7 fatos sobre carros clonados: como evitar e somo saber se caiu no golpe

Veja como evitar cair no golpe da adulteração de automóveis e descobrir se o seu carro foi clonado com essas dicas que preparamos

carro clonado peugeot 5008 shutterstock
O golpe do carro clonado consiste em usar a mesma placa em um carro idêntico (Foto: Shutterstock)
Por Fernando Miragaya
25 de abril de 2022 11:35
Especial para o AutoPapo

“Carro gêmeo” é algo que dá muita dor de cabeça. É quando o carro é clonado, ou seja, existe um outro – irregular e provavelmente roubado – que usa a mesma identificação de um veículo que está certinho. E o que não falta é bandido e quadrilha especializada nesse tipo de crime, com técnicas cada vez mais ousadas e criativas.

Por esta razão, reunimos 7 fatos sobre carros clonados. Desde para você entender como opera a bandidagem e evitar cair no golpe, até o que fazer se o seu veículo foi clonado e tem um irmão gêmeo por aí.

VEJA TAMBÉM:

O que é carro clonado?

O crime consiste em adulterar um automóvel com os dados, informações e identificação de outro veículo. A prática mais comum das quadrilhas é clonar as placas. Ou seja, o bandido faz a placa de um carro “sem problemas” e coloca em um outro, geralmente fruto de roubo e/ou furto, e o coloca à venda.

Ao consultar a placa, um possível comprador vai se deparar com informações positivas. Mas a ousadia dos bandidos vai além e muitas quadrilhas costumam modificar também outros aspectos de identificação do veículo, desde numeração de chassi e motor até a gravação nos vidros.

A placa Mercosul não protege?

nova placa veiculos brasil padrao mercosul
QR code ajuda a rastrear  a nova placa (Foto: Alexandre Carneiro | AutoPapo)

O novo padrão de identificação dificultou a clonagem veicular, mas ainda está longe de impedi-la. As placas Mercosul têm recursos como marca d’água e QR Code para facilitar a rastreabilidade, o que atrapalha os adulteradores. Mas, como dito, a criatividade da bandidagem é infinita.

Como evitar comprar um carro clonado?

A primeira medida é consultar a placa do veículo e ver se todos os dados básicos batem: modelo, ano, versão, cor e número do Renavam. Ao mesmo tempo, verifique a procedência do veículo e a reputação da loja.

Os bandidos costumam fazer a clonagem de veículos do mesmo tipo. Então, ao ver o carro ao vivo, fique atento a sinais de pintura recente, de adulteração na gravação do chassi (partes raspadas) e à numeração dos vidros. Peça um decalque do chassi para identificar possíveis retoques no dígitos.

Fique de olho também na documentação. Verifique se o Certificado de Registro de Veículo (CRV) e o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) são originais. Ligue o desconfiômetro para documentos em segunda via.

Qualquer sinal de adulteração, informe a polícia. Uma pedida é contratar serviços de laudo cautelar. São empresas que fazem uma investigação minuciosa do veículo que está à venda, tanto da parte de documentação e origem, até das condições de conservação do carro.

Carro clonado: o que fazer?

Aí, meu amigo, geralmente só resta sentar e chorar. Por isso, não feche negócio de nenhuma maneira antes de checar todas as informações, desconfie de preços muito abaixo do mercado e em hipótese alguma dê sinal ou faça pagamento a terceiros.

O consumidor que cai no golpe geralmente perde todo o valor pago, já que o carro clonado não pode ser comercializado. Mas é preciso informar imediatamente ao Detran e fazer um registro de ocorrência da Delegacia de Polícia.

Tenha em ordem documentos do automóvel e recibos da compra, além de fotos do carro e dados da loja ou da pessoa de quem você comprou. Lembre-se que o comprador ainda terá de prestar explicações à polícia até provar que foi vítima.

Como sei se meu carro foi clonado?

Se você começou a receber muitas multas estranhas em relação ao seu automóvel, ainda mais emitidas locais e vias pelos quais você raramente ou nunca passa, este pode ser o primeiro indício de que seu carro foi clonado.

O que fazer se meu carro foi clonado?

A primeira coisa ao descobrir que o carro foi clonado é fazer um registro de ocorrência em uma Delegacia de Polícia. Depois, é preciso comunicar ao Detran do estado e formalizar uma queixa. Caso a adulteração seja confirmada, o dono do veículo “vítima” terá de trocar o chassi e providenciar uma nova documentação.

Clonagem de anúncio!

Com a pandemia e o fomento dos negócios online, a bandidagem se especializou também em clonar… anúncio. Pois é, muitas quadrilhas pegam anúncios em sites de compra e venda de carros, criam links falsos e até ofertam veículos que sequer existem – e até através de lojas fantasmas.

Por isso, fique atento à URL do anúncio, verifique a reputação do anunciante, não feche o negócio sem ver o carro, não faça depósitos ou sinais para “segurar” o automóvel, desconfie de preços muito baratos e jamais faça pagamento a terceiros.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
14 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
ADOLFO 29 de abril de 2022

O Brasil é um país tão arrombado a favor dos meliantes que absurdo, você compra um veiculo zero quilômetro, aí o mesmo é clonado. E ainda vão remarcar o chassi do seu veiculo. Infelizmente terra de ninguém. Os órgãos públicos que se virem e não você ficar com o prejuízo. Absurdo
E tem muitos laudos falsos de toda a parte
Nem comprando veiculo OK você tem sossego

Avatar
LAÉRCIO 29 de abril de 2022

Matéria fraquíssima!! De todas as “dicas” fornecidas, a mais importante não consta: conferir o manual de revisões do carro, que devem ter sido feitas na cidade onde o carro foi comprado, e as respectivas Notas Fiscais das tais revisões, que devem estar no nome de quem comprou Zero Km. Sem isso, não compre.

Avatar
Katia 29 de abril de 2022

Boa!

Avatar
Wesley 29 de abril de 2022

Ai você não compra carro nenhum, pois ninguém faz nenhuma revisão além da primeira na concessionária.

Avatar
LAÉRCIO 6 de maio de 2022

Você respondeu por você, pois eu trabalho com carros semi-novos, e a grande maioria faz as 3 primeiras revisões, para ter a garantia de 3 anos – e eu não compro sem isso – mas valeu, assim eu já sei que NÃO vou comprar o SEU carro.

Avatar
Wesley 15 de maio de 2022

Laércio, muita gente caga pra garantia, até mesmo pras garantias de 1 ano, simplesmente porque ninguém quer ficar preso aos serviços porcos e caros das concessionárias. É claro que isso varia de região pra região. Numa grande SP da vida a maioria faz as revisões mesmo, mas e no interiorzão? Quanto ao meu carro, não está a venda, lamento informar.

Avatar
fernando 29 de abril de 2022

que matéria fraquinha! 2ª via de CRLV e CRV!!! hoje é digital …. placa mercosul é o projeto mais errado que já foi realizado envolvendo placa, marca de água e qr code não garante nada! se não existir fiscalização de nada adianta,

Avatar
Fab 29 de abril de 2022

Mas conta ai, o que a placa cinza garante? Nada, lacre já cansei de ver funileiro fazer gato para trocar painel de carro sem romper o lacre, trabalhei em cima de funilaria, vi isso acontecer varias vezes, ali eram carros que estavam em ordem e alguns deles eu conheci a vida desde zero km, mas poderia ser um carro esquentado.

Avatar
Fabio Felix de Melo 29 de abril de 2022

Mas conta ai, o que a placa cinza garante? Nada, lacre já cansei de ver funileiro fazer gato para trocar painel de carro sem romper o lacre, trabalhei em cima de funilaria, vi isso acontecer varias vezes, ali eram carros que estavam em ordem e alguns deles eu conheci a vida desde zero km, mas poderia ser um carro esquentado.

Avatar
Fabio Felix de Melo 28 de abril de 2022

Que loucura, vai trocar o numero do chassis do carro e placa, a incompetência do estado prejudica ainda mais a vitima. Vai tentar vender o veiculo depois e vão pagar menos da metade do que o veiculo vale.

Avatar
Paulinho Gomes 29 de abril de 2022

É verdade, na bananolândia quem sempre se da bem são os vigaristas e ladrões do colarinho branco.

Avatar
Paulo Ribeiro 25 de abril de 2022

Sei não…desconfio que devem tb falsificar laudos pra enganar o comprador. Nesse país tudo é possível

Avatar
NELSON MALAGOLI 25 de abril de 2022

Antes de fechar negócio com o vendedor, solicito o laudo de vistoria completo. Seria o suficiente para evitar comprar um clonado???

Avatar
Paulo Ribeiro 25 de abril de 2022

Sei não…desconfio que devem tb falsificar laudos pra enganar o comprador. Nesse país tudo é possível.

Avatar
Deixe um comentário