Honda Forza 300: scooter chega em breve ao Brasil

Equipado com generoso porta-malas em baixo do banco, controle de tração e pára-brisas regulável, o scooter Forza 300 está na fila para desembarcar

Por Teo Mascarenhas20/07/20 às 12h30

A Honda do Brasil demorou a entrar no segmento dos scooters, veículos urbanos práticos e econômicos, apresentando o modelo PCX 150 em 2013. De lá para cá, segue ampliando a linha para descontar o atraso. O próximo modelo da fila para desembarcar no Brasil, ainda em 2020 é o Forza 300, ou “Força” 300.

Os sinais são claros: a Honda registrou a patente do modelo no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) e também exibiu o Forza 300 no Salão das Duas Rodas, em São Paulo, em novembro de 2019, para medir a reação do público. Porém, com o revés do mercado em função da pandemia, os planos podem mudar.

VEJA TAMBÉM:

Quando chegar, entretanto, o Forza 300 já vai encarar a concorrência do tecnológico e recém lançado Yamaha XMax 250 e também com o modernizado Dafra Citycom 300 HD, pioneiro no segmento, produzido desde 2010 em parceria com a taiwanesa SYM (Sang Yang Motors) e também com o Kimco Dowtown 300i, por exemplo.

Evolução do Forza 300

O Forza 300 foi lançado na Europa em 2000, em um mercado bastante competitivo, somando características urbanas e também com uma parcela touring para encarar estradas, em viagens de menor distância.

Em 2004, ganhou o sistema com chave contra roubos e maior porta malas sob o banco. Em 2005, incorporou os freios ABS e em 2008 passa a contar com o sistema S-Matic com modos de mudanças automáticas do câmbio CVT e freios ABS combinados.

Em 2016, o Forza 300 passou por completa modernização no visual (Sit-In, com túnel central mais alto), cuja base vigora até hoje. Em 2018, o scooter da Honda, ficando mais leve e mais esportivo. O quadro foi redesenhado, com leve aumento da distância entre eixos (1.510 mm), banco um pouco mais alto, a 780 mm, roda traseira um pouco maior, passando de 13 para 14 polegadas de diâmetro e roda dianteira de 15 polegadas.

Ainda em 2018, o Honda Forza 300 também passa a contar com controle de tração e para-brisa ajustável eletricamente na altura em 140 mm. Em 2020, ganha versão limitada Especial Edition , com pintura exclusiva, acabamento com costuras vermelhas no banco em couro e filete vermelho nas rodas, mantendo, porém, todo o conjunto mecânico e técnico anterior

O que é legal

Assim como a edição especial limitada (com diferenças apenas na pintura e acabamento), o Forza 300 de série preserva as mordomias urbanas, como o prático câmbio automático CVT e um generoso porta-malas em baixo do banco com capacidade para acomodar dois capacetes fechados, ou outros volumes e compras.

No escudo frontal, também existem porta-luvas, um deles com chave, e uma tomada 12 V para guardar e recarregar o telefone celular, ou outros eletrônicos. Existe também, a possibilidade de encaixar como acessório, um bauleto traseiro, ampliando a capacidade de transportar volumes.

O banco e tampa do tanque de combustível, com capacidade para 11,5 litros, podem ser abertos em teclas no escudo frontal, ou remotamente com a chave inteligente.

O motor do Honda Froza 300 tem um cilindro, quatro válvulas, 279 cm³ e arrefecimento a água é o mesmo que equipa o scooter SH 300i. A potência atinge 25,2 cv a 7.000 rpm e o torque chega a 2,8 kgfm a 5.750 rpm. O Forza 300 conta com o controle de tração (HSTC), que pode ser desligado.

O motor comum aos dois sooters, com mínimos ajustes, também facilitaria a logística entre os modelos que, entretanto, atuam em nichos mercadológicos (Sit-In e Step-Through), diferentes.

O painel do Forza 300 tem dois mostradores analógicos (velocímetro e conta-giros) redondos e uma tela digital entre os dois com o computador de bordo, além de relógio de horas e carga da bateria.

O conjunto de faróis dianteiros tem iluminação em LED, com as setas dianteiras integradas aos retrovisores. A suspensão dianteira é telescópica tradicional, não invertida, com tubos de 33 mm de diâmetro. A suspensão traseira tem dois amortecedores com possibilidade de sete ajustes na pré-carga, para ajustar o peso transportado.

Os freios, equipados com sistema ABS, tem disco simples de 256 mm de diâmetro na dianteira, enquanto na traseira o disco tem 240 mm. O peso, já abastecida, é de 182 kg.

Fotos Honda | Divulgação

Teo Mascarenhas

Especialista na cobertura do mercado de motocicletas e competições com mais de 30 anos de experiência.

Teo Mascarenhas
34 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Henrique 2 de outubro de 2020

    Que terra maravilhosa
    Na hora de comprar ser assaltado pelo fabricante
    Na hora de documentar ser assaltado pelo governo
    Na hora de andar ser assaltado pelo ladrão
    Vai Brasilllllll

  • Avatar
    Henrique 2 de outubro de 2020

    Que terra maravilhosa a nossa, compra e uma Scooter dessa e ser assaltado 3 vezes
    Pelo fabricante
    Pelo governo
    Pelos bandidos
    Vai Brasillllll

  • Avatar
    Airton Germano Rangel. 23 de setembro de 2020

    Não vejo a hora de fazer teste derive na NC750 é na forza 300.

  • Avatar
    Hayato 3 de setembro de 2020

    Virá custando acima de 30k… Isso se realmente vier, pois com o câmbio acima de R$ 5,00 Não tem produto importado que seja competitivo. A Honda mostrou no Salão do ano passado mas o cenário era outro e quanto ao registro no INPI, a Honda registra seus produtos mesmo, mesmo que globais, para garantir Que não haverá impedimentos futuros, caso resolva lançar por aqui.

  • Avatar
    ARNO KAFER 17 de agosto de 2020

    Reclamam do preço !! O problema é que querem regras de economia de mercado – concorrência, abertura de mercado, etc. , mas elegem candidatos socialistas que só defendem um Estado gigante, que controla tudo. Quando o brasileiro aprender a fazer uma leitura correta da situação do mercado, vai votar direito e parar de culpar as montadoras. Até lá, vai ser assim !!

  • Avatar
    Rui Lima 17 de agosto de 2020

    Não entendo porque motivo, sendo UMA moto do tipo scooter, é UM Forza!!!

  • Avatar
    João 25 de julho de 2020

    Eu queria muito comprar a xmax, esperei muito. Mas por ter vindo a 250cc eu desisti. Estou segurando a troca da minha Nmax160. Se víesse logo essa forza 350 eu compro com gosto só para dar essa resposta para a Yamaha Do Brasil. Faço diariamente do trajeto SP para Alphaville e gosto de fazer de Scooter.

  • Avatar
    Jean ferra 23 de julho de 2020

    Ola honda, pelo amor de Deus traga logo, pois milhares de pessoas estão com o dinheiro parado pra pegar a Forza, mas estão coçando os dedos pra pegar a xmax250, então façam algo rápido e tragam logo!!!

    • Avatar
      Rodolfo Teixeira 8 de agosto de 2020

      Exatamente esse o meu caso.

    • Avatar
      José roberto escudero Escudero 18 de agosto de 2020

      Exatamente, comprei a xmax excelente e na me arrependo.

    • Avatar
      Rene 24 de agosto de 2020

      Sem notícias novas do Forza as opções são Xmax e HD300!! Vamos Honda, minha PCX já está precisando de troca…

  • Avatar
    Fábio De Brito Ferreira 22 de julho de 2020

    Poderia ser dono de todo o dinheiro do mundo, jamais pegarei 25 mil reais em uma moto 300cc.

    • Avatar
      Mauro 23 de julho de 2020

      Nem eu estou feliz dando pau nas sh 300 com minha kymco não troco ela nem que a vaca tussa

  • Avatar
    José Santos 22 de julho de 2020

    Com esse estilo modernoso, vai virar o queridinho dos bandidos nas capitais, assim como PCX e NMAX já o são.

  • Avatar
    Ineomar Ramos dos santos 22 de julho de 2020

    me interveio nela mas tem consórcio deste modelo já
    Qual consumo dela

  • Avatar
    Higor 21 de julho de 2020

    Bem, vejo a scooter com bons olhos. Excelente para o dia a dia. Mas o que tira o tensão de comprar uma scooter, é o seu elevado valor de comércio. 150cc R$12.000, 250cc R$25.000, 500cc R$60.000. Isso se torna um verdadeiro assalto. Não é o valor do produto que diferenciar o perfil do usuário e sim o estilo. Tenho a minha Maxsym e não consigo pensar em vender.

  • Avatar
    Walmor knabben 21 de julho de 2020

    Muito bonita mas falta divulgar preço e consumo

  • Avatar
    Aleandro Grossi Nicioli 21 de julho de 2020

    Também concordo trazer a moto para o Brasil , más tem que ver o valor dela, exemplo da nmax o valor é de 25.000.00reais ,mas tem o consórcio dela não é,acho bacana trazer essa novidade para cá más não num valor tão alto porque uma cb500x o valor é de 35.000.00mas também tem seu consórcio que é de 455.00por mês até 72meses,bom fica o meu comentário a todos . Obrigado aleandro

  • Avatar
    Luciano Bento da Silva 21 de julho de 2020

    Qual o valor ?

  • Avatar
    Pascoal Marki 21 de julho de 2020

    Que tenha o preço convidativo. Assim espero.

  • Avatar
    Eliana Eugênia pereira Pinto 21 de julho de 2020

    Quero saber quando chega ao Brasil é preço

  • Avatar
    Julio Cesar 21 de julho de 2020

    Vamos ver o preço da Forza né… Quanto a City HD achei bacana, o design não é dos mais bonito porém mais forte que as concorrentes, tá mais leve e enxuta(muitobom), com o espaço interno maior sem a bateria, sem frescura… Me atenderia super bem no dia a dia.
    Eu ia fechar uma HD mas vou esperar a Forza pra ver… Honda né! 😉

  • Avatar
    Silvana Rossi 21 de julho de 2020

    Ebaaa:) Não vejo a hora da Forza chegar ao Brasil para eu trocar a minha PCX que também é uma maravilha. Estou acompanhando seus passos para vir pro Brasil,desde muito tempo e quando fui no salão Duas Rodas 2019 e vi a Forza lá, minhas esperanças foram renovadas.

  • Avatar
    Sandro de Oliveira soares 21 de julho de 2020

    Legal, vai fazer igual à Yamaha e trazer refugo lá de fora. O Xmax que é lançamento aqui já foi substituído no mercado exterior, o Forza já foi substituído pelo Forza 350, aí fazem o lançamento do modelo antigo e cobrando uma fortuna. O pior é que o brasileiro aceita.

    • Avatar
      Gustavo ridzi 21 de julho de 2020

      Tem que vir o modelo antigo e com cilindrada abaixo de 300, senão os impostos são quase o dobro e a moto custaria quase 30, e o valor da xmax esta 2k mais caro que a dafra que nem chega aos pes da yamaha…..quanto aos preços culpe o governo e não as montadoras….abçs

    • Avatar
      Fabio lopes 21 de julho de 2020

      Pior que é assim modelo já é batido lá fora. Aí vem para o Brasil com preço absurdo quando eu fui no salão duas rodas o vendedor falou que pode chegar 26 mil eu até iria comprar a Downtom 300i. Mas vou esperar chegar a Honda forza eu sei que vai arrebentar de vender

    • Avatar
      Fábio Lopes 6 de agosto de 2020

      Concordo com você sandro de Oliveira é assim mesmo lá fora já já não vende mais. Agora vem pra cá como lançamento e um absurdo de preço pelo que eu fiquei sabendo vai custar 26.600

  • Avatar
    Luiz Fonseca 21 de julho de 2020

    É uma cópia exata da Citycom 300i, aliás até aqui imbatível…pois já vem com toda tecnologia necessária. Tenho uma há anos e por enquanto deixa as concorrentes a ver poeira

    • Avatar
      Gustavo ridzi 21 de julho de 2020

      Ta atrasadop hein amigo, citycom e 2k mais caro que a Xmax e nao tem metade da tecnologia da yamaha, vai ver a xmax e depois comenta aqui

      • Avatar
        Gustavo ridzi 21 de julho de 2020

        2k mais barato que a xmax

  • Avatar
    Lenaldo Alves Dos Santos 21 de julho de 2020

    Quando chegar
    Eu estarei na fila.

  • Avatar
    Elismar Firme 21 de julho de 2020

    Ótima notícia, estou aguardando a Forza 300 desde que foi apresentado do salão 2rodas.

    Espero que chegue com um preço justo sem exagero!

  • Avatar
    Tadashi 20 de julho de 2020

    É realmente uma belíssima máquina mas como sempre, o valor será absurdo, aquele que só o brasileiro topa pagar…

    • Avatar
      Julio Cesar 21 de julho de 2020

      concordo com vc

Avatar
Deixe um comentário