Audi E-Tron chega e já encara Jaguar I-Pace: comparamos os dois

Os dois SUVs elétricos premium têm praticamente o mesmo preço e decisão de compra é decidida nos detalhes: Boris Feldman compara os dois

Por AutoPapo 23/04/20 às 07h00

O Jaguar I-Pace reinou sozinho entre os SUVs premium elétricos por um bom tempo no mercado brasileiro.  Agora, a Audi também vai entrar na briga com o lançamento do E-Tron: o primeiro modelo 100% elétrico da marca alemã.

O Jaguar I-Pace e o Audi E-Tron, além da mesma proposta, têm praticamente o mesmo preço: o SUV de origem inglesa custa R$ 452 mil, enquanto o alemã está com valor promocional de R$ 459 mil durante o período de lançamento (depois, o preço será de R$ 499 mil).

O Boris Feldman andou nos dois e faz um comparativo entre eles:

Conhece o Audi E-Tron?

O Audi e-tron, primeiro SUV 100% elétrico da marca, é construído sobre a plataforma MEB. Ele tem dois motores elétricos, que combinam para uma potência total de 408 cv com 66,7 kgfm de torque – as forças são distribuídas em 183 cv de potência e 31,5 kgfm de torque na frente e 224 cv de potência e 36,2 kgfm no motor traseiro.

VEJA TAMBÉM:

Mesmo pesando mais de 2 toneladas de peso, por ter torque instantâneo, completa 0-100 km/h em 5,7 segundos, com velocidade máxima limitada eletronicamente em 200 km/h.

A tração é integral: ele regula a distribuição ideal de torques de acionamento entre os dois eixos em uma fração de segundo. Na maioria dos casos, o SUV usa principalmente seu motor elétrico traseiro para obter a mais alta eficiência.

Se o motorista exigir mais energia, a tração elétrica nas quatro rodas redistribui o torque conforme necessário para o eixo dianteiro. Além disso, com o Audi drive select o motorista pode variar as características de direção entre sete perfis: Auto, Comfort, Efficiency, Offroad, Dynamic, Allroad e Individual.

No modo Dynamic, a tração privilegia a esportividade do E-tron ao dar maior preferência de torque para o eixo traseiro, enquanto nos outros modos a distribuição é mais equilibrada entre ambos.

Pacote de baterias

O sistema de baterias de íons de lítio do Audi E-Tron pesa cerca de 700 kg e é composto por 36 módulos de alumínio, que deixam o centro de gravidade do Audi e-tron semelhante ao de um sedan.

O E-Tron autonomia de até 436 quilômetros (ciclo europeu WLTP): em estações de recarga ultra rápida de 150 kW, por exemplo, é possível carregar até 80% da bateria em 30 minutos.

As baterias também podem recuperar a energia de outras duas maneiras: simplesmente ao tirar o pé do acelerador ou quando o pedal de freio é acionado. Durante mais de 90% de todas as desacelerações, o E-Tron recupera a energia exclusivamente por meio de seus motores elétricos.

Um fato totalmente novo é que o motorista pode selecionar o grau de recuperação de energia em três níveis utilizando as aletas localizadas atrás do volante, que lembram os tradicionais shift-paddles.

No nível 0, o Audi E-tron não recupera energia quando o motorista solta o pedal do acelerador. No nível 1, de desaceleração mínima, e no nível 2, de alta desaceleração, os motores elétricos geram torque de freio regenerativo, fazendo com que o SUV elétrico reduza a velocidade notavelmente enquanto produz eletricidade – o motorista pode desacelerar e acelerar usando apenas o pedal do acelerador, criando a sensação de pedal único.

Em baixas velocidades, praticamente não há necessidade de usar o pedal do freio. Além de ajustar manualmente o nível de recuperação com as aletas do volante, o motorista também pode selecionar o modo automático na MMI.

Assim, o modelo aproveita seu potencial máximo de recuperação em combinação com o sistema de controle integrado de freios eletro-hidráulicos. A Audi é o primeiro fabricante do mundo a usar esse tipo de sistema em um veículo elétrico produzido em série.

Audi E-Tron não tem espelho retrovisor

Um dos destaques do Audi E-Tron são os retrovisores externos virtuais – uma novidade mundial em modelos de produção em série. Os retrovisores virtuais não apenas reduzem o arrasto, mas também levam a digitalização do veículo a um nível totalmente novo.

O equipamento conta com uma câmera, onde as imagens são processadas digitalmente e exibidas nos monitores internos laterais de 7 polegadas com tecnologia OLED de 1.280 x 800 pixels, cujo brilho se ajusta automaticamente. Se o motorista move o dedo sobre a tela sensível ao toque, símbolos são ativados possibilitando mover a imagem e ajustar o ângulo desejado.

Outras soluções aerodinâmicas também foram adotadas, como a suspensão a ar, que se ajustam individualmente às condições da estrada. Dependendo da velocidade e preferência do motorista, a altura da suspensão varia até 76 milímetros. Especialmente em viagens mais longas, uma altura de condução mais baixa melhora a aerodinâmica e também contribui para a autonomia.

É possível destacar ainda a parte inferior do veículo totalmente forrada com placa de alumínio, que além de proteger a bateria também reduz o arrasto, e a entrada de ar frontal ajustável na grade dianteira, que pode se abrir e fechar dependendo das condições.

Versões, preços e opcionais

O Audi E-Tron será comercializado nas versões Performance e Performance Black. Entre os itens de destaque do recheado pacote de itens de série do E-Tron Performance, acham atenção o ar-condicionado de 4 zonas, teto solar elétrico panorâmico, faróis Full LED com assistente de farol alto, controle de cruzeiro adaptativo com assistente de saída de faixa, abertura e fechamento elétrico do porta-malas, auxílio de estacionamento plus com display 360º.

Como equipamentos de informação e entretenimento, os principais destaques são rádio MMI com sistema de navegação e interface para smartphones com sistema iOS e Android. Há também o Audi virtual cockpit plus, onde o motorista pode escolher entre duas visões.

Como opcional nesta versão existe apenas a pintura metálica e o Pacote Tecnológico, que contempla head-up display, pre sense dianteiro – que avisa o motorista e prepara o veículo para o caso de uma colisão iminente – e o Night Vision Assist.

Performance Black

A versão topo de linha é a Performance Black, que agrega no interior bancos dianteiros esportivos em Alcântara, acabamentos na cor cinza volcano e teto interior na cor preta. No exterior, incorpora o kit S line com soleiras em alumínio e iluminadas, capa do retrovisor externo na cor preta, frisos decorativos em High Gloss Black e pinças de freio laranja. De série nessa versão há também o sistema de som Bang & Olufsen 3D, com 16 alto falantes.

Na Performance Black, além dos opcionais de pintura metálica e Pacote Tecnológico, os clientes podem acrescentar os retrovisores virtuais, faróis full LED Matrix HD com luz de direção dinâmica e o Audi Side Assist. Este último é um pacote que contempla o Audi Pre Sense traseiro (reconhece a iminência de uma colisão e regula o tensionamento dos cintos dianteiros, posicionamento de banco e fechamento de teto solar e vidros), o Exit Warning Assist (aviso de perigo quando os passageiros estão saindo do veículo), o Audi Side Assist (aviso de perigo em mudança de faixa) e o Assistente de Tráfego Reverso (informa o condutor sobre a possibilidade de um acidente ao realizar uma manobra traseira com a utilização dos sensores e radares do veículo, além de uma breve utilização dos freios caso necessário).

As rodas em ambas as versões são de 21 polegadas, mas na Performance Black o desenho é exclusivo.

Produzido na fábrica de Bruxelas, na Bélgica, o Audi E-Tron tem garantia de 4 anos no veículo e 8 anos nas baterias. Seu preçosugerido será de R$ 499.990 na versão Performance e de R$ 539.990 na Performance Black.

Durante o período de lançamento, haverá condições especiais: as versões serão negociadas, respectivamente, por R$ 459.990 e R$499.990, além de valorização de até R$15.000,00 na troca do veículo usado e 4 anos de manutenção já inclusos.

Conhece o Jaguar I-Pace?

O I-Pace já está disponível nas concessionárias Jaguar Land Rover no país, em versão única equipada com dois motores elétricos que desenvolvem 400 cv de potência e bateria de 90kW que oferecem autonomia de até 470 km com uma única carga, de acordo com o ciclo WLTP. O torque instantâneo é de 69,6 kgfm. Ele acelera de 0 a 100 km/h em apenas 4,8 s.

O I-Pace já está disponível nas concessionárias Jaguar Land Rover no país, em versão única equipada com dois motores elétricos que desenvolvem 400 cv de potência e bateria de 90kW que oferecem autonomia de até 470 quilômetros com uma única carga, de acordo com o ciclo WLTP.

Ao contrário dos motores a combustão que pedem paciência ao motorista até atingirem a faixa de torque máximo, o elétrico traz torque instantâneo de 69,6 kgfm. Ele acelera de 0 a 100 km/h em apenas 4,8 s.

O I-Pace também conta com a tecnologia Smart Settings, que registra o estilo de condução do motorista e consegue assim adaptar o veículo às necessidades de cada um.

Por meio da conexão Bluetooth entre o smartphone do proprietário e o veículo, uma vez conectado, todas as configurações de temperatura, posição dos bancos e modo de condução podem ser previamente configuradas e já estarem prontas antes mesmo de o motorista entrar no I-PACE.

De série, o I-Pace traz o sistema de entretenimento In Control Touch Pro Duo. Compatível com as plataformas Apple Car Play e Android Auto, ele permite aos usuários espelharem alguns aplicativos de música e navegação de seus smartphones na tela localizada no painel do I-Pace.

Revisão e garantia

s três primeiras revisões do Jaguar I-Pace seão feitas sem nenhum custo. As revisões, são feitas a cada 24 meses ou 34 mil quilômetros e incluem a troca de filtro de ar de cabine, limpador de para-brisa, fluído de freio e dos tubos flexíveis dos freios, além da mão de obra especializada.

A garantia do SUV elétrico da Jaguar é de cinco anos. As baterias do I-Pace têm garantia de oito anos ou 160 mil km, o que ocorrer primeiro. Ao final do período, a Jaguar garante no mínimo 70% de capacidade de carga no I-Pace.

Fotos Divulgação

1 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    RENATO BARROS 30 de abril de 2020

    Hoje não teria esse dinheiro para aplicar em um carro, mas sou mais o Jaguar do que o audi.

Avatar
Deixe um comentário