É Barato Se Incomodar: perfil bomba com carros baratos e com ‘potencial’

Em pouco mais de um ano no Instagram, BSI já acumula quase 110 mil seguidores que podem ver que ter um carro 'de projeto' não é impossível

Por Felipe Boutros 28/06/20 às 16h00

Dois entusiastas que se conheceram nos tradicionais grupos de internet são responsáveis por um dos maiores sucessos do Instagram, o perfil “É Barato Se Incomodar!” (BSI). Eles pedem para não serem identificados, para manter a impessoalidade do BSI.

Em um pouco mais de um ano, o Barato Se Incomodar já acumula quase 110 mil seguidores na redes sociais. Os anúncios, muitas vezes, são de “patinhos feios” do mercado, carros com fama de ruim de venda, mas com potencial de serem carros divertidos: Marea, carros franceses, japoneses exóticos…. Ou que podem se tornar “projetinhos”, carros para track day ou que tenham algum apelo emocional.

VEJA TAMBÉM

Nenhum dos dois “editores”, como se chamam no perfil, têm relação direta com o mercado automotivo, mas se definem como apaixonados por carros. Um deles tem dois esportivo nacionais dos anos 90. O outro, possuiu, por 10 anos um Subaru Impreza 1.8 AWD que comprou por R$2.000.

“O Subaru parecia estar prestes a ser mandado para um ferro-velho. Me incomodei demais, gastei mais ainda, mas o tanto que aprendi com o carro e a quantidade de amizades que fiz são incalculáveis”, explica. “Inclusive, o termo ‘É barato se incomodar’ surgiu na época em que procurava o substituto do Impreza. Sempre que o outro editor mandava alguma sugestão, ela era seguida do nosso bordão”, se diverte.

“Eu e o outro editor gostamos muito de carro barato, de projeto. E a gente ficava postando anúncio em grupo que já tem 15 anos que conversa sobre carro. Até que um se encheu e reclamou que eu só postava carro barato, só incomodação! E eu dizia, olha é barato se incomodar”.

Barato Se Incomodar, perfil no Instagram
Barato Se Incomodar, perfil no Instagram

Alternativa ao ‘antigo gourmet’

O editor explica que o Barato Se Incomodar que a ideia do perfil no Instagram é mostrar que para ter um carro legal (um “projetinho” como ele define) sem ter que investir uma fortuna. Ele reclama da “gourmetização” de carros antigos ou de determinados modelos, como o Gol GTI e o Opala. “É barato ter um carro legal, não precisa pagar R$ 100 mil para ter um GTI”, resume.

Os editores do Barato Se Incomodar explicam que buscam os “incômodos” em sites de venda de veículos, no Facebook e apps e buscam por carros que eles gostam. Todas as postagens – duas ao dia – são acompanhadas de explicações sobre os modelos, uma análise do carro anunciado e uma sugestão de “canelada”, caso haja espaço para a negociação no valor.

Afinal, o que é barato se incomodar?

Um dos editores explica o conceito: “pagar R$ 5.000 em um carro é barato. É barato se incomodar com um carro desses… Vai te incomodar com a patroa, com a sua mãe com o seu pai. Vai te incomodar com o síndico, porque o seu carro tá pingando óleo na garagem. Existe uma série de maneiras de se incomodar, não só gastando dinheiro. Mas ao mesmo tempo, é um barato se incomodar!”, explica com entusiasmo.

Classificado? Só no padrão ‘Barato Se Incomodar’

Recentemente, o BSI começou a aceitar anúncios pagos, mas, de acordo com os editores de perfil, assim como o garimpo, eles o fazem pelo entusiasmo. O Barato Se Incomodar também está aceitando anúncios de pequenas oficinas e lojas de peças.

“O anúncio é muito mais barato do que qualquer portal. E o nosso ideal é trazer um pouco mais de ‘humanidade’ para carros que são mais difíceis de vender. Nosso intuito não é enriquecer, mas é uma intenção de fomentar o que a gente gosta”, explica um deles.

Fotos: Reprodução | Instagram

0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário