Antigoportunista: seu carro usado em bom estado não é um colecionável

Ultimamente, muitos carros usados com 15 ou 20 anos, em estado de conservação acima da média, estão sendo anunciados por valores exorbitantes

atos dinheiro venda portal
Até em carros obscuros estão pedindo uma fortuna (Fotomontagem: Ernani Abrahão | AutoPapo)
Por Felipe Boutros
19 de fevereiro de 2022 08:03

Ultimamente eu tenho andado com uma ideia na cabeça: ter um carro mais velho – que ainda não se classifique como antigo – mas que dê para curtir em um passeio e que possa ser usado eventualmente no dia a dia. Naquela linha que eu falei na minha última coluna: um carro do fim dos anos 90, começo dos anos 2000…

Então eu fico “zapeando” pelos classificados da internet atrás desse tipo de modelo. E, não é novidade para ninguém, que os preços de carros usados dispararam.

VEJA TAMBÉM:

Mas, além disso, é possível observar outro fenômeno curioso: muitos carros usados com 15 ou 20 anos, em estado de conservação acima da média, estão sendo anunciados por valores completamente deslocados da realidade. E, engraçado, é possível estabelecer até uma média de preço para eles: R$ 30 mil.

Vectra 2002 em excelente estado de conservação? R$ 30 mil! Palio Weekend 1999 toda original? R$ 30 mil! Outro dia, vi um Hyundai Atos (você sabe de qual carro estou falando?) por… R$ 30 mil!

Claro que um carro usado em um estado geral acima da média pode ser vendido por um preço um pouco acima da tabela. Eu até acho justo… Mas R$ 30 mil em um Hyundai Atos? Sério?!

hyundai atos 2000
Sehoras e senhores… Eis o Hyundai Atos (Foto: Hyundai | Divulgação)

Alguns vendedores estão embarcando na onda dos tais neocolecionáveis: modelos que estão na faixa dos 30 anos de fabricação (ou próximo disso), perto de ganhar a placa preta, e que estão sendo muito procurados por serem exemplares que foram cobiçados no passado.

De fato, alguns modelos que tiveram a produção limitada ou que se tornaram raros e difíceis de achar em bom estado merecem um preço diferenciado. Alguns são, de fato, colecionáveis. Mas a maioria é de carros que não tem nenhuma dessas condições.

Seriam apostas para o futuro… Pura especulação.

Hoje cobiçados, mas já foram desprezados

E isso é um fenômeno recente: em meados dos anos 1990, era comum comprar carros V8 (Dodge Dart, por exemplo), desprezar a carcaça e aproveitar o motor em lanchas. Maverick GT, cobiçadíssimo hoje? Era comprado por uma verdadeira mixaria.

Quem comprou um Gol GTI usado na primeira década dos anos 2000 fez um ótimo negócio. Os preços desses dispararam e estão na casa dos centenas de milhares de reais… Uma questão de oferta e demanda? Efeito manada?

Eu sei que a compra de um carro antigo ou um colecionável – até mesmo um usado bem conservado – não é uma questão racional, é claro! Na maioria das vezes, está fortemente entremeada por uma carga emocional: o carro que o pai tinha um igual, o esportivo dos sonhos quando era adolescente…

E é nessa que aparecem os antigoportunistas: muitas vezes compram um carro por um preço justo, mas colocam um ágio absurdo em cima. Fora quando fazem uma reforma porca e classificam o modelo como “impecável” ou “restaurado”.

É como diz o ditado, né: todo dia sai um esperto e um bobo de casa e quando encontram dá negócio. Eu que não quero ser o bobo… R$ 30 mil em Hyundai Atos? Tá doido?!

  • Boris Feldman falou sobre o retorno da placa preta neste ano. Confira:

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
SOBRE
39 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
26 de fevereiro de 2022

Gente, nao sei o que aconteceu, mandei um comentário, saíram vários rsrsrs Desculpem aí rsrs

Avatar
José 26 de fevereiro de 2022

Sou dono de um jeep Ford. 81Acho que ele vale 80 mil, se alguem se interessar em comprar, não quer pagar nem 30, e se eu precisar mesmo de dinheiro e precisar vender, acho que não pego nem 10. Simples assim.

Avatar
26 de fevereiro de 2022

Sou dono de um jeep Ford. 81Acho que ele vale 80 mil, se alguem se interessar em comprar, não quer pagar nem 30, e se eu precisar mesmo de dinheiro e precisar vender, acho que não pego nem 10. Simples assim.

Avatar
26 de fevereiro de 2022

Sou dono de um jeep Ford 81. Eu acho que ele vale 80 mil, se alguem se interessar em comprar, não quer pagar nem 30, e se eu precisar mesmo de dinheiro e precisar vender, acho que não pego nem 10. Simples assim.

Avatar
26 de fevereiro de 2022

Tenho um jeep Ford 81. Eu acho que ele vale 80 mil, se alguem se interessar em comprar, não quer pagar nem 30, e se eu precisar mesmo de dinheiro e precisar vender, acho que não pego nem 10. Simples assim.

Avatar
Fabrizio Jonas 26 de fevereiro de 2022

O cara não paga 30k num carro com 20 anos, inteiro e com os confortos da época, mas paga 40k num FUSCA.

Avatar
Fernando 24 de fevereiro de 2022

Acredito que cada pessoa coloca o valor que quiser, mas tem muitos abusos sim e quem dita o preço é quem paga. Quando a oferta é maior que a procura os preços vão para o espaço. A exatamente seis meses vi uma Jeep Cherokee em um site por 35 mil reias impecavel. Foi vendida logo uma semana depois a mesma esta com o novo proprietário sendo oferecida por 50 mil. Tipo virou negócio como a bolsa, vc pode perder ou ganhar.

Avatar
Daniel F Oliveira 24 de fevereiro de 2022

Sou do seguinte pensamento se tiver acima do preço dificilmente vende. se tiver muito barato muitos desconfiam se não tem alguma pegadinha. O mercado vai se regulando por oferta e procura.

Sobre o levantado pelo Boutros sobre um carro desconhecido não faço ideia de preço dele (Atos), mas se tiver errado não vende. A Fipe ainda é uma boa referencia para alguns carros de 1985 pra frente.

E o mais importante se o carro é meu, eu posso por o preço que eu achar que vale, se alguém discordar um pouco que chore um desconto. ou então vai ficar encalhado.

Sou o feliz proprietário de um Opala 2 portas 1978, adquirido há exatos 20 anos, numa época que esses carros ainda não tinham pego o preço atual….
Durante os anos já cansei de ouvir propostas do tipo:
Vc vende?
Quanto vale?
e etc….

Pouco antes da pandemia um dia um Sr. já idoso me abordou dizendo que já teve um igual a meu e perguntou quanto era o Opala, e eu respondi não está a venda. Ele insistiu quanto vc quer nele, disse denovo que não estava a venda. e ele mais uma vez põe o preço no carro, e eu disse 100 mil. Aí ele assustou e falou queisso! tá doido?

Eu só respondi, o preço desse modelo é esse, mas acho que o Sr. acha outros parecidos mais baratos. caso queira esse em especifico é esse o seu preço.

Avatar
Thiago Garcia 24 de fevereiro de 2022

Meu sonho de infância nos idos de 93/97 era um Omega CD e um Volvo 850sw.
O Omega eu já realizei e passei pra frente. O Volvo está difícil rsrs

Avatar
Ronaldo Noce 24 de fevereiro de 2022

Um veiculo que ja esta entrando na lusta de colecionaveis tem que ser antes de tudo um veiculo impecável, senão é só mais um veiculo velho, vai restaurar? Que seja uma restauração de primeira, se não, nem tudo que reluz é ouro.

Avatar
Antonio Pereira 22 de fevereiro de 2022

Vou chocar a todos agora.
CADA UM GASTA SEU DINHEIRO ONDE, QUANDO E COM O QUE BEM ENTENDER.

Eu ponho o preço que bem entender e paga quem assim lhe convier e ponto final.

Mimimi de desocupado.

Avatar
Pedro 23 de fevereiro de 2022

Vou chocar vc agora.
AS PESSOAS TB SÃO LIVRES PRA CRITICAR O QUE ELAS QUISEREM

Antigoportunista detectado. Deve pedir 30k em monza tubarão e dizer q é colecionável kkkk

Avatar
Bruno 22 de fevereiro de 2022

Brasileiro ainda não aprendeu a cuidar do carro, então a maioria esta detonada e quanto mais passa o tempo, mais carros são destruidos, então bons exemplares se destacam e tem sim q ser valorizados !
Quem quer rir, tem q fazer rir !

Avatar
Vinicius 22 de fevereiro de 2022

Incrível a galera com o supérfluo: “só não comprar”, “Se não quer não compra” e “Livre mercado”, não é bem assim; cada vez que esses oportunismos se fazem presentes, causam inflação nos valores inclusive de peças e serviços, fazendo com que cada vez mais pela irrealidade e até mesmo desonestidade (vou cobrar caro pq quem compra tem dinheiro!!) causem assim um sucateamento de todo um mercado que poderia ser muito mais próspero e incluir mais apaixonados !!

Avatar
Bruno 22 de fevereiro de 2022

Muito pelo contrário, valorizar os modelos promove é a conservação, ja q se começam a dar mais valor para os carros !

Avatar
Antonio Pereira 22 de fevereiro de 2022

Amigo, não perca seu latim com essa tipo de pessoa, só pelo texto é um esquerdista que atribuiu aos outros as mazelas próprias.

Avatar
Natan 22 de fevereiro de 2022

Nesse caso no lugar de fazer matérias, textões e etc, não é mais fácil simplesmente não comprar esses carros e comprar um que caiba no seu bolso ou você considere o valor como justo? Se ninguém comprar o dono irá baixar o valor, o que define o preço é o mercado, oferta x procura, se está caro é só não comprar. Errado não é quem coloca o preço de venda, e sim quem compra por esse preço. Muito mimimi que não resolve nada, eu simplesmente quando acho que um carro está em um valor acima do justo pra mim, eu não compro, e ponto final.

Avatar
Pedro 24 de fevereiro de 2022

Não comprar é o principal mas criticar tb é importante quanto. É esperado que coisas absurdas sejam criticadas. Se todo mundo só observa e fica quieto dá a impressão, especialmente pra quem é menos entendido do mercado, que aquilo é normal. Ou vc é a favor de simplesmente “ficar quieto” e não votar mais quando vê um político fazer merda? Óbvio q não né? Se é absurdo tem q ser criticado. Ponto.

Avatar
Natan 24 de fevereiro de 2022

Sem nenhum nexo sua comparação, o voto influência minha vida, o valor do carro dos outros não. Não admito que ninguém coloque preço nos meus carros, se alguém quiser comprar pelo preço que irei vender ótimo, se não quiser irei ficar com o carro, é muito simples.

Avatar
yuri 22 de fevereiro de 2022

Concordo… mas é só não comprar… igual seminovo, nada mudou e os preços subiram 10 mil para todos.

Avatar
luizclaudiostefani@gmail.com 22 de fevereiro de 2022

Pedir muito pedem, mas não vendem não!
Passa um tempo e vendem por menos do que pagaram!

Avatar
Junior 21 de fevereiro de 2022

Eu estava procurando um opala pra comprar e desisti. Com o valor que estavam pedindo comprei uma CB500x, e digo pra todo mundo que foi a melhor coisa que poderia ter feito.

Avatar
Polvo 21 de fevereiro de 2022

Verdade, cada um pede o quanto quer, mas na prática poucos conseguem vender. Como a onda de ter um “clássico” está na moda, a maioria dos donos usa a justificativa de que só precisa arrumar “uns detalhes” para que vire um carro de colecionador digno de placa preta.

Avatar
Eduardo 21 de fevereiro de 2022

A verdade é uma só, pede o que quer e paga quem quer. Sem falar nos reformados e não restaurados , e pedem valores absurdos , como se fosse carros clássicos originais. A bola da vz são os fuscas.

Avatar
Henrique 21 de fevereiro de 2022

Até Marea tem admiradores e tá valendo uma nota. É uma perda de tempo a FIPE atribuir valor aos colecionáveis. Antes de comprar tem que pesquisar pra não cair no efeito bolha, e estourar na sua mão. Fato é que todo quarentão balança quando vê aquele GT, GTS, GSi, XR3 lançado na adolescência, enquanto andava de Fusca ou Fiat 147 do pai, Brasilia ou Corcel do avô. Oportunista mesmo é a Renault chamar o Kwid de SUV na TV, com 3 cilindros e 3 parafusos nas rodas.

Avatar
Eu 20 de fevereiro de 2022

E vocês queriam o que de um povo que prefere multimidia ao invés de segurança?

Avatar
Erlon M. C. 19 de fevereiro de 2022

Pois é, comprei a pouco um Ômega 2.0 1992/1993 por $ 13.000,00 superconservado, mas foi difícil, estavam pedindo $25.000,00 a $30.000,00 por carro até piores, isso é um absurdo, a justificativa é de que o carro é clássico, clássico onde, isso é brincadeira…

Avatar
KKKKKKKKKKKKKKK 19 de fevereiro de 2022

Vai la ver o preço de um Forde Ka novo , 60 – 80 mil 🤮🤮🤮

Avatar
FRANÇA JLN 19 de fevereiro de 2022

O que dizer então do Land Rover Defender ano 2000/01 ???

Avatar
Eduardo 19 de fevereiro de 2022

Meu preço é tal, se você aceita pagar este preço, pode levar a mercadoria. Se você não aceita pagar, simplesmente procure outro com um preço que te agrade, mas aí você está procurando pelo preço, não pelo produto.

O termo “preço absurdo” só é válido quando existem outras mercadorias idênticas por preço absurdamente menor como comparação a mercadoria de referência.

Avatar
Adri 20 de fevereiro de 2022

Mas existe…

Avatar
Natan 22 de fevereiro de 2022

O comentário mais coerente que vi até o momento aqui, concordo plenamente contigo.

Avatar
Andre Makariewicz 19 de fevereiro de 2022

Mas perai, deixa ver se eu entendi, querem botar preço nas coisas dos outros? Vivemos em um pais livre, cada um pede o que quer pelo que é seu! Também compra quem quer, qual é o problema disso! Liberdade econômica é isso ai!

Avatar
Alvaro 19 de fevereiro de 2022

Excelente matéria! E o termo “antigoportunista” é perfeito. Além dos fatos citados, esses especuladores buscam artificialmente tentar puxar o referencial do preço para cima praticando esses preços fora da tangente. Pois o próximo que resolver anunciar um Atos, com certeza, vai dar uma olhadinha nos anunciados para ter um referencial de quanto vai pedir pelo seu. Logo vê 1-2 anúncios de 25-30 mil, a pessoa mais leiga acha que esse é o preço de mercado e anuncia o seu nessa faixa, contribuindo inconscientemente para a especulação de preços. Se vingar essa artimanha, o preço inicial do especulador paciente de 30mil começa a não ser tão absurdo…

Avatar
Marlon 19 de fevereiro de 2022

Cara, o problema começa quando as pessoas veem anuncios de carros semelhantes aos que tem por 30 mil como você falou e então pensam que só porque um nesse valor o dele vale o mesmo.

Mas a questão é, posso pedir quanto quiser no meu carro, achar alguém que pague é outro situação kk

Avatar
Natan 22 de fevereiro de 2022

Marlon, isso se chama valor de mercado, eu tenho meus carros aqui, por qual motivo irei vender pela metade de um outro similar? Sendo que não conseguirei comprar outro igual por essa metade de valor? Não tem lógica. Igual um imóvel, pq eu iria vender minha casa pela metade do valor de uma outra similar? Para ter que comprar uma inferior depois?

Avatar
Santiago 19 de fevereiro de 2022

O nosso mercado virou uma verdadera orgia.
Num mercado aonde se vendem hathes “sarados” como SUVs, não é surpresa que agora se vendam veiculos usados em bom estado como “colecionaveis”.
E vendem porque? Porque não falta quem compre…
Enquanto certos consumidores se recusarem a dar-se o respeito a si mesmos, essa farra toda só vai piorar.

Avatar
Jeff 19 de fevereiro de 2022

Concordo contigo Boutros! Não é incomum vermos carros que tiveram números gigantescos de produção sendo vendidos como colecionáveis. Muitas vezes somente num estado ok de conservação, sem absolutamente nada que justifique o preço descolado do mercado.

Avatar
Natan 22 de fevereiro de 2022

Mas essa é fácil de resolver, é só procurar outro carro similar, no mesmo estado de conservação, por um valor menor e comprar. Caso não exista outro no mesmo nível, com valor inferior, o que irá justificar que esse em questão está caro? Se estiver caro não irá vender, se alguém achar que esse valor está justo irá comprar, é muito simples, oferta x procura, valor de mercado, não sei pq complicam tanto esse assunto.

Avatar
Deixe um comentário