Troca do escapamento da moto é permitida? Afeta a garantia?

Tema provoca dúvidas até mesmo em especialistas; para evitar multas, é preciso preservar as características do componente adotado pela fabricante

Por Laurie Andrade19/06/20 às 13h04

O interesse por alterar o escapamento da moto pode ter origem em inúmeras razões, como substituir o componente defeituoso ou mudar o barulho do veículo. Mas será que a prática está prevista no Código de Trânsito Brasileiro (CTB)? Em que condições a troca pode resultar em multa?

A questão intriga até mesmo profissionais da área, mas o artigo 98 da Lei de Trânsito deixa claro que “nenhum proprietário ou responsável poderá, sem prévia autorização da autoridade competente, fazer ou ordenar que sejam feitas no veículo modificações de suas características de fábrica”, incluindo mudanças que afetem os índices de emissão de poluentes e ruído.

LEIA MAIS

A troca da descarga da moto também pode ser enquadrada pelo artigo 230 do CTB, que afirma que:

Art. 230. Conduzir o veículo:

VII – com a cor ou característica alterada;

X – com equipamento obrigatório em desacordo com o estabelecido pelo Contran;

XI – com descarga livre ou silenciador de motor de explosão defeituoso, deficiente ou inoperante;

É Infração grave, com penalidade de multa e medida administrativa de retenção do veículo para regularização.

Atualmente a multa grave custa ao condutor R$ 195,23 e cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

A alteração do modelo do escapamento da motocicleta é encarada como proibida por alguns advogados especialistas em trânsito porque a Portaria 38/18 do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), responsável pela redação do Anexo da Resolução 292/08 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), estabelece as modificações permitidas em veículos e não descreve a troca da descarga.

cano de descarga de moto cromado escapamento motocicleta foto shutterstock
CTB não permite que proprietários coloquem uma descarga “mais barulhenta” na moto

Consequências da troca do escapamento da moto

Alfredo Guedes Júnior, Relações Públicas da Moto Honda, explica que a descarga da moto é um dos itens mais delicados do veículo. Isso porque a política de emissão de poluentes e ruídos do Brasil é mais severa que a de muitos países da Europa. Além disso, o componente é completamente importante para a mecânica das motocicletas.

Trocar o escapamento da moto para produzir mais barulho, por exemplo, pode trazer muitos prejuízos para o veículo, como aumento do consumo, superaquecimento e até o travamento do motor.

A depender da qualidade da descarga comprada, o condutor coloca em risco a sua saúde. O escapamento cromado e a tendência ao aumento de temperatura podem causar inclusive queimaduras.

Outra questão a ser considerada é que o aumento do ruído não está ligado ao aumento da performance da moto. Os escapamentos originais são dimensionados para extrair o maior potencial do veículo.

O especialista afirma ainda que existem fabricantes de alta qualidade, inclusive empresas com que a Honda faz parceria para produção de escapamentos esportivos. Mas, ressalta,”o componente de qualidade tem preços altos e atende os parâmetros definidos por lei”.

Garantia

A troca da descarga da moto interfere na garantia do veículo. De acordo com Alfredo Guedes Júnior, a cobertura só é mantida se o escapamento substituído for original da marca e desenvolvida para o modelo.

Foto: Shutterstock

Teo Mascarenhas

Especialista na cobertura do mercado de motocicletas e competições com mais de 30 anos de experiência.

Teo Mascarenhas
68 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    ACL 21 de junho de 2020

    Na minha opinião aqui em nosso país nós não temos direito ou melhor dizendo o prazer de possui um transporte por conta que se limita nas vontades dos fabricante e governantes deste país chamado Brasil.Deveria acabar com esse tipo de lei. Ou seja vc compra uma moto ou carro e ter o direito de fazer ou deixa do geito que vc quer sem ter que pagar multa ou gastar muito para legalizar.

  • Avatar
    Fagner Vieira 20 de junho de 2020

    Muito bem agora só uma pergunta que continua sem resposta, se não pode usar porque as fábricas produzem e vendem e o mais importante o estado arrecada impostos para depois formular uma lei que proíbe o uso é aí onde está o erro?

  • Avatar
    Dinho 20 de junho de 2020

    Super aquecimento? Já se viu que quem escreveu, sabe tudo sobre motor, escape esportivo não causa super aquecimento, muito menos quebra do motor, a lei diz que você tem que andar com escapamento que leve os gases do motor até o final do veículo, quanto ao barulho, não se pode multar sem ter um decibiliketeo, a troca do escapamento não interfere no funcionamento e nem tira as características originais do veículo

  • Avatar
    Eduardo 20 de junho de 2020

    A Polícia tem q tomar atitude em relação a barulhos multa esses porra loca e da uma advertência pra eles fazer trocar essa droga de escape barulhento isso sem falar no poluentes são bem maior alô autoridades de Sengés PR vamos acordar pra esses muleques sem habilitação q empinam e fazem a maior zueira Aki em Sengés já passou da hora de fazer blitz na cidade pra punir muleques q ficam fazendo algazarra na cidade inteira e autoridades não tomam atitudes…

  • Avatar
    Fernando 20 de junho de 2020

    Fala prós bois que tem carros com escape direto tbm só os motocas paga aqui no Tatuapé é o que mais tem sou entregador de delivery minha moto é toda original mas esses camarada falta pouco atropelar a gente com esses carros barulhento tbm acho que a lei tem que ser pra todos seja rico ou pobre

  • Avatar
    carlos lopes teixeira 19 de junho de 2020

    Para pinto pegueno a solução é o escapamento barulhento.

  • Avatar
    Michel 19 de junho de 2020

    Reportagem mal feita ein…
    Sem direito ao contraditório. Poderiam ter chamado algum fabricante de escapamentos para darem alguma explicação. Tem algumas empresas que já são certificadas pelo Inmetro… Vamos parar de ser hipócritas…

    • AutoPapo
      AutoPapo 19 de junho de 2020

      Olá, Michel.
      A reportagem traz a legislação (que explica que a alteração pode ser feita nas formas previstas por ela) e a informação do maior fabricante de motos do país, sobre os riscos envolvidos no processo da troca do componente.
      Se a reportagem não ratificou o que você pensa sobre o assunto, não quer dizer que ela foi mal feita.
      Obrigado e abraço

      • Avatar
        Michel 19 de junho de 2020

        É por isso que eu disse, vocês “procuraram” a Honda. Não falaram com os motofretes, com os fabricantes, com os apaixonados por motos… Não falaram com ninguém. Ai vocês querem que essa reportagem seja boa ? Olha o nível dos comentários que tem nessa reportagem ? Só os velhos reclamando do barulho e disso e daquilo…

    • Avatar
      Cristiano 19 de junho de 2020

      Esses amaldiçoados desses escapamentos barulhentos que esses manos colocam nas motos só tem as seguinte seguintes serventias:
      1- encher o saco e fazer mais barulho para poderem badernar. Simples assim. Imagina quando os veículos elétricos tomarem conta… vão colocar pedaços de copinhos plásticos para bater nos raios e fazer barulho, como crianças que sonham com motos fazem com bicicletas? Quanto menos barulho, melhor, claro. Mas os baderneiros não pensam assim. Ah, e desde quando rua é pista? por que “escapamento esportivo”? Rua não é lugar de competição. Se o cidadão não tem 2a intenção de ficar badernando, não tem porque instalar isso.
      2- poluir mais. Alguma desgraça dessa tem catalisador agregado? Que eu saiba não, nem tem sentido, se o lance é liberar o fluxo para deixar a motoca mais venenosa…. não é mesmo? Assim, o maluco para ter uns CVs a mais tem que envenenar os demais para ele se sentir maioral. Imagina se todos fizessem isso, seria uma grande involução, voltaríamos nos anos 70-80 em termos de índices de poluição do ar. Santa ignorância e egoísmo!
      3- aumentam a animosidade entre os manos. Um vê que o outro têm a motoquinha venenosa e saem tirando racha. Pronto, tá feita a nhaca! Num racha, além do risco dos próprios infelizes se matarem, têm o problema de matar/machucar inocentes que nada tem a ver com a indolência dessa gente.
      Quem defende estas desgraças são:
      1- os baderneiros (lógico);
      2- quem fabrica e vende, portanto ganha dinheiro com essa maldição;
      3- governantes inescrupulosos (a maioria), pois lucram com os impostos e os votos dos baderneiros. Seria bem impopular quem proibisse isso.
      Quem tem um pingo de bom senso simplesmente detesta isso.

      • Avatar
        Alexandre 19 de junho de 2020

        Essa matéria me interessou porque qualquer dia eu mato um motoqueiro desses que alteram o escapamento.
        A polícia e o prefeito deveriam fiscalizar.

      • Avatar
        Nilson 20 de junho de 2020

        C liga tiozão

  • Avatar
    Taylor 19 de junho de 2020

    Existem situações diferentes, existe o escapamento barulhento e direto, o escapamento paralelo e o esportivo.

    Na legislação diz que não pode ser alterada a quantidade de emissões de gases poluentes e ruido:

    Paralelo: nas leis dizem que características originais não poderão ser alteradas, porém modelos similares ou de versões mais novas do mesmo modelo que sirvam podem, ou seja se o escape for substituído por um que atende as mesmas especificações do original pode sim, ninguém é obrigado comprar da marca original da moto, que as vezes nem existe mais.

    O escapamento direto e barulhento (“artes anal”): feito por pessoas de má índole, com intuito do caos e gerar ódio nas demais pessoas.

    O escapamento esportivo: para pistas (fechadas e autódromos) na maioria das vezes e/ou para motos que circulam em vias publicas mas com uma pequena alteração no som para o grave (sem ultrapassar o limite de fabrica, que deve ser informado em algum lugar pelo fabricante) e/ou que diminua a temperatura evitando queimaduras.

    Ai o X da questão, uma autoridade te aborda:
    Até onde ela é capaz de saber se foi alterado ou não?
    Como ele saberá se a emissão está dentro ou não dos padrões?
    Para tal ele deveria ter em mãos equipamentos com selos do INMETRO dentro da validade para assim efetuar medições e posteriormente autuações.
    Como no Brasil a lei é interpretativa vai do quanto ele for com a sua cara, o quanto mais você entender da lei e reclamar para o mesmo pior será, onde você for parado, onde você mora, modelo da moto e etc.

    Nem sempre o escape original é o melhor, eu troquei certa vez por um CROMADO que aquecia ao ponto do toque mesmo após horas de utilização, pois o original já tinha causado uma queimadura que deixou cicatriz.

    Tanto que, se fosse verdade, pastilhas de freio, pneus e quaisquer outras peças deveriam ser as mesmas que vem na moto 0km. Correto?

    Na verdade deve-se seguir o bom senso, o que pra alguns não incomoda pro próximo pode gerar um incomodo tão grande que alguns nem imaginam, imagina um barulho enfrente uma casa com pessoas doentes, existem pessoas que desmaiam ao ouvir um som muito alto, imagine essa pessoa desmaiando com algo na mão ou em uma escada.

    Se as pistas e autódromos não fossem tão caros para utilização, 80% dos que correm em ruas e fazem estas modificações não fariam em motos de circulação em vias publicas.

  • Avatar
    Cícero 19 de junho de 2020

    Boa noite. Em algumas situações o barulho serve COMO segurança contra os Motoristas se automóveis q não estão nem aí e continuam a usar o celular e assim trocar de faixa sem um lindo de atenção e sinalizar ao efetuar com a moto com seu escapamento efetuando um barulho maior poderá na maioria das vezes evitar um acidente.

    • Avatar
      carlos lopes teixeira 19 de junho de 2020

      Argumento típico de quem não sabe pilotar.

  • Avatar
    Raul 19 de junho de 2020

    Essa noticia deve ter mais destaque. Esses motoqueiros tem que saber disso, assim sabem o que pode acorrer caso fiquem fazendo barulho. Pois respeito e educação esses caras não têm.

  • Avatar
    johnnie 19 de junho de 2020

    Registro agora um caninho que simula apito em moto . Nas madrugadas são pura perturbação.

  • Avatar
    Marcelo Villalba 19 de junho de 2020

    Não conheço autoridade com vontade, capacidade nem moral para fazer a lei ser cumprida. Principalmente em ano de eleição municipal em que as multas são muito raras e os radares são desligados.

    • Avatar
      Cristiano 19 de junho de 2020

      Perfeita colocação!

  • Avatar
    MARCELO RICO PADUAN 19 de junho de 2020

    Se são proibidos pelo CTB, porque a venda é permitida em concessionárias e lojas de moto peças? Porque não proibir a venda?

  • Avatar
    Genésio 19 de junho de 2020

    É crime em pelo menos três legislações que disciplinam. A Resolução 252 da CONAMA proíbe a emissão do ruído acima de 99 dB. Basta retirar o escapamento numa moto de 4 cilindros para ir a 120 decibéis e que aumenta com a velocidade, razão principal da modificação, pois aumenta adrenalina do sujeito.O tolerado pelos ouvidos humanos é 85 dB.
    O Código de Trânsito e a lei do silêncio também podem ser requisitadas para coibir esses absurdos. Como a totalidade das prefeituras não querem agir, o jeito é o cidadão tomar suas próprias providências. Na minha cidade, vários condomínios já estão proibindo a entrada de motocicletas com escapamento barulhento modificado. É só a sociedade iniciar um boicote.

  • Avatar
    Ademir Storti 19 de junho de 2020

    Isso nem é preciso polemizar, tá claro que é falta de respeito com a Mãe ,Pai, vizinhos e o caramba a 4, andar com ridículas motos com escapamento barulhento, gasta dinheiro com isso não!, guarde e compre uma com mais potencia e original, fara mais bonito e estará livre da surdez precoce.

    • Avatar
      carlos lopes teixeira 19 de junho de 2020

      Nada disso vai resolver o problema do Pinto pequeno. Ele precisa extravasar seu problema para todos, já que não faz psicoterapia. É parecido com aquele cara que quer andar com uma pistola na cintura mesmo não sendo policial. A auto estima está comprometida. Deixem eles fazerem barulho, enquanto não se empoderam de outra forma.Coitadinhos.

  • Avatar
    Floncke 19 de junho de 2020

    O ruído já vinha piorando consistentemente, mas apos a pandemia e com a explosão dos serviços de entrega e a falta de controle de velocidade nas cidades, virou um grande inferno de ruídos de escapamentos “tunados” ate as 01h00 da manhã.

    Moro proximo de grandes avenidas, e estou planejando mudar de apartamento, por ter o sono perturbado de madrugada por essas motos fora da lei.

    Falta fiscalização, conscientização, respeito ao proximo – e depois punição e apreensão – insuportável e extremamente danoso a que acorda cedo no dia seguinte e perturba o sono consistentemente…

    Mesma historia com os farois de “xenon” e LED alta potencia desregulados. So servem para ofuscar quem vem em sentido contrário e satisfazer aos egos de quem quer provar alguma coisa para outros…. agora, a função principal que é Iluminar a via de forma eficiente, esquece…..

    • Avatar
      Edson 19 de junho de 2020

      Disse tudo !!! dias desses estava com um recém nascido no banco de traz do carro e parado no semaforo, quando uma moto parou ao lado com um escapamento insuportavel !! o bb comecou a chorar .. ai eu pergunto aos nossos governantes que tem a missao de exercer a lei, cade ? o minimo.. . ?? cade ?? sera q nenhuma autoridade de merda desse pais de terra sem lei !! porque a gente que trabalha, anda na linha tem q se submeter a esse absurdo !! o que esperar entao da seguranca, educacao e saude !?!?! se nem isso conseguimos ter !!! Brasil
      é um pais rico somente em natureza…. pq pelo povo e seus governantes nao da….. depois fala q a gente paga pau pra americano… ve se la é baguncado … Brasil ta no nivel da India…..

  • Avatar
    Marcelo 19 de junho de 2020

    Isso é algo que odeio na vida, moto barulhenta subindo a rua (escuto de longe vindo)! E como se ninguém tivesse ouvindo o barulho dessas mer*as de motos o infeliz ainda acha necessário buzinar toda vez que vai passar num cruzamento. Raça maldita!

  • Avatar
    Marcio Marques 19 de junho de 2020

    Paulo, concordo plenamente com o seu comentário ! nao faz sentido o fábrica ter a autorização para produzir e o cidadão que compra estar infringindo a lei.
    Bom, este tema sempre foi motivo de dúvida mesmo.

  • Avatar
    Euclides 19 de junho de 2020

    A verdade é que quanto mais barulhenta a moto, menor é o bilau do dono. A necessidade de compensar a falta de masculinidade desemboca no barulho

    • Avatar
      nei ribeiro 19 de junho de 2020

      Verdade,qto mais barulhenta,menor o Bilau do camarada,…..foi comprovado isso….!Deve ser uma compensação pela falta de alguns cm na sua identidade masculinial.

  • Avatar
    Jaislan 19 de junho de 2020

    Alegação totalmente falsa! Tanto que multa relativo a ART 230 sobre escapamento, são revogadas.

    Troca de escapamento não cai como alteração de característica, a mudança de escape não faz uma moto ficar diferente, além do quê? Faz o mesmo serviço do original, que e jogar os gases do motor para traz do veículo.

    A única regra que um escapamento esportivo tem que seguir, e sobre emissão sonora do mesmo, e se tem proteção de calor, seja ele interno, externo ou oculto.

    A própria reportagem, fala das empresas parceiras da Honda que fábrica escapamentos esportivos, se fosse assim, nem ela poderia comercializar.

    Finalizando, por regra, qualquer escapamento que se enquadra as regras do Conama sobre emissões de ruidos, está apto a ser utilizado sem necessidade de regulamento com o órgão de trânsito.

  • Avatar
    Milton 19 de junho de 2020

    Agora vem o doutor ex: delegado aposentado com uma Harley escapamento direto o guarda vira até de costas….agora um manézinho com uma 125 barulhenta ela vai pro caminhao….VAMOS FERRAR ESTE CARA!!!!

  • Avatar
    MÁRIO HMS 19 de junho de 2020

    Total falta de respeito o que esses motoqueiros retardados fazem ao acelerar suas lacraias fedorentas com seu som estridente insuportável sem se preocupar com os demais,seja em frente a escolas, hospitais, casas de funeral, idosos, etc, isso não importa pra eles. Uma idiotice sem tamanho…

  • Avatar
    João e María 19 de junho de 2020

    Se é proibido usar então tem que proibi as fábricas que fazem esses escapamento, só legalizado vender e não pode usar ? Eu to nem ai comprei um pra minha fan 160 2018 um escapamento US Racing da protork

    • Avatar
      Cristiano 19 de junho de 2020

      Parabéns!! Agora vc é o cara com sua super moto e o barulho dela! Não tem para ninguém!!

  • Avatar
    pedro vicente 19 de junho de 2020

    É intolerável ouvir o som estridente das motos – quando arrancam o motoqueiro faz questão de mostrar seu poder e fazem o maior barulho possível. Porque quando ocorre com automóveis tem multa? tá na hora de iniciar um trabalho educativo com motoqueiros e que as fábricas sejam obrigadas a fazer um escape menos poluidor!!!!!! Pedro

  • Avatar
    Leonardo 19 de junho de 2020

    Na boa na minha opinião deveria ser item de seguranca até por que os motoristas de hoje vivem em celular , o escape dessa forma ajuda com que os motoristas ouçam a moto chegando isso pode evitar acidentes,sobre alteração da moto se o cara está modificando é por que o cara sáb o que está fazendo é sáb que a moto vai consumir mais e etc…nunca vi uma moto superaquecer por conta do mesmo !
    Quem está querendo criar essa lei tinha que fazer uma pesquisa antes , e não tentar criticar uma coisa que não sáb!

    • Avatar
      Cristiano 19 de junho de 2020

      Parabéns!!! Clap Clap Clap Clap!! Aplausos!! Vou votar para vc para presidente!!! Todos irão colocar escapamento barulhento por questão de segurança!! Brilhante sua idéia!!! QI de gênio!!! O novo Einstein!

  • Avatar
    Paulo Silva 19 de junho de 2020

    Se é errado então porque permite vender via empresas de CNPJ, Paga impostos e taxas? Pra ganhar dinheiro com a venda o ESTADO PERMITE agora depois que o CIDADÃO vai usufruir aparece DE NOVO O ESTADO dizendo que é proibido e que vai tirar mais dinheiro com multa. Aí é difícil!

    • Avatar
      deivid 19 de junho de 2020

      Exatamente Paulo, eu penso a mesma coisa.Fui multado por ter um jeskap na minha kawasaki vulcan em Curitiba. ESta dentro dos parametrôs de ruído e de emissão, mas a blitz não tem como provar, não tinha nem decibilimetro

      Ora, se é proibido por nao ser “original” PROIBAM a Jeskap de atuar no país.

      *

    • Avatar
      Marcio Marques 19 de junho de 2020

      Paulo, concordo plenamente com o seu comentário ! nao faz sentido o fábrica ter a autorização para produzir e o cidadão que compra estar infringindo a lei.
      Bom, este tema sempre foi motivo de dúvida mesmo.

  • Avatar
    Lauro 19 de junho de 2020

    Olha, todo mundo fala que o Brasil é esculhambado e que nada funciona, e blá blá blá. Mas quando aplicam a Lei também reclamam…
    Tenham em mente o seguinte: Todo o veículo antes de ser lançado é “HOMOLOGADO” pelo DENATRAN. O veiculo é homologado com aquele escapamento, com aqueles retrovisores, com aquela setas, etc.. Qualquer alteração foge do que foi HOMOLOGADO. Então, multa e apreensão. É a Lei.

    • Avatar
      fabio dos santos 19 de junho de 2020

      Todas as motos vendidas no Brasil tem sua potencia reduzida devido as nossas leis arcaicas. Se estivessemos falando de um país sério até concordaria com vc.

      • Avatar
        Mateus 20 de junho de 2020

        Nossa lei de poluição e ruído é uma das mais modernas do mundo guri …

  • Avatar
    Henrique 19 de junho de 2020

    Existe uma grande diferença entre MOTOCICLISTA, e MOTOQUEIRO! ‘Canos esportivos”, são usados por aqueles frustados, por não ter uma moto grande, por isso essa carência em aparecer com essas fedorentas barulhentas. Botem uma coisa em suas cabeças: Barulho não significa andar mais! Como foi feito em Recife(?) se não estou enganado, todo aquele que fosse pego com esses artifícios, deveriam ser colocados abaixados ao lado de seus “canos esportivos”, já que acham tão bonito o seu barulho, e vir a autoridade e acelerar, acelerar muito até arrebentar os seus tímpanos. Sou motociclista há 30 anos, antes que falem que não sei sobre o que estou falando.

    • Avatar
      Fabio Gomes 19 de junho de 2020

      Motocicletas são quase invisíveis aos retrovisores dos veículos maiores, se não produzirem som diferenciado, acabam sendo atropeladas neste trânsito de hipócritas certinhos que “andam sempre na linha”. Também conduzo carros e motos, e apesar de não gostar do barulho, concordo que se o Estado permite a comercialização destes acessórios esportivos e ainda tributa sobre eles, não deveria impedir o seu uso, já que não é proibido!

      • Avatar
        Helio 19 de junho de 2020

        Finalmente uma opiniao sensata. O transito esta cheio de barbeiros . Acidentes com moto 98% e o carro que vem pra cima da moto. Ja nao enxergam o que deviam enxergar por falta de atencao. Se nao escutar tambem a moto fica invisivel. Ruido do escape, nao precisa ser exagerado, mas tem que ter, para seguranca do motociclista contra os navalhas do transito.

    • Avatar
      nei ribeiro 19 de junho de 2020

      Aqui na minha cidade,os entregadores de lanche,delive,passam na rua com esses carangos,que ate pra ouvir o som da TV na minha sala fica dificil….Deve ser revolta,acho!

      • Avatar
        Cristiano 19 de junho de 2020

        Com todo respeito, contra fatos não tem argumentos. É complexo de inferioridade, Nei. Só assim para o cara ser notado…..

  • Avatar
    joao batista aparecido do carmo 19 de junho de 2020

    a troca do escape pra incomodar os outros com barulho mostra a frustração por não ter moto com a potencia que gostaria e falta de consciência,pois acaba despertando sentimentos que não se deseja sobre motociclistas conscientes.

  • Avatar
    ROGÉRIO PAIVA 19 de junho de 2020

    Deveria poder trocar sim, mas permitido para menor barulho. Como já li em outros comentários, respeito ao próximo é importante, pq na maioria das vezes quem troca quer fazer mais barulho. Bem, gosto é gosto, mas neste caso nunca surpreenderá ninguém com um barulhos destes.

  • Avatar
    Tyler 19 de junho de 2020

    Creio que você comprar e pagar uma moto com seu dinheiro e não poder fazer as modificações que quer é injusto tanto quanto as pessoas que incomodam os outros com o som… Eu tenho uma XJ6 e coloquei escapamento esportivo, mas não incomodo ninguém, pois ando mais em estradas e o barulho não é tão exagerado é apenas mais grave .
    Se é contra a Lei, então porque não fecham as empresas que produzem. Assim ninguém compra !!!

    • Avatar
      Lauro 19 de junho de 2020

      Olha, todo mundo fala que o Brasil é esculhambado e que nada funciona, e blá blá blá. Mas quando aplicam a Lei também reclamam…
      Tenham em mente o seguinte: Todo o veículo antes de ser lançado é “HOMOLOGADO” pelo DENATRAN. O veiculo é homologado com aquele escapamento, com aqueles retrovisores, com aquela setas, etc.. Qualquer alteração foge do que foi HOMOLOGADO. Então, multa e apreensão. É a Lei.

  • Avatar
    Fulano 19 de junho de 2020

    Ja não tem nada para fazer ai, se não andar de moto barulhenta. faz oq ?

    • Avatar
      Sicrano 19 de junho de 2020

      Nao tem nada para fazer ? Pega um livro , na Biblioteca Publica se nao tiver dinheiro. Vai ler, estudar, viajar o mundo atraves da leitura, mas pare de perturbar os outros !!

  • Avatar
    Fernando 19 de junho de 2020

    Motos de rodagem em cidade abaixo de 600 cc não deveria ser permitido a troca… deveria ser obrigatório manter o escapamento original e em boas condições….

    • Avatar
      fulano 19 de junho de 2020

      boa, ate mesmo pq o barulho é feio pra caramba.

    • Avatar
      Tyler 19 de junho de 2020

      Em certo ponto até concordo com sua colocação. Mas você porque muitas vezes os pilotos deixam suas motos barulhentas ?
      Por que com os escapamentos originais os motoristas dos carro não ouvem o motociclista. O que mais acontece é converterem sem dar seta ou ao menos olharem para o lado.
      Acontecem muitos acidentes devido a isto, conheço muito motociclistas com escape original que se acidentaram porque o motorista não olhou ou o ouviu passando.
      Tudo é questão de conscientização dos dois lados !!!

      • Avatar
        Heverson Clayton 19 de junho de 2020

        Isso realmente é verdade…. deveriam abrir o escapamento…. aumentar os decibéis da buzina….. e acrescenta um berrante

      • Avatar
        Jr 19 de junho de 2020

        Nada a ver colega.
        O barulho é jogado para trás.
        Só incomoda quem está atrás.
        Quem está na frente não ouve de qualquer modo.
        Essa falácia é usada para tentar justificar o injustificável.

  • Avatar
    gilmar cesar 19 de junho de 2020

    Para variar, neste pais da bandalheira, falta de respeito e educação, vivemos nas cidades sujeitos a ruídos extremos em qualquer hora do dia.
    O pior, que não temos nenhuma ação das autoridades de representação do município e/ou estado, caso aqui da cidade onde resido, Barra do Piraí-RJ.
    O numero de motocicletas com descarga alterada é absurdo, principalmente as usadas para serviços de delivey .
    FALTA DE RESPEITO AO PRÓXIMO!!!

    • Avatar
      Genésio 19 de junho de 2020

      Falta de fiscalização, de querer trabalhar. É atribuição das prefeituras auxiliada pelas polícias e, na ausência, do Ministério Público quando acionado por associação ou de ofício. Acontece que ninguém quer tirar a bunda da cadeira, só receber o salário que nós, cidadãos lhes pagam.

    • Avatar
      Sicrano 19 de junho de 2020

      Verdade mesmo. Morei 4 anos fora do Brasil, num pais do primeiro mundo. Quando retornei pude ver o tanto que nossas residencias e nossas cidades no Brasil nao sao isoladas acusticamente e nem termicamente. TODO O BARULHO DA RUA chega de imediato , as casas sao expostas a esses frustados que emporcalham as cidades de lixo, pichacao e barulho infernal o tempo todo ! Motinhas que nao andam p0rr4 nenhuma mas tem que fazer muito barulho, para infernizar as pessoas. Nem me pergunte se vale a pena morar no Brasil ! Nem quem tem dinheiro vive bem no Brasil, pois se transforma num alvo de TODOS OS BANDIDOS e manolos.

  • Avatar
    Pedro Carvalho 19 de junho de 2020

    As motos que possuem seu escapamento modificado deveriam ser APREENDIDAS! Aproveitando, deveria ser expressamente PROIBIDO trafegar pelos CORREDORES.

    • Avatar
      Fulano 19 de junho de 2020

      esse aqui, anda de ónibus… e tem inveja dos motocas

  • Avatar
    ADILSON ALVES FREIRE 19 de junho de 2020

    aceite a LEI!

    • Avatar
      fulano 19 de junho de 2020

      deve andar de bike só pode.

  • Avatar
    Sidnei Roberto Franco 19 de junho de 2020

    Realmente todas a Motos que transitam em minha cidade de Mogi Mirim/SP; trocaram seus escapamentos e fazem um barulho ensurdecedor,
    Não tem FISCALIZAÇÃO por parte das autoridades.

    • Avatar
      Sicrano 19 de junho de 2020

      As cidades foram invadidas por essa turba de motoqueiros com motinhas 124 ou 150, que nao andam nada, cuja unica alegria deve ser fazer barulho apenas. Pelo menos as motos potentes que fazem barulho andam muito, passam rapidinho, mas as broacas 125 barulhentas demoram um tempao para passar, de tao lentas. PS Ja tive motos 125 e 350 no passado e nao era o barulho que me dava alegria e sim o conjunto de ciclistica, manobrabilidade e desempenho.

Avatar
Deixe um comentário