10 sedãs com motor de 4 cilindros no mercado brasileiro

Muitos consumidores ainda torcem o nariz para motores de três cilindros e procuram a 'confiança' dos propulsores 'à moda antiga'

Por Fernando Miragaya 16/12/20 às 19h45
Especial para o AutoPapo
nissan versa 2021
Nissan Versa chegou ao mercado apenas com motor 4 cilindros aspirado (Foto: Nissan | Divulgação)

Volta e meia você lê nas reportagens, listas e avaliações do AutoPapo o termo downsizing. A busca por eficiência e as normas de emissões cada vez mais severas forçaram uma corrida dos fabricantes por motores compactos, leves e, consequentemente, com menor atrito entre as peças e mais econômicos. Propulsores de três cilindros se espalharam pelos carros compactos.

Só que muita gente ainda torce o nariz para a novidade e quer um “motor raiz” no segmento – e não necessariamente conjuntos mecânicos veteranos. Veja os sedãs com motor 4 cilindros.

Volkswagen Voyage

volkswagen voyage 2020
Voyage tem três opções de motor, duas delas com 4 cilindros

O Voyage é um dos mais antigos sedãs com motor 4 cilindros, mas em duas variações e com um certo abismo entre elas em termos de modernidade. A versão intermediária com câmbio manual carrega o velho EA111 1.6 com oito válvulas e potência de 104/101 cv.

O top de linha com câmbio automático de seis marchas usa o EA211 1.6 16V de 120/110 cv – o MSI que equipa também o Virtus, como você verá a seguir. Já o mais barato da linha, o 1.0, se rendeu à era tricilíndrica.

Fiat Grand Siena

grand siena gnv prata
Grand Siena pode vir preparado de fábrica para usar GNV

O Giat Grand Siena mantém vivo o velho motor 4 cilindros da linha Fire. E nas quatro versões à venda no país. O 1.0 de 75/73 cv serve às opções mais baratas, e o 1.4 de 88/85 cv vai nas mais equipadas.

Os dois motores têm oito válvulas, comando simples no cabeçote, enquanto outros Fiat (até mais baratos, como o Uno) já usam o moderno Firefly.

Honda City

honda city 2021 estacionado
Honda City ganhará nova geração e poderá ter motor de 3 cilindros

O Honda City está prestes a mudar de geração, mas ainda é um dos sedãs com motor 4 cilindros. O modelo carrega o 1.5 16V, que gera 116 cv de potência com etanol e 115 cv, com gasolina, combinado a um câmbio manual de cinco marchas ou automático do tipo CVT.

O motor é o mesmo para todas as cinco configurações da linha. Na Tailândia, o novo City usa motor turbo três “canecos” de 122 cv.

Toyota Etios e Yaris

toyota yaris sedan xls traseira
Yaris deverá, finalmente, ocupar lugar de Etios

Os Toyota Yaris e Etios abandonaram o 1.3, mas continuam com o 1.5, que também é um motor 4cilindros. É multiválvulas e dotado de comando duplo no cabeçote.

No Etios, tem potência de 107/102 cv e trabalha com transmissão manual de seis marchas ou a velha caixa automática de quatro marchas da Toyota. No Yaris, são 110/105 cv, só que sempre com câmbio automático do tipo CVT, com sete marchas simuladas.

Hyundai HB20S

lateral do hb20s vision 1.6
HB20S tem motor de quatro cilindros nas versões intermediárias

O motor considerado intermediário da linha HB20S é um 4 cilindros, enquanto as opções 1.0 aspirada e turbo são de três cilindros. O propulsor 1.6 16V da família Gamma entrega 130/123 cv nesta segunda geração do sedã.

Tem comando duplo de válvulas, com variação na admissão e no escape. O câmbio pode ser manual ou automático, sempre com seis marchas.

Caoa Chery Arrizo 5

caoa chery arrizo 5 2021 cinza
Arrizo 5 tem motor 4 cilindros turbo

O Caoa Chery Arrizo 5 é feito em Jacareí (SP) é mais um dos sedãs com motor 4 cilindros. No caso do compacto da marca chinesa, trata-se de um turbo com comando variável, injeção direta e potência de 150/147 cv.

Neste ano de 2020, o Arrizo 5 passou a usar um novo câmbio do tipo continuamente variável (CVT), com nove marchas virtuais e em suas duas versões de acabamento.

Chevrolet Joy Plus

chevrolet joy plus cinza
Antigo Prisma virou Joy Plus

O antigo Prisma continua no mercado como o sedã mais barato da General Motors no Brasil, mas hoje representa menos de 20% de todas as vendas da linha Onix Plus.

Porém, para se manter com preço competitivo, recorre ao velho motor de 80/78 cv de origem Família I – dos anos 1980, que servia ao Chevette. O modelo é vendido em versão única com câmbio manual de seis marchas.

Nissan V-Drive e Versa

nissan versa 2021 vermelho
Novo Versa ‘herdou’ motor do SUV Kicks

Tanto o antigo Versa, que passou a se chamar V-Drive, como a segunda geração do modelo – importada do México – são sedãs com motor 4 cilindros aqui no Brasil.

Com exceção das versões de entrada que se valem de um três canecos, o modelo veterano é equipado com o 1.6 16V com comando variável e 111 cv. O novo foi lançado em novembro com o mesmo propulsor. Há opções de câmbio manual de cinco marchas ou CVT.

Renault Logan

Renault Logan CVT cinza
No Logan, motor 1.6 tem 4 cilindros

A nova linha de motores SCe chegou ao Logan em 2016, mas só as variantes 1.6 tornam o Renault um dos sedãs com motores 4 cilindros – já que o 1.0 leva três. Com comando duplo variável (na admissão), fornece potência de 118/115 cv.

Trabalha com câmbio manual de cinco marchas ou do tipo CVT, caixa automática que estreou na última remodelação da linha, em 2019.

Volkswagen Virtus

virtus gts frente
Virtus GTS tem motor 1.4 turbo de 150 cv

O sedã mais novo da marca alemã no país usa nas suas versões de entrada o EA211 de 4 cilindros que equipa o Voyage AT. Só que neste compacto premium a potência com etanol é um pouco menor (117 cv), e com gasolina se mantém em 110 cv.

No Virtus, além da caixa automática de seis velocidades, a opção mais barata da linha vem com o câmbio manual de cinco marchas. A versão GTS também tem motor de 4 cilindros, um 1.4 turbo de 150 cv de potência.

Fiat Cronos

fiat cronos 2021 hgt vermelho rodando em cidade
Cronos HGT 2021: motor 1.8 é antigo

O Cronos estreou no país em 2018 com o novo motor Firefly, mas só com 4 cilindros. Com oito válvulas e 109/101 cv, trabalha apenas com câmbio manual de cinco marchas – a transmissão CVT vai estrear entre fim de 2021 e início de 2022.

O Fiat também é vendido com o velho motor E.torQ 1.8 16V, com quatro canecos e potência de 139/135 cv, aliado ao câmbio automático de seis velocidades. Mas esse propulsor será substituído no ano que vem pelo 1.3 turbo com potência estimada de 130 cv.

Fotos: Divulgação

SOBRE
4 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Júnior 17 de dezembro de 2020

Motor com número de cilindros impar é muito difícil balanceá-lo. Vejam o problema que deu o Marea 5 cilindros 2.0-L e 2.4-L.
Na minha opinião seria muito mais durável e agradável por menos vibração, como disse abaixo o Mr. Gasosa, obrigar por lei que sejam 4 cinlidros, injeção direta e comando de válvulas variável, para ter maior rendimento e ao mesmo tempo poluir menos. Pois lar que 3 cilindros é moderno não é verdade… pode ser mais eficiente, mas não é modernidade.
Tem motores V8 que só funciona 4 cilindros normalmente, mas quando é necessário funcionam os 8 cilindros, isso sim é modernidade e perfeito balanceamento, ou seja, o motor não vibra em marcha-lenta.

Avatar
Júnior 17 de dezembro de 2020

* Pois falar que 3 cilindros é moderno não é verdade… pode ser mais eficiente, mas não é modernidade.

Avatar
Mister Gasosa 17 de dezembro de 2020

Prefiro o motor 4 cilindros ao invéns do 3 cilindros pelos seguintes motivos:
1. vibra menos em marcha-lenta, pois o supercoxim do 3 cilindros amortece a vibração para a cabine, mas por conta do super coxim. O que deve vibra é britadeira e não um motor em marcha-lenta;
2. o motor 3 cilindros é mais ruidoso em qualquer faixa de rotação, iclusive em marcha-lenta;
3. quantos mais cilindros mais bonito e agradável é o ronco, por exemplo motor 6 cilindros, V8 e V12, é colírio para os ouvidos;
4. Pergunta que não quer calar: enquanto a gente tem que engulir essas porcarias de 3 cilindros porque nos EUA a maioria dos norte americanos só compram V8?
5. Os chineses estão rejeitando os motores 3 cilindros e lá na China tiveram que voltar a produzir 4 cilindros. Pesquisem isso no Google.
6. 3 cilindros só é bom para o primeiro dono, quando o segundo dono deixar de fazer a manuteção vai ser uma lástima motor só funcionando 2 cilindros devido a bico injetor entupido ou problema de ignição (vela ou bobina).

Avatar
Augusto 17 de dezembro de 2020

O motor GM familia1, que equipa o joy , não tem nada a ver com o antigo motor do chevette.

Avatar
Deixe um comentário