10 carros que viraram piada: eles nos fizeram rir por variadas razões

Alguns dos modelos da lista têm defeitos que beiram o ridículo, mas nem todos eram ruins: pelo contrário, alguns provocam risos até pela simpatia

Por Fernando Miragaya 28/02/21 às 08h30
chery new qq
Chery QQ foi uma piada de mau gosto (foto: chery | Divulgação)

Todas as profissões têm, merecidamente, o seu dia. Na última sexta-feira, (26), por exemplo, celebrou-se o Dia do Comediante. Um profissional que, felizmente, existe para nos fazer contrair os músculos da face, desopilar o fígado e esquecer um pouco das mazelas do dia a dia. Então, chegou a vez de nós homenagearmos esses profissionais que nos fazem rir: separamos 10 carros que se tornaram piadas.

VEJA TAMBÉM:

10 carros que viraram piada

Só que a lista não segue obrigatoriamente motivos negativos. São modelos de automóveis que podem fazer rir por diversas razões: por um desenho excêntrico, por um mau posicionamento no mercado ou por ter sido um projeto realmente mal planejado.

1. Lifan 320

lifan 320
O Lifan 320 tinha cara de Mini

Tudo bem que as descaradas cópias chinesas de carros de sucesso são comuns e costumam provocar piadas e chacotas, mas essa extrapolou os limites do bom senso. Com o 320, a Lifan imitou tanto o Mini Cooper que até tascou as faixas duplas na carroceria.

O modelo chegou a ser vendido no Brasil durante dois anos. Lançado por aqui em 2010, foi importado do Uruguai. Não só o design, como o conjunto do 320 eram de fazer rir… para não chorar. Usava um motor 1.3 barulhento e aparentava fragilidade no rodar.

2. Fiat Multipla

fiat multipla 50

A minivan nunca foi vendida aqui, mas sempre é referência quando falamos de carros esquisitos. A Multipla é um dos carros que se tornaram piadas especialmente pelo design para lá de exótico. Parecia um sanduíche de duas carrocerias, sendo que a parte de cima remetia a uma cabine de desenho animado dos Jetsons, enquanto a base do para-brisa seria o recheio esparramado para fora do pão.

O estilo quadradão também não colaborou, muito menos a ponta do capô proeminente e os conjuntos óticos redondos. Feita sobre a plataforma do Brava que conhecemos aqui na década de 1990, a Multipla foi produzida entre 1998 e 2010 e cumpria a sua função muito bem.

Oferecia seis lugares – eram duas fileiras de três lugares – e foi eleita o melhor veículo familiar da Europa por anos seguidos. Como também foi apontado como modelo mais feio do continente nas mesmas votações…

3. Toyota Etios Cross

totyota etios cross 2014

O hatch não é uma piada em si. O carro tem ótima mecânica e espaço interno interessante para o segmento de compactos, o que o fez até superar as críticas fortes contra o projeto indiano, especialmente pelo acabamento simples demais para os padrões Toyota. Mas a aventura do Etios, sim, provocou risos.

Toyota Etios está prestes a sair de linha: Boris Feldman explica!

A variante Cross, lançada no fim de 2013, conseguiu complicar um desenho que já estava longe de ser unanimidade. Seguindo a receita de bolo dos aventureiros, o modelo tinha um monte de apliques plásticos escurecidos pela carroceria. Ficou esquisito e, em 2018, a marca japonesa encerrou a produção da versão.

4. Pontiac Aztek

pontiac aztek 14

Mais uma presença certa em qualquer relação de carros esquisitões e feios. Hoje, nem o modelo nem a marca existem mais, porém o Aztek virou até cult de tão exótico que era. Visto de perfil, tinha porte de um SUV normal, mas quando você olhava de frente, caía na gargalhada.

Os faróis em dois níveis pareciam ser cada um de um carro diferente. A grade bipartida pouco ajudava. A traseira era até futurista. Uma peça abaulada de vidro fazia as vezes de tampa do porta-malas e era acompanhada de lanternas elevadas. O Aztek fez sucesso também na televisão, como o pacato carro do professor de química e produtor de metanfetamina Walter White (Bryan Cranston) no seriado “Breaking Bad”.

5. Peugeot Hoggar

Peugeot Hoggar
Em 2010, a Peugeot apostou na picape Hoggar (Fotos: Peugeot | Divulgação)

Essa custou a autonomia da Peugeot brasileira em relação à matriz e, apesar de ser uma picape boa de dirigir, virou piada. Primeiro, a Hoggar usava uma base do 207 brasileiro, que não era o 207 de verdade, mas uma adaptação da plataforma do 206 que já tinha deixado de ser produzido na Europa.

Para completar, a Hoggar tinha um desenho bastante ousado e que não era unanimidade. Some a isso o fato de que a Peugeot se lançou em um segmento amplamente dominado pela Fiat e que ainda tinha marcas com mais tradição na categoria de comerciais leves, como General Motors, Ford e até a Volkswagen. Foi um fiasco em vendas.

6. Renault Twingo

renault twingo vermelho de frente em movimento

Antes de mais nada, esse que vos escreve gosta muito do Twingo – e vive à caça de um para comprar. Noves fora isso, o monovolume subcompacto claro que despertou risos, seja pelo design controverso, seja pelo jeito simpático ou mesmo pelo espaço interno surpreendente.

Produzido entre 1992 e 2007, chegou ao Brasil em 1994 e logo foi um dos carros que se tornaram piada… para a concorrência. Um comercial naquela década ironizava o Renault, o chamando de “carro engraçadinho” ao som de um pato grasnando.

Chegou a ser produzido no Uruguai e deixou de ser vendido aqui em 2002. Até há um novo Twingo na Europa, com direito à variante elétrica, mas esse perdeu completamente a graça.

7. Fiat Linea

fiat linea 1 4 16v t jet 2008 30

Pô, o Linea entre os carros que se tornaram piadas? Calma, que a gente explica. Lançado em 2008 sobre a plataforma do Punto, o modelo nos fez rir pelas suas pretensões. Em vez de botar o carro para brigar, à época, com Volkswagen Polo Sedan e Honda City, a Fiat anunciou em alto e bom som que o modelo ia concorrer com… Toyota Corolla e Honda Civic.

Pois é, foi preciso se segurar para não cair na gargalhada. O Linea era menor que os sedãs médios líderes de mercado. Para complicar, ainda carregava um áspero motor 1.9 e não tinha câmbio automático, mas a confusa caixa automatizada de embreagem simples Dualogic. Nem a versão turbo T-Jet ajudava o Linea.

8. Lada Laika

lada laika branco de frente

Em 1991, Lada foi uma das primeiras marcas a vender veículos aqui após a retomada das importações de automóveis. A então montadora soviética trouxe muitos carros motivos de piadas, principalmente devido ao design quadradão típico dos anos 1970, como o Niva e o Laika. Sem falar no acabamento simples e na ausência de qualquer suavidade no rodar.

O sedã compacto também chamava a atenção pela robustez e o custo/benefício agressivo. Na verdade, o Riva (como o modelo era conhecido na Rússia) ou Nova (nome usado em mercados europeus) usava como base o Fiat 124 e foi produzido até 2012.

9. Willys Gordini

willis gordini branco lateral

Produzido pela Willys-Overland no Brasil e derivado do Dauphine, o Gordini começou a ser vendido no nosso mercado em 1962. Tinha bom espaço interno, porta-malas generoso na frente e a conveniência das quatro portas. Porém, provocou piadas e apelidos maldosos.

A suspensão – independente na frente e atrás – e a transmissão manual de quatro marchas davam muitos problemas. Por causa da durabilidade ruim destes e de outros componentes, o Gordini passou a ser chamado de Leite Glória, por se “desmanchar” como o produto derivado da vaca…

10. Chery QQ

chery qq

O subcompacto chinês talvez seja o que mais mereça estar entre os carros que se tornaram piadas. E foi uma piada de mau gosto. Começou a ser importado para o Brasil em 2011 e arrancava risadas pela fragilidade. Os pedais eram molengas e a carroceria oscilava em qualquer situação, sem transmitir a mínima segurança.

Os motores 1.1 e 1.0 careciam de força e nem por isso eram o suprassumo em economia. O acabamento era ruim, o pós-venda tinha reputação contestada e as peças eram difíceis de achar. Não teve qualquer graça.

Bônus: Mercedes-Benz Classe X

mercedes benz classe x picape

A gente não podia falar dos carros que se tornaram piada sem citar a chacota mais recente da indústria automotiva. A primeira picape média da Mercedes-Benz não durou nem três anos de vida. Lançada cheia de pompa em 2017, era fruto de uma parceria com a aliança Renault-Nissan-Mitsubishi – a plataforma e componentes serviam à nova geração da Frontier, à então inédita Alaskan e à futura L200.

A Classe X chegou a ter a produção confirmada em Córdoba, na Argentina, descartada logo depois. Só foi produzida até o ano passado em Barcelona, na Espanha, de onde saíram apenas 8 mil picapes – de um total de 38 mil unidades fabricadas da plataforma compartilhada.

SOBRE
14 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Nilson 4 de março de 2021

Faltou o glorioso Effa M100 nessa lista. Era ainda pior que o Chery QQ.

Avatar
Sir.Alves 2 de março de 2021

A dupla ETios e Spin podem ate ser bons carros mas me arrancaram risadas sim, eram etzinho & capivara,kkkk parece ate dupla sertaneza. Fiquem na paz.

Avatar
Daniel Melara 1 de março de 2021

Deveriam ter citado o Agile com aquele “bocão” aberto na frente hehehe
Sobre o Twingo, tinha mesmo uma propaganda fazendo chacota do carro engraçadinho. Era muito engraçada hahahahaha era do Hyundai Accent.

Avatar
TOMAZ SARTO PIRES DE ALBUQUERQUE 1 de março de 2021

1991 URSS? ótima semana piada!

Avatar
Daniel Melara 1 de março de 2021

Deveriam ter citado o Agile com aquele “bocão” aberto na frente hehehe
Sobre o Twingo, tinha mesmo uma propaganda fazendo chacota do carro engraçadinho. Era muito engraçada hahahahaha era do Hyundai Accent.

Avatar
Daniel 1 de março de 2021

Era para eu ter postagem um comentário e sem querer acabei te respondendo! Eita hehe

Avatar
Leitor 1 de março de 2021

Ultimamente o consumidor tem muitos motivos pra não comprar nenhum carro kkk, tá preferindo andar de Uber kkk
É combustível caro, IPVA caro, seguro caro, manutenção cara, financiamento caro, depreciação do carro, estacionamento caro, trânsito estressante, multas, licenciamento, seguro obrigatório, pedágio, assaltos etc… Ufa! Acho que é bem
melhor andar de Uber mesmo kkk

Avatar
Nanael 1 de março de 2021

O único defeito da classe X, o realmente único defeito mesmo era não ser um Mercedes-Benz… se eu mudar meu nome para Albert de Mônaco, não terei uma Charlene me esperando em casa.

Avatar
Andre Martini 28 de fevereiro de 2021

Otima materia, porem agora deveria ser escrita uma segunda parte com os carros que fazem seus motoristas rirem pelo motivo certo, como ótimo desempenho, dirigibilidade acertada, suspensão que consegue conciliar conforto com estabilidade, acabamento primoroso, amplo espaço interno, ótima relação custo benefício, generosa lista de itens de série, etc, tudo o que deixa seu motorista feliz.

Avatar
Sir.Alves 1 de março de 2021

Pois é amigo, classe X, lindo carroé só alegria…acabamento é de uma… Mercedes… ficam no chinelo S10 & Capolux e etc… Outra alegria é o Fiat Linea etorq 1.8 MT, só sabe a alegria de dirigir quem… dirige! Anda muito bem, faz raiva nos vovôrolas 2.0 que nao acompanham.

Avatar
Plínio 28 de fevereiro de 2021

Claro que numa lista de 10 carros, não iriam todos os motivos de piada, ainda mais no Brasil, pais da zoeira…mas alguns hilários que faltaram: Tipo incendiário, que precisava de dois extintores de incêndio, Marea, Fox decepador de dedos…

Avatar
Fernando Alex de Souza 28 de fevereiro de 2021

Lembrei do VW Zé do Caixão, acho que poderia estar nesta lista!

Avatar
Leitor 28 de fevereiro de 2021

E o pior é que sempre tem trouxa pra comprar kkk

Avatar
Gleydson Dias 28 de fevereiro de 2021

Faltou o carro da marca chana…………………………..esse virou meme quando foi fotografado uma chana levando ferro

Avatar
Deixe um comentário