Bronco, Ranger Black, Transit e Mustang Mach 1: Boris comenta Ford no Brasil em 2021

"Planos anunciados pelo presidente da Ford para o Brasil em 2021 foram exatamente uma síntese dos rumos estabelecidos pela matriz da empresa"

Por Boris Feldman 12/12/20 às 16h00
ford mustang mach 1 2020
Mustang Mach 1, com 486 cv de potência, é uma das novidades programadas para 2021 (Ford | Divulgação)

Outro dia o presidente da Ford America do Sul, Mister Lyle Watters, chamou a imprensa para uma coletiva dessas de final de ano – online, é claro… Quase todas as fábricas organizam eventos desse tipo em dezembro, mas eu tive especial interesse no da Ford pois é a fábrica que seguramente vem passando pelo mais profundo processo de reorganização no país.

Boris Feldman conta tudo: assista ao vídeo!

Os planos anunciados pelo presidente da Ford para o Brasil em 2021 foram exatamente uma síntese dos rumos estabelecidos pela matriz da empresa como estratégia mundial da marca para os próximos anos: concentrar sua produção em utilitários esportivos, picapes, comerciais e elétricos. Exceção para um único automóvel, aliás, um dos mais famosos esportivos do mundo, coadjuvante em filmes famosos e até em música brasileira: “Meu Mustang cor de sangue”.

VEJA TAMBÉM:

Não tenho dúvida de que Mister Watters vai jogar para ganhar, pois se a matriz anunciou utilitários esportivos, ele não deixou por menos e vai trazer o mais famoso de todos nos Estados Unidos, o Bronco; que deixou de ser produzido lá por alguns anos, mas, relançado com tanto sucesso agora, em agosto, que até os executivos da própria Ford se assustaram: 150 mil pedidos em poucos dias.

Era um modelo, mas agora virou uma nova linha de SUVs, com versões para off-road e outros calibrados para o asfalto. Carrocerias de duas e quatro portas e dois motores turbinados: 1.5 de 184 cv e 2.0 de 248cv.

Picape está nos planos da Ford para o mundo? Tanto melhor, pois a Ranger é um dos maiores sucessos da marca no Brasil. E o presidente anunciou que vai trazer da Argentina uma nova versão, a Ranger Black. Além de honrar o nome com acabamentos escurecidos no interior e exterior, ela será – isso mesmo – conversível, com capota de abertura automática.

Vai investir em comerciais? Mister Watters não está de brincadeira: vai trazer do Uruguai a linha Transit, simplesmente a líder do segmento nos mercados norte-americano e europeu, e que acabou de ganhar uma versão elétrica. Já teve 10 milhões de unidades produzidas e meus colegas ingleses da Auto Express elegeram a Transit como a “Van Internacional do Ano 2020”.

Então, Bronco, Transit e Ranger. Mas tem a cereja do bolo; uma série mais do que especial do icônico esportivo da Ford, a mais desejada versão do Mustang cor de sangue, a Mach 1. Um respeitável “queima asfalto” com motorzão V8 que fica entre o Mustang GT e os bravíssimos Shelby, com componentes do GT 350 e GT 500. Tão bravo que os engenheiros de Detroit decidiram caprichar no veneno e aplicaram uma configuração especial para as pistas.

Careca como eu não gosta muito de tirar o chapéu, mas eu o tiro para Mister Watters….

SOBRE
2 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Luis Paulo Gentile 13 de dezembro de 2020

Cade a F150… será que o presidente da ford ainda não se deu conta que falta lançar ela para desbancar a ram1500v8

Avatar
Jorge Nicolau 12 de dezembro de 2020

Boris, esqueceu da camionete Maverick que vai ser a concorrente da toro, pelo que foi divulgado, ela irá estreiar no nosso mercado antes mesmo dos americanos.

Avatar
Deixe um comentário