha 250 2013, garanto que 3 anos era pra ser o mínimo com cuidados descritos e alguns outros que me fazem parecer paranóico

PS. Meu modelo tem interruptor de farol… Sempre desligo e ligo para andar só

Montadoras tinham outro jeito de suprimir botão sem ser a porca eliminação que fizeram, como um relé autotravado eletricamente que acendesse ao engatar marcha e só desconectasse ao desligar a moto

Avatar
Jo 26 de setembro de 2020

Posso estar enganado, emraras exceções, acho a qualidade das baterias de motos inferior a dos carros. Por experiência própria, nas minhas motos as baterias sempre duravam menos do que nos carro. Talvez defasagem de tecnologia ou preço menor de venda, sejam dificuldades extras. Deixo claro que estou falando de baterias nacionais, para baixa cilindrada.

Avatar
Deixe um comentário