14 carros obsoletos que ainda estão à venda no Brasil

Tem automóvel que já deu o que tinha que dar. E tem outros que já nasceram defasados. Confira a lista de modelos que fazem hora extra no mercado

Por Fernando Miragaya 21/09/20 às 19h00
Especial para o AutoPapo
frente Onix Joy atualizado
Chevrolet Joy: antiga geração do Onix (Foto: Chevrolet | Divulgação)

O mercado brasileiro de automóveis costuma dar uma boa esticada em alguns modelos. Já foi pior. Quem não se lembra nos anos 1990 e 2000, quando alguns compactos duravam quase 20 anos sobre a mesma plataforma? Em alguns casos, ainda conviviam uma geração mais moderna de seu projeto…

Verdade que isso melhorou e deixou de ser regra no país. Mas ainda há casos de carros que perduram muito tempo e se valem do baixo custo para vender e se manter. Ao mesmo tempo, tem aqueles modelos que são lançados, contudo dois anos depois já ficaram defasados, principalmente devido a concorrentes mais modernos. Veja alguns exemplos de carros obsoletos.

Volkswagen Fox

volkswagen fox xtreme
Fox é montado sobre a plataforma simplificada da antiga geração do Polo

Talvez o caso mais emblemático de um projeto que resiste ao tempo. O hatch foi lançado em 2003 como uma alternativa da Volkswagen para justificar o investimento em cima da moderna plataforma do Polo, que estreou mais de um ano antes. Para diluir custos, o Fox é feito em cima da arquitetura simplificada do (então) irmão mais moderno.

Aquele Polo ficou para trás, mas o Fox continua firme e forte. Duas reestilizações, mudanças de motores e séries especiais depois (teve Rock in Rio e Seleção), o hatch se mantém com apenas duas versões de acabamento, sempre com o 1.6 8V e preços de R$ 54.890 e R$ 60.490.

Chevrolet Montana

chevrolet montana 2020 frente
Montana representa um retrocesso na linha de picapes compactas da GM

Esse é um dos casos mais inusitados de “involução” de um carro. Em 2003, a picape foi lançada com desenho bastante moderno e ótima dirigibilidade, fruto da boa plataforma do Corsa de segunda geração que tinha estreado um ano antes. Em 2010, alguém na GM teve a ideia de fazer uma Montana baseada… no Agile. Além do desenho controverso, o veículo tinha como plataforma o Corsa… de primeira geração, de 1994!

Pois é, mesmo perante pesos-pesados como Strada e Saveiro, a Montana continua na prateleira da Chevrolet com apenas uma opção de cabine simples. São duas as configurações de acabamento, que custam R$ 60.990 e R$ 73.090, sempre com o manjado motor 1.4 8V.

Boris fala sobre alguns desses modelos. Ouça!

Fiat Doblò

fiat doblo essence
Doblò: opção de carro de 7 lugares por menos R$100 mil

Outro exemplo de carro que vai virar duas décadas daqui a pouco. O Doblò surgiu no Brasil em 2001 como uma solução de multivan com espaço interno absurdo de tão generoso e opção de sete lugares. Vale lembrar que o mini furgão é fruto da arquitetura do primeiro Palio, lá de 1996.

Em 2009, a marca italiana fez uma remodelação no Doblò, com um detalhe: na mesma semana o fabricante apresentava, na Europa, a segunda geração do carro, bem mais moderna. A “nossa” multivan continua à venda, especialmente para frotistas, com motor 1.8 e preço surreal de R$ 99.990 – ainda tem uma configuração já transformada em ambulância.

Nissan Versa V-Drive

novo nissan versa v drive 2020 seda sedan
V-Drive será opção de entrada na linha de sedãs da Nissan

O carro chegou ao mercado brasileiro em 2011 importado do México e fez sucesso com a lógica de sedã com preço de compacto e espaço de médio. Em 2014, passou a ser produzido no Brasil e ganhou face-lift. O problema é que o Versa ficou defasado rapidamente, pois logo surgiram rivais com desenho mais moderno e promessa de mais espaço.

Agora, o carro recebeu mais um atestado de que está com hora extra no mercado. A Nissan reposicionou o automóvel no mercado e mudou seu nome para V-Drive (padrão global) com preços a partir de R$ 57.990, pois uma nova geração do Versa, bem mais avançada, chegará do México em novembro.

Citroën C3 Aircross

citroen aircross
C3 Aircross nunca emplacou entre os aventureiros

Em 2007 a Citroën começou a trabalhar em um projeto que se chamava vulgarmente “Picassinho”. Tratava-se de uma minivan compacta baseada no C3, de 2002, que queria pegar embalo na tradição bem-sucedida da marca com monovolumes. O carro chegou em 2010, primeiro na versão Aircross, que tentava uma carona no sucesso do Ford EcoSport.

O problema é que o mercado já apontava para SUVs e o Aircross tinha mais jeitão de minivan do que de jipinho urbano. Em 2011, ainda surgiu o C3 Picasso, a versão civil da linha, que durou até 2015, quando a linha passou por um facelift e só restou a configuração aventureira mesmo. Esta continua à venda em quatro variantes por preços de R$ 61.590 a R$ 79.990.

Volkswagen Gol/Voyage/Saveiro

volkswagen gol g7
Gol foi o carro mais vendido do Brasil por mais de 25 anos

Sabe aquela plataforma simplificada do início do século que o Fox usa até hoje? Pois é, ela ainda serve à família compacta da Volkswagen. E serviu de base para a terceira geração de fato do Gol, lançada em 2008 e que se manteve como carro mais vendido do país até 2014. Essa arquitetura ainda serviu para a Volks ressuscitar o Voyage e renovar a Saveiro.

O problema é que a concepção do projeto já nasceu defasada, pois vários compactos, especialmente sedãs, já apareciam no Brasil com oferta de muito mais espaço interno. Mesmo assim, Gol e Voyage se mantêm no mercado à base de vendas diretas e três versões, enquanto a picape pena para vender quase metade do que a Strada emplaca.

Hyundai ix35

hyundai ix35 prata
ix35 já foi um dos SUVs mais desejados do mercado brasileiro

Em 2010 a Hyundai já era um case de marketing com o intenso investimento em publicidade e o jargão de “alguma coisa melhor do mundo”. E para aproveitar a boa fase do Tucson, que vendia horrores, o Grupo Caoa começou a importar, da Coreia do Sul, o ix35, o sucessor natural do SUV médio.

Três anos depois o modelo passou a ser produzido no Brasil ao lado do mesmo e velho Tucson, e continua em linha até hoje, mesmo tendo a companhia, na fábrica de Anápolis (GO), do seu sucessor… o New Tucson! Nesses 10 anos, o ix35 ganhou apenas um face-lift e teve a potência do motor flex reduzida de 178/169 cv para 167/157 cv para se adequar às normas de emissões.

Mitsubishi ASX

mitsubishi asx
Plataforma do ASX tem 15 anos de mercado

Outro dia a Mitsubishi lembrou de fazer alguma coisa com esse carro e o transformou em Outlander Sport. Mas o ASX “raiz”, lançado em 2010, continua à venda em versão única por R$ 112.990. Um detalhe é que essa plataforma do modelo data de 2005.

O ASX começou a ser produzido no Brasil em 2013 e continua até hoje, mesmo com a chegada de outros SUVs e crossovers mais modernos na concorrência – e dentro da própria linha Mitsubishi.

Fiat Uno

fiat uno attractive 2020
Atual geração do Uno: uma década de mercado

Já se passaram 10 anos desde que o Uno virou quadrado. O compacto da Fiat ficou realmente mais moderninho, deu uma rejuvenescida da gama, mas foi outro que ficou defasado cedo devido à concorrência.

A questão é que ele é fundamental para a estratégia da empresa na base do mercado. O Uno é vendido em quatro versões, com preços competitivos entre R$ 46.590 e R$ 56.740, e até ganhou o moderno motor 1.0 Firefly três canecos. Ainda deu crias, como o novo Fiorino e serviu de base para o subcompacto Mobi, lançado em 2016.

Fiat Strada

fiat strada freedom com cabine simples 3

A Strada acaba de ganhar uma nova geração bonitona e ainda mais robusta, mas a Fiat não é trouxa e manteve a antiga em linha com foco para uso no trabalho. Ela é vendida em versão única Hard Working por R$ 62.990, com cabine simples e o veterano motor 1.4 Fire. O modelo usa a mesma base do lançamento, de 1998, e é feita em cima do primeiro Palio, de 1996

Chevrolet Joy e Joy Plus

frente Onix Joy atualizado
Antiga geração do Onix é vendida como Chevrolet Joy

Justiça seja feita, a General Motors, com algumas exceções dentro da linha, é uma das marcas que tenta mais se renovar. Prova disso é que o Onix, com menos de oito anos, ganhou nova geração – em setembro de 2019. O problema é que o hatch e o Prisma antigos continuam em linha sob a alcunha Joy e Joy Plus.

Tudo bem que eles nem são tão velhos, são de 2012, mas usam os cansados motores 1.0 quatro cilindros. Além disso, ao lado das segundas gerações, ficaram bastante datados e são bem mais apertados na cabine. Para completar, nem são tão baratos assim, com preços de R$ 55.990 (hatch) e R$ 60.190 (sedã).

Fotos: Divulgação

129 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Nede Monteiro 19 de novembro de 2020

    Sou modesto, tenho um Siena 2008/2009 Atrattive completíssimo, 1.4, + que o Gran Siena, estou satisfeito, dois anos sem oficina, faço uma média de 12 km na cidade e 17 na estrada sem ligar o ar, precisava renovar o ano, mas acho que vou ficar com ele mais uns 4 anos… Grande carro em tudo!

  • Avatar
    José chaves 26 de setembro de 2020

    É um desserviço essa matéria!! tenho um Escort Zetec europeu 16 v e não troco por carro moderno dessa geração.viajo toda semana mais de mil quilômetros e meu carrinho não me deixa na mão!!! e ainda tem mais é completo,e prá matar de raiva muito 1.0 faz em média na estrada eu dirigindo 13/14 km rodando a 80/90 com minha família e umas tranqueira que levo prá o sítio!!!

    • Avatar
      Luiz 23 de outubro de 2020

      Rodar a 80/90 na rodovia não é referência de autonomia, pq não se anda a essa velocidade, mas se arrasta. A maioria dos carros 1.6 que andam a essa velocidade fazem essa autonomia.

    • Avatar
      VITOR FARIA 19 de novembro de 2020

      Todos os Escorts vendidos no Brasil são europeus…
      Desde a 1a geração, de 1983; A segunda, de 1987; A terceira em 1993 e a quarta e última de 1996.
      Todas seguiam rigorosamente a carroceria e o interior do modelo europeu, exceto pela motorização em alguns casos.
      Por isso não faz sentido dizer Escort europeu.

  • Avatar
    Rodrigo Vilela 23 de setembro de 2020

    Tive 3 FIAT Uno e agora tenho um Nissan Versa 2017, peças caríssimas, não acho que peças devam ser caras como um marcador de nível de combustível que troquei no mês passado e paguei R$1.350,00. Pesquisei o preço da mesma peça na VW do Virtus custava R$220,00, na FIAT do Cronos custava R$500,00. Vou quitar esse Versa e comprar um FIAT Uno Drive 2020, fico com um carro desses uns 5 anos tranquilo, com manutenção barata e que resolve meu problema de mobilidade, não vejo necessidade de se gastar rios de dinheiro com manutenção de carro, quem puder que assim o faça, eu prefiro ter um carro comum e investir meu dinheiro em turismo, diversão, etc.

    • Avatar
      Elioricardoalves 24 de setembro de 2020

      Soube na Internet de outro carro Nissan acho que é o kick o camarada falou bem do carro mas frisou quer um Nissan fuja da autorizada ele disse que o amortecedor um passa de 1.000 mil reais um verdadeiro absurdo para um veículo produzido no Brasil

  • Avatar
    Joelson Jose C. Dantas 23 de setembro de 2020

    Eu concordo com algumas coisas dessa matéria mas não com tudo. Quem escreveu disse muita besteira. Não dá pra ser radical demais. Eu tenho um Fox ano 2019 e sinceramente eu adoro meu carro. Vou ficar com ele por mais uns 5 ou 6 anos pelo menos. O Fox foi o melhor carro que eu já possuí.

    • Avatar
      Spirit 24 de setembro de 2020

      Vixe ! Então você nunca teve CARRO ainda…
      me desculpe, mas Fox é projeto de 2003 e está mais defasado que nota de 1 real…

    • Avatar
      Julio Cesar de Oliveira 25 de setembro de 2020

      Também concordo com você, minha sobrinha ti ha um e vivia reclamando fiz uma manutenção de cabos e velas, o carro era ótimo. Se for opinião do cara que meteu pau no Maverick não podemos levar muito em consideração.

  • Avatar
    Juliano 23 de setembro de 2020

    Não concordo com essa matéria, quem fez está totalmente errado em suas conclusões e nem é questão de opinião, é errado mesmo. Só deve andar de Ferrari o indivíduo que escreve umas mercadorias dessas.

  • Avatar
    Rinaldo Matos 23 de setembro de 2020

    Há muito tempo aprendi a duras penas que opinião de revista é paga e só leva o consumidor pro buraco. Sei definir o que quero e pronto.

  • Avatar
    Emi 23 de setembro de 2020

    Totalmente desnecessário. Trabalho na Audi na Suíça e acredito que essa matéria é realmente prejudicial para as empresas e para alegria de quem os possui. Uma maldade gratuita.

  • Avatar
    LUIZ FERNANDO PIETROLUONGO 22 de setembro de 2020

    Não concordo com alguns modelos incluídos na matéria. O ÔNIX , em particular, um campeão de vendas, que a Chevrolet produz, sempre promovendo atualizações e melhorias no modelo.

  • Avatar
    Wilton 22 de setembro de 2020

    Meu celtinha 2012 não troco,não vendo e nem dou,quem tiver seus carrão modernos que sejam felizes,como sou com meu velhinho😘😘😘😀

    • Avatar
      Leandro 22 de setembro de 2020

      Tenho um celta 2014 com 43000 rodados, também não troco por nada.

  • Avatar
    Jorge Rodrigues 22 de setembro de 2020

    Já estou no meu 3° UNO. Gosto muito do carrinho. É um tanque de guerra e o design dele quadrado me agrada muito.

    • Avatar
      Klugman Lima 22 de setembro de 2020

      Meu pai tinha um realmente ele é muito bom

      • Avatar
        José chaves 26 de setembro de 2020

        É um desserviço essa matéria!! tenho um Escort Zetec europeu 16 v e não troco por carro moderno dessa geração.viajo toda semana mais de mil quilômetros e meu carrinho não me deixa na mão!!!

    • Avatar
      Rodrigo Vilela 23 de setembro de 2020

      Concordo contigo amigo, já tive três FIAT Uno, atualmente tenho um Nissan Versa 2017 que me arrependi amargamente de ter comprado pois a manutenção e preço das peças é surreal, vou quitar esse Versa e comprar um FIAT Uno Drive 2020.

  • Avatar
    Liliana 22 de setembro de 2020

    Meu Fox, é ótimo!!!
    Carro é pra me servir,e não eu a ele!!!

    • Avatar
      Klugman Lima 22 de setembro de 2020

      Também tenho um realmente é muito bom

  • Avatar
    Angelita 22 de setembro de 2020

    Eu tenho Fiat Palio fabricação 2012 gosto muito paguei com sacrifício e gosto muito e valorizo foi que Deus me deu tô feliz

  • Avatar
    Sergio Rangel 22 de setembro de 2020

    Eu adoro meu voyage, só porque é antigo do mercado é ruim. E a sua mulher quando ficar velha você tracará também, pior ainda, quando você ficar broxa será que ela lhe trocará por outro. Rapaz deixa o que está dando certo quieto, mexe com isso não, meu voyage só troco de 3 em 3 anos por outro, entendeu agora ou quer que eu desenhe.

    • Avatar
      Spirit 24 de setembro de 2020

      Burro detectado (e ainda acha que é espertão)

  • Avatar
    Léo Pereira 22 de setembro de 2020

    Engraçado ,tenho uma Mercedes 2018 , nada a reclamar .

    • Avatar
      Ari Salgado 22 de setembro de 2020

      Pulou 2019, Vc disse que troca todos anos, desde 2003???

  • Avatar
    RENATO SOARES PEREIRA 22 de setembro de 2020

    Sempre tem quem nunca está satisfeito com o que se tem querendo que os outros pensem igual a ele nA minha opinião os carros não deveriam mudar sua aerodinâmica e sim os assessórios feliz o homem que se encontra satisfeito com o que tem so falta as pessoas quererem que Deus seja diferente .

    • Avatar
      Léo Pereira 22 de setembro de 2020

      Por isso mesmo troco minha Mercedes todos os anos , isso começou em 2003 .

  • Avatar
    Monik _Viana 22 de setembro de 2020

    Sinceramente não gostei da classificação que deram ao Hatch da Chevrolet. O Onix , assim como todos os outros vem fazendo mudanças e aprimoramento constante a cada versão. Além de ser um ótimo carro , ocupando a 1° posição em vendas do Brasil ! O Hatch vem ganhando liderança constantemente. Chevrolet nota mil pra vcs.

    • Avatar
      Paulo 22 de setembro de 2020

      Parente. Isso não é ranking não ok ?

    • Avatar
      Valter 22 de setembro de 2020

      Um lixo, eu tive um.onix top de linha automático 15/15 que não vem com relógio da temperatura um absurdo, quase findi o.motor quando parou de funcionar a ventoinha…troquei essa bomba de linha e campeão de venda, de mano ( chave na chave) por um fluence top tb 12/13. NUNCA tive carro ta o bom e é fira de linha… e com esse é meu 100• carro da minha vida ( 2 zeros; gol e ka)

      • Avatar
        Elioricardoalves 24 de setembro de 2020

        Vou concordar o veículo sem marcador de temperatura uma economia besta tive uma Chevrolet spin 2014 felizmente não teve problemas já vi em revista que isso não é confiável ele pode acender quando for tarde demais para o motor OBS: a atual spin tem o marcador

    • Avatar
      Valter 22 de setembro de 2020

      MELHOR carro da minha vida e tive antes 99 carros ( 2 zeros) troquei o 99 um.oniz top de linha automático 15/15 por FLUENCE 12/15 FIPE X FIPE. EORA DE LINHA..MAS MAS
      NAO LIXO DE ÔNIX Q NEM MARCADOR DE TEMPERATURA TEM NESSE CAMPEÃO DE VENDA RSRSRS OBS QUASE FUNDI O MOTOR POIS PAROU DE FUNCIONAR A VENTOINHA.

  • Avatar
    Amilton Gomes da Silveira 22 de setembro de 2020

    Faltou o grande Siena que está no mercado desde 2011 e nunca mudou.

  • Avatar
    Osny Carlos bellinati 22 de setembro de 2020

    O pior é quando você compra um produto que em dois anos sai de mercado. Nissan match. Coisa horrível. Dá dó. E a besta que comprou fica com o ônus.

  • Avatar
    Vanessa 22 de setembro de 2020

    Faltaram o Sandero e o Logan…meu marido tem um sandero 2015 e eu um Logan 2015..não é porque tenho que vou defender a Renault. Ótimos carros, ótima durabilidade…mas já deu.

  • Avatar
    Maria Esther 22 de setembro de 2020

    Eu tenho um onix active versão 2018, só sei que ralei muito pra conquistar um onix zero km,.carro é um sonho de consumo da maior parte dos brasileiros, e para isto, temos que economizar dinheiro pra obter um ,imagine quanto tempo de trabalho levou,isto significa levou talvez uns bons anos somados não é mesmo?e quem vai ter mais tempo juntando dinheiro pra comprar carros do ano, eu acho que a gente fica mais velhos e ultrapassados e obsoletos primeiro, do que o nosso carrinho que foi conquistado com muito sacrifício.por isso Eu digo, vale mais a pena ter seu carro que satisfaz suas necessidades,e disfrutar daquilo que é prazeroso independentemente do ano que hoje em dia seu carro posicione. Eu tenho paixão pelo meu ÔNIX ACTIV , companheiro pra todo tempo .♥️🥰♥️.🥰.

    • Avatar
      Maria Eugênia Lacerda 22 de setembro de 2020

      Nossa, que drama..

  • Avatar
    Mauro tominaga 22 de setembro de 2020

    Ultrapassado,mal equipado,inseguros e extremamente caro,parte da culpa dos impostos q não ajudam o país a crescer,carros q correspondem ao seculo passado anos 80 d pais rico!

  • Avatar
    Fernando 22 de setembro de 2020

    O que incomoda não são os carros, é a falta de segurança que eles representam. Sem testes de resistência no latin ncap, podem ser que não protegem o mais importante que é a vida dos proprietários e familiares que os utilizam.

  • Avatar
    FERNANDO VITOR LIMA 22 de setembro de 2020

    Como falar que é defasado um carro que era o mais vendido até o ano passado…?! Onix…joy

  • Avatar
    delvair da silva 22 de setembro de 2020

    Eu ficava louco com essas coisa sobre carros q e isso vai acontecer aquilo hoje tenho a minha opiniao cada um com o seu porque carro nao e so luxo e necessidade tenho um voyage G5 vi alguns comentarios sobre o seu motor para mim quem cuida sempre tera a resposta e assim eu levo a vida com o meu sem nenhum problema pois seu desempenho e super otimo entao vamos parar de criticar coisas q temos sem saber oque poderia ser feito para n ter acontecido o problema mais brasileiro quer dar seu jeitinho ne resomindo seja feliz com q o Deus te Deu.

    • Avatar
      Joelson Jose C. Dantas 23 de setembro de 2020

      Eu concordo com algumas coisas dessa matéria mas não com tudo. Quem escreveu disse muita besteira. Não dá pra ser radical demais. Eu tenho um Fox ano 2019 e sinceramente eu adoro meu carro. Vou ficar com ele por mais uns 5 ou 6 anos pelo menos. O Fox foi o melhor carro que eu já possuí.

  • Avatar
    Brenner 22 de setembro de 2020

    Se esses carros já estão obsoletos melhor ainda para os brasileiros deixar de jogar dinheiro fora e deixar se ser otários, o qué já deixai de ser a muito tempo…

  • Avatar
    Val Reis 22 de setembro de 2020

    Ninguém falou do Ford ka+ (Hatch e sedan.)que vem sobre a plataforma do fiesta baiano…
    Do up/VW. Que nada muda se vc não mudar.kkkkkkk
    O Brasil e reciclagem de modelos ultrapassado no mudo, exemplo da segunda geração do Vectra que é na verdade o astra europeu. Ou do track que vendeu muito como Suzuki, ” jaunei” e jump. Troca o nome do fabricante e continua vendendo…
    Tenho uma eurovan T4 ou Kombi 4geracão?
    Já esquecendo os irmãos gêmeos bongo e hr…que já estão com a mesma plataforma há décadas.mas os valores são absurdos

  • Avatar
    Dil 22 de setembro de 2020

    Com o salario da maioria dos brasileiros possuir um carro ja tá de boa. Te leva onde você precisa. Então pronto. Sem comentários . Carro é necessidade, luxo só pra quem pode!

    • Avatar
      Maria 22 de setembro de 2020

      Verdade. Pra mim, carro e necessidade.

      • Avatar
        Elioricardoalves 24 de setembro de 2020

        Pior Maria São veículos com um monte de bobagens eletrônicas que muita gente nem usa auxiliar de subidas em rampa e bom e controle de tração idem mais outras coisas só para encarecer o carro o que eles tem que vender acima de tudo um carro confiável para o dia a dia ah o a ir bag também é importante não são milagrosas prudência acima de tudo e calma no trânsito

  • Avatar
    Geovane j santos 22 de setembro de 2020

    Amigos, acho que tem algo errado nessa matéria.

  • Avatar
    WALESCA BARROS MENDONÇA 22 de setembro de 2020

    Também não concordo comprei Prisma Joy 2019/2019, ótimo custo benéficio para carro Sedan, não chegou a R$47.000.000, mês no 1.0, carro bastante econômico faço 14L/km. Na Estrada 12 na cidade.

    • Avatar
      Ivan 22 de setembro de 2020

      Ainda bem que custou menos que 47 milhões né…

      • Avatar
        Mamário 22 de setembro de 2020

        Kakakakaakakakak

  • Avatar
    Irene Lúcia Bueno Alves da Cruz 22 de setembro de 2020

    A questão é fácil de resolver sobre os carros mais velhos que estão as vezes sem condições de circulação, primeiro passo seria tirar um pouco de impostos aí sim as pessoas teriam condições de circular com carros novos, mas com estes altos valores será impossível. Retire o IPI, ICMS ou diminuir relativamente. Aí sim, pois as montadoras estão abarrotadas. Valeu

  • Avatar
    Roferio 22 de setembro de 2020

    Materia fraca.. alguns eu concordo, mas outros não. Onix é um excelente carro, no Brasil os carros são absurdos de caro, surreal. Vendo nesse ponto o onix é um ótimo custo benefício, com tecnologia e o motor 1.0, nossos combustíveis não é menos de 4 reais, então não é todo mundo que tem ferpa pra bancar um 2.0. Strada vai mexer pra wue ? Até hoje nunca ouvi reclamação dela, um excelente carro, uma máquina prs pick-up pequena. O doblo é salgado o preço, mas é uma excelente opção para taxis em lugares turísticos como o litoral. Ix35 não sou fã, nem um pouco, mas na época do lançamento era uma máquina.. até hoje deixa alguns suv prw trás.

  • Avatar
    Anderson 22 de setembro de 2020

    A reportagem não fala que esses carros “velhos” sobrevivem devido ao baixo custo de manutenção e durabilidade. O novo Ônix que ele cita além de caro, está dando inúmeros problemas, além de ter manutenção cara por ser sofisticado.

    • Avatar
      Rogério Alves Ramos 22 de setembro de 2020

      Boa Anderson. O que estes caras não entendem é q um carro tem vida longa no nosso mercado por ter mecânica simples e barata. Eu tento compra um cobalt mas está caro, mesmo fora de linha. Por que? Porque vc não terá infarte quando chegar na oficina. Aí estes “estudiosos” dizem q o carro é obsoleto.

    • Avatar
      Elioricardoalves 24 de setembro de 2020

      E Anderson soube que o novo ônix tem seus problemas o anterior teve seus probleminhas também foi feito recall do tanque de combustível e do relé debaixo da grelha que poderia pegar fogo tive uma spin que fez os dois recall o prisma anterior vi pegar fogo do nada aqui na BR 101 em campos dos Goytacazes KM67 frente ao shopping Estrada ninguém se machucou só um susto

  • Avatar
    William 22 de setembro de 2020

    Não importa o carro.o carro tem que ter dono.se não tiver dono pode ser o mais novo o mais tecnológico.em seis meses vira uma carroça.em contrapartida você encontra carros antigos ou não tão antigos em estado de zero km.mas tem dono.é o dono que faz o carro.

    • Avatar
      Emerson 22 de setembro de 2020

      Falou tudo

    • Avatar
      Silma 22 de setembro de 2020

      Concordo plenamente!

    • Avatar
      Walter 22 de setembro de 2020

      Pura verdade carro não tem ano, tem dono um carro bem cuidado você a hora que você quiser.

    • Avatar
      Edson Reche 22 de setembro de 2020

      Temos um VW Fusca 1600 ano 1975 em estado de zero.

    • Avatar
      Elioricardoalvessikva 24 de setembro de 2020

      William o Boris acho que não lei matéria que saiu no jornal extra que as montadoras fizeram pressão em cima de políticos para taxar os carros antigos e manutenção mais cara para obrigar o brasileiro a comprar caros novos mas como estamos em ano eleitoral se houver eles desconversam sobre o assunto

  • Avatar
    Rafa Brittus 22 de setembro de 2020

    A materia toda parece q foi feita pelo Enzo de 15 anos de idade que ve como obrigação todos terem carro 2019 pra frente… alguns pontos realmente sao validos porem nao vejo esses carros como obsloletos ou inuteis como a materia sugere, com a carga tributaria enorme e os juros abusivos que sao cobrados nao me vejo comprando um carro zero tao cedo !!!

    • Avatar
      Diego 22 de setembro de 2020

      RAFA, não se trata de todos terem carros 0km, o problema é a fábrica vender como 0km um carro com plataforma de 25 anos. O uso de um carro de 10 anos é perfeitamente normal e aceitável, mas ele já não deveria estar linha. As próprias montadoras tem na prateleira produtos mais atuais para oferecer sem impactar no preço.

      • Avatar
        Elioricardoalves 24 de setembro de 2020

        Olha Diego quanto ao preço ele sobe bastante quando vem um novo produto o só observar aliás os carros subiram muito de preço de 2014 A 2020

    • Avatar
      Elioricardoalves 24 de setembro de 2020

      Tiraram meu comentário sobre ser matéria paga não falei algo ofensivo infelizmente soube que as montadoras queriam mais taxas e manutenções mais pesadas fizeram pressão em políticos mas como está em ano eleitoral se ocorrer eles desconversam essa matéria saiu no jornal extra procure na Internet

      • Avatar
        Elioricardoalves 24 de setembro de 2020

        Ah isso que postei ai em cima e sobre veículos (mais velho na Praça ) para obrigar o consumidor comprar veículos novos e esvaziar os pátios

    • Avatar
      Elioricardoalves 24 de setembro de 2020

      Falou tudo as montadoras querem que o brasileiro se livrem dos modelos mais antigos para vender um novo e esvaziar os pátios

  • Avatar
    João Carlos do nascimento Oliveira 22 de setembro de 2020

    Tenho um Fuscao 1980,totalmente original não vendo,nem troco por outro,meu primo trabalhou na WG,e colocou motor 2.0 turbo adaptado,voa,não tem chuva, tempo ruim para ele.

  • Avatar
    Ivair Ferreira da Silva 22 de setembro de 2020

    Tenho um Fiesta Sedan 1.6 2010 completo. Não preciso de carro melhor, não dá manutenção e faz 17.5 km LT na gasolina e 12.5 km LT no etanol. Na pista. Carro nota 10 pra quem precisa de sedan .

    • Avatar
      Raimundo Mendes. 22 de setembro de 2020

      Gosto muito dos carros da Toyota,tenho etyos já e o segundo,ele faz,16.3.4..5na estrada,tenho por volta de uma 34/35 anos viajando pela Bahia e alguns estados,nunca vi um carro da Toyota na estrada, aguardando socorro.R

  • Avatar
    Alberto Oliveira 22 de setembro de 2020

    Não vejo assim como o crítico descreve a situação dos modelos como:”fazendo hora extra”você deve ser um daqueles que obtém os melhores carros, más se lembre que aqui é Brasil, o poder aquisitivo e os duros impostos aplicados dificultam essa acessibilidade.

    • Avatar
      Marco Aurelio 22 de setembro de 2020

      Amigo existem pessoas que usam carro por que gostam de carro e pessoas que querem se mostrar ou dizer que tem o novo eu sou igual a você busco custo benefício tenho uma Parati track field aqui não troco por nenhum destes carrinhos nem a pau kkkkk rodo muito com ela pois trabalho e uso pra passeio tô muito feliz .

  • Avatar
    Diego 22 de setembro de 2020

    Infelizmente muito proprietário, ou fã da marca se sentiu ofendido com as considerações do jornalista/colunista/articulista. Levam uma crítica quase que para o lado pessoal e saem em defesa do veículo como salvando um filho da morte. Pessoal, não é pra tanto. As argumentações são coerentes. Não vi, em nenhum momento o autor mencionar que veículo A ou B são ruins (eu sim), apenas que possuem sucessores ou opções mais modernas no mercado. Nos padrões europeu e americano (que é o que queremos, afinal), o facelift é feito cada três anos, sendo que cada geração dura seis ou nove anos (quando o produto é muito bem sucedido e aguenta uma sobrevida perante a concorrência). Convenhamos, não é o caso de nenhum dos exemplos mencionados na matéria. Eu guardo comigo uma tese: se algum veículo deixou saudade por ser um produto muito bom (tirando o momento nostalgia), não é somente porque era realmente bom, é porque a montadora foi incompetente em fazer um sucessor melhor. E aí não é mérito daquele produto, é demérito do fabricante.

  • Avatar
    Felipe 22 de setembro de 2020

    Vou ser bem claro com minha opinião. Acho que no Brasil tudo é um absurdo para comprar. Então não adianta fazer uma lista de carros mais baratos, que não tinha que estar em linha, porque muita gente tem gosto de ter esses carros.
    Quanto mais evoluírem os modelos, mais longe fica o sonho do brasileiro assalariado comprar um carro.

    • Avatar
      Elioricardoalves 25 de setembro de 2020

      Concordo felipe até os populares eles dizem ser mais em conta mobi da Fiat e Renault kiwid a mais de 45.000 mil dependendo do que tiver e dizer tá barato ? O próprio Emílio camanzi falou no teste do kiwid que barato não E não

  • Avatar
    ANTONIO ROBERTO FERREIRA 22 de setembro de 2020

    Tenho um Fox HL 2016. Quem conhece sabe do que estou falando. Simplesmente sensassional!

    • Avatar
      Antonio costa silva 22 de setembro de 2020

      Esse fox é simplesmente o melhor compacto que existe anda muiti

  • Avatar
    Eduardo 22 de setembro de 2020

    Em relação ao VW Fox, a matéria diz que ele dispõe do motor 1.6 16V MSI sendo que, atualmente, a única opção de motor para ele é o 1.6 8V EA111.

  • Avatar
    Luiz Carlos de Matos 22 de setembro de 2020

    Doblô é um dos melhores carros do Brasil se vc não teve um nunca vai saber tinha problemas com as primeiras unidades depois foram melhoradas ainda tem alguns problemas que esqueceram como radiador e pivos dianteiros , colocaram e’torque corrente de comando hj é um carro maravilhoso se vc for ver é um sub quadrado mas é eu compraria está caro sim mas é o que temos nesse país ridículo por causa do ano eles colocam esse preço absurdo gente o Doblô só tem esses dois defeito s

    • Avatar
      Diego 22 de setembro de 2020

      Não é que o Dobló é ruim… bom, é sim se comparado com ele mesmo ou os concorrentes nas versões europeias atuais. Sem contar o preço ridículo. Só o governo pra sustentar a venda atual desse carro.

    • Avatar
      Dionísio lima 22 de setembro de 2020

      Doblô carro horrível

  • Avatar
    Paulo Ricardo 22 de setembro de 2020

    Só não entendo porque o onix novo que virou Joy entrou nesta lista,já que o novo onix plus com 3 cilindros nasceu cheios de vícios de defeitos com uma gama de problemas a ser resolvidos pela montadora. Digo que o onix Joy de 4 cilindros e 6 marchas tanto quanto melhor que qualquer outro carro de valor maior que Dele. Matéria comprada pela concorrente…kkkkkkkkkk

    • Avatar
      Marco Menezes 22 de setembro de 2020

      Concordo com comentário do Paulo Ricardo tenho um Onix LT 1.4 estou muito satisfeito com acho que vocês que estudam carro deve rever seus conceitos vivemos num país que a indústria pra sobre viver tem que fazer mágica com uma carga tributário alta que nós pagamos.

      • Avatar
        Paulo 22 de setembro de 2020

        Todas,revistas,artigos de vários assuntos são opiniões tendenciosas…se a pessoa comprar carros baseados em opiniões da mídia, pode dar erros…

      • Avatar
        Dr. Amaral 22 de setembro de 2020

        Tenho um Onix ltz automático 2017 e adoro o carro. Sou aposentado e viajo com ele todo mês, junto com minha esposa, por esse Brasil afora.Manutencao barata e bem econômico.Custo benefício excelente.Como dizia meu velho pai”o melhor carro do mundo é o SEU.

    • Avatar
      Diego 22 de setembro de 2020

      Paulo, comparado com um Ka ou HB20 (por exemplo), o Onix parece ter uns 15cv a menos, gastando e poluindo mais. Isso quer dizer que o Onix é ruim? Não, quer dizer que a concorrência é melhor. O próprio Onix-Joy já passou por recall e o MP está judicializando um recall do modelo também. Nenhum modelo é isento do recall. Então, o anterior não é tão perfeito assim. Longe de ser, aliás.

      • Avatar
        Diego 22 de setembro de 2020

        Ah, a comparação refere-se aos modelos 1.0L. Nas demais, a diferença é muito maior.

  • Avatar
    Paulo 22 de setembro de 2020

    Onix top de carro não é toa q é o terceiro ano consecutivo carro mais vendido

    • Avatar
      Vitor 22 de setembro de 2020

      Isso prova que o brasileiro não sabe comprar carro

      • Avatar
        Diego 22 de setembro de 2020

        Vou além. O brasileiro não sabe consumir, de modo geral.

    • Avatar
      Gerson 22 de setembro de 2020

      Onix, número 1 em vendas ,só por causa da Localiza, se não fosse ela arrematar todos os onix,ele seria com toda a certeza um carro na décima posição, deixando o HB20 absoluto no primeiro lugar !!

      • Avatar
        Diego 22 de setembro de 2020

        Todos os bem vendidos em seus segmentos tem alto giro em locadoras, inclusive Toro e Renegade, por exemplo. O HB20 também entope as locadoras.

      • Avatar
        Fabrício Oliveira 22 de setembro de 2020

        Vdd concordo com vc!!!

      • Avatar
        Fabrício Oliveira 22 de setembro de 2020

        Na minha opinião o onix é o carro mais ruim vendido no Brasil!!!

    • Avatar
      Diego.vetter 22 de setembro de 2020

      O Gol foi o mais vendido por quase 30 anos, e não vejo (ou via) nada de top nele…

  • Avatar
    Roberto 22 de setembro de 2020

    Gol ainda vende como pão quente, quase sempre no top 5, Fox vai bem, Saveiro idem e Voyage começou a cair. O Uno só não vende mais por estratégia da Fiat que criou o monstrengo Mobi e subiu seu preço para próximo do Argo. Se o Ônix e Joy não tivessem subido tanto de preço continuariam vendendo o dobro do segundo, com o Joy na casa dos 30% do mix com o bom 1.0 4 cil. A Montana já nasceu em hora extra. IX 35 e ASX realmente já eram, Citroen Air Cross nunca foi e Dobló é uma insanidade da Fiat. Versa se mantém para justificar o alto preço projetado para o novo modelo que vai micar assim como o novo 208.

    • Avatar
      Diego 22 de setembro de 2020

      Roberto, todos os modelos que você mencionou que vendem bem, é por causa do preço e venda direta para frotista e governo. Nenhum deles é pelo apelo visual ou modernidade do projeto. O Celta também já teve muito sucesso e olha a lata velha que virou hoje em dia.

  • Avatar
    Guilherme 22 de setembro de 2020

    Eu acho engraçado e ao mesmo tempo inapropriado a algumas realidades, quando chamam um carro de obsoleto. Uma Montana, por exemplo, que tem mecânica simples e robusta, acabamento simples, desenho de suspensão simples, arquitetura simples.. querem o que para o trabalhador que precisa desse tipo de carro? Onix Turbo pickup? Ficam empurrando tecnologias em prol da “segurança” das pessoas, mas sabemos os interesses que estão por trás.

    • Avatar
      Diego 22 de setembro de 2020

      Entendo sua linha de raciocínio, mas precisamos reavaliar uma coisa: simplicidade não é sinônimo de robustez. A simplicidade se encerra em si. Muitas coisas modernas são robustas. Exemplo das caixas de transmissão automática. Atualmente, muito mais robustas do que as de 10 anos atrás. Sem contar a injeção eletrônica em comparação com o famigerado carburador. A saveiro não tem feixe de molas e nem por isso não é “robusta”. A engenharia evolui, só que não no país, onde a mão de obra não está acompanhando esta evolução. Então quando alguma coisa dá problema, dizem não ter conserto. Não para o graxeiro ou eletricista, mas para o técnico em eletrônica tem, e não é mais caro, não… Somos preconceituosos com a tecnologia, por isso temos a frota que temos.

  • Avatar
    Adilson 22 de setembro de 2020

    Esses entendidos do assunto deveriam se informar melhor,a Montana se fosse ruim já estava fora do mercado a muito tempo, comprei uma 0km e não me arrependo, compraria novamente, falar mal é fácil, difícil é fazer

    • Avatar
      Guilherme 22 de setembro de 2020

      Exatamente sobre isso que comentei tbm. Essa galera acha que quem precisa de um carro para ter “custo operacional barato” vai ficar satisfeito com Ônix Turbo pickup… Acham que carro é só para passear, “salvar vidas dos ocupantes” e tirar foto pra matérias de revista…a realidade no Brasil é outra e a Montana hoje possui um dia menores custos operacionais do mercado, se tratando de veículos zero km.

    • Avatar
      VALTER CARVALHO 22 de setembro de 2020

      1° geração é 10.
      2° geração horrível. Cheio de plástico pra tudo conte lado.
      É outro carro. Poderiam até ter mudado o nome.

    • Avatar
      Vitor 22 de setembro de 2020

      Montana nem é carro

    • Avatar
      Diego 22 de setembro de 2020

      Adilson, com todo o respeito, você comprou a Montana porque é mais barata, não a melhor, porque ela não é a melhor em nada (espaço, modernidade, equipamentos, desempenho e consumo), sem contar a piada do design. Vende porque em 12 meses por ano e Chevrolet faz promoção vendendo ela a preço de Kwid. Muito fácil encontrar anúncios dela por 42k. Eu mesmo já considerei comprar uma (pelo preço), mas sempre que chego perto eu corro.

      • Avatar
        Marcos 22 de setembro de 2020

        Diego,tu falou do Montana sobre espaço?que queres dizer com isso? é a categoria dele poxa vida,se queres nas espacio num Montana , já seria outra categoria pô.Nao se pode querer que o montana tenha espacio sendo uma pick up pequena pô.

      • Avatar
        Diego 22 de setembro de 2020

        Marcos, falo de espaço em comparação à própria categoria dela (Strada e Saveiro).

  • Avatar
    Maria 22 de setembro de 2020

    O dia que o Fox sair realmente e totalmente de linha, a Volks vai à falência. Esse modelo é o que segura a vida da empresa. Melhor carro deles.

    • Avatar
      Fabrício Oliveira 22 de setembro de 2020

      Kkkkkkkkkk se o fox sair de linha é um favor pra VW!!!

  • Avatar
    JOAO MATIAS SILVA 22 de setembro de 2020

    Sobre o Onix Joy, olha tenho um e ele já veio com cambio de 6 velocidades e direção 100% elétrica e outras coisas que muito carro com valores acima não possuí. O colunista deve tá trabalhando para a concorrência da GM kkkk

  • Avatar
    Cleber Carlos Kolling 22 de setembro de 2020

    Sobre o Fox, é incorreto a afirmativa “sempre com o 1.6 16V MSI”, pois o modelo, nas duas versões é vendido com o conhecido EA 111 1.6 8 V.

    • AutoPapo
      AutoPapo 22 de setembro de 2020

      Olá, Cleber. Obrigado, corrigimos a informação

  • Avatar
    Paulo Sérgio cardosó Moreira 22 de setembro de 2020

    Ford Ka pra mim é um dos melhores carros popular do Brasil

  • Avatar
    Antonio ruberto pimentel 22 de setembro de 2020

    Sobre a corroer 1.6 por que não fabrica mais ,tenho uma 11/12 com 50.000 km ,muito Boaa

    • Avatar
      Diego 22 de setembro de 2020

      Se você tem uma Ford Courier 2012 com 50.000km, é porque nem usou ela de verdade ainda.

  • Avatar
    Helenice de Souza Sant Ana 22 de setembro de 2020

    Tenho um Fox Conect 2020, simplesmente maravilhoso, já estou lamentando que sairá de linha. Compraria outro sem a menor dúvida.

  • Avatar
    Zulma 22 de setembro de 2020

    Amo o meu Onix , é um carro bom e muito confortável. Só trocaria o meu por um modelo novo!

    • Avatar
      Charlton Saturnino mendes 22 de setembro de 2020

      Tamo junto eu também tenho um Onix e só trocaria ele por um novo também

    • Avatar
      Charlton Saturnino mendes 22 de setembro de 2020

      Olha eu tenho um Onix Joy 2018 e só trocaria ele por um novo estou muito satisfeito com o câmbio de 6 marchas direção elétrica e a economia que ele tem

  • Avatar
    Carlos Augusto de Mello Paula Lima 22 de setembro de 2020

    Em relação Onix Joy,eu não acho o motor de 4cilindros ruim, muito pelo contrário,ele bom, é um motor que rende bem, é econômico pra quem sabe andar,no geral é um carro bom, abraço

  • Avatar
    Marcelo Dornelas Guedes 22 de setembro de 2020

    Hoje não sabemos mais que carro comprar.

    • Avatar
      Leandro 22 de setembro de 2020

      Isso é bom, significa que tem maior variedade, lembro de qdo eu era mlk as opções eram gol ou palio rs

    • Avatar
      Eluane 22 de setembro de 2020

      É verdade Marcelo. Queria trocar de carro estou lendo algumas coisas a respeito,mas sinceramente fico confusa. Nem saberia qual escolher.

  • Avatar
    Gregorio 21 de setembro de 2020

    Quanta bobagem… O colunista podia dar um pulo pela América Latina, Ásia, África, leste europeu e ver, com seus próprios olhos, que esses carros ainda são bons, comparado com o que tem por ai. Por uns anos, a VW exportou o nosso Golf 4,5 p/ o Canadá, com nome de Golf City. Seguindo o raciocínio do colunista, também não poderia, porque era defasado. Aff!

    • Avatar
      EDUARDO 22 de setembro de 2020

      Vendido lá fora com melhor acabamento, mais tecnologia e melhor preço, infelizmente o mercado Brasileiro aceita esses preços abusivos, ao vc viajar !! Não precisa nem ir longe vai pro Chile e verá a diferença….

    • Avatar
      Diego 22 de setembro de 2020

      Vendia essa opção do Golf lá como carro popular (e nem ficou muito tempo, vendeu pouco), como o Gol City, por exemplo. Era a nomenclatura da VW pra época. Aqui era vendido como médio de luxo.

  • Avatar
    Wendel Valadão 21 de setembro de 2020

    A única motorização oferecida no Fox hoje é a velha AE111, o 1.6 com 8 válvulas

    • Avatar
      Elvis Ricardo Xavier 22 de setembro de 2020

      A motorização utilizada no Fox é a EA111 1.6 8V, que é a mesma de Gol e companhia, esse motor 1.6 16V foi tirado de linha para ser impulsionar Polo e Virtus 1.6 MSI.

Avatar
Deixe um comentário