Vice-presidente da BYD anuncia intenção de fazer 12 carros na Bahia

Vice-presidente global da BYD, Stella Li, detalhou os planos da marca para o mercado brasileiro e visões sobre o futuro da mobilidade

byd shark 2025 azul frente parada em fazenda
BYD Shark é cotada para ser nacionalizada (Fotos: BYD | Divulgação)
Por Marcelo Jabulas
Publicado em 16/05/2024 às 17h15

A BYD quer se tornar o farol da eletrificação dos carros no mercado brasileiro. As falas nada modestas são da vice-presidente global da marca, Stella Li. A executiva chinesa concedeu entrevista coletiva na Cidade do México em que afirma que a meta da marca é produzir 12 carros na Bahia.

Stella não deu detalhes de quais carros serão, mas até agora é possível listar quase metade desse pacote. Dolphin, Dolphin Mini, Song Plus, Yuan Plus e a novíssima picape Shark estão entre os cotados. Mas nenhum executivo crava o que será feito aqui ou não.

VEJA TAMBÉM:

Um dia antes, o Conselheiro Especial da BYD Brasil, Alexandre Baldy, comentou que para a Shark ser fabricada no país, o mercado teria que “abraçar o modelo”. Já Stella, quando questionada sobre qual seria o volume necessário para justificar a produção local, não quis se comprometer e se esquivou.

Mas a executiva é categórica ao afirmar que quer fazer da BYD uma bússola para a virada da mobilidade no Brasil e América Latina, com foco no carro híbrido em um primeiro momento.

Carro híbrido é trampolim para elétrico

“O carro híbrido tem grande importância em nossa estratégia, pois é o trampolim para o elétrico. Na China, 60% dos consumidores que têm um híbrido migram para o carro elétrico na próxima compra. Nossos híbridos têm autonomia mínima de 50 km no modo elétrico. Mas já duplicamos para 100 km com o Song Plus (e Shark). Além disso, nossos motores a combustão são mais eficientes que os da concorrência. Em testes chegamos a marca de 33 km/l. Para um país continental como o Brasil é algo muito importante, pois dá segurança e tranquilidade em longos deslocamentos”, analisa.

Para Stella, trazer concorrência e competitividade é fundamental para fazer a roda da indústria girar. “Temos uma picape que conta com internet 5G (em parceria com a Claro) embarcada e que funciona como gerador de eletricidade. É um veículo robusto capaz de levar luz e conectividade a pontos que não contam com infraestrutura”, explica.

BYD quer vanguarda no Brasil

De fato, o que a executiva chinesa quer dizer é que a marca deverá sacudir a indústria brasileira, que ainda engatinha com seus projetos de eletrificação e que sua tecnologia irá estimular a concorrência.

“Temos mais de 100 mil engenheiros trabalhando ao redor do mundo. Não somos uma empresa que fabrica carros. Somos uma empresa de tecnologia. Alocamos 5 mil engenheiros para desenvolver soluções em inteligência artificial. Construímos um centro de desenvolvimento de cerâmica. Não produzimos e vendemos nada em cerâmica, mas já nos adiantamos”, exemplifica.

Questionada sobre as barreiras impostas para as marcas chinesas nos Estados Unidos e mercados europeus, Stella explica que observa o movimento nos EUA, mas não considera aquele mercado como prioridade neste momento. No entanto, explica que a estratégia da BYD é sempre se regionalizar em qualquer mercado que atue.

stella li vp byd
Stella Li, vice-presidente da BYD (Foto: Marcelo Jabulas | AutoPapo)

“Nossa estratégia quando chegamos a um mercado é nos tornar parte da indústria local. Estamos finalizando nossa fábrica em Camaçari para atender ao mercado brasileiro e demais mercados da América do Sul. Queremos instalar uma fábrica no México para atender a América Central e países mais próximos como a Colômbia. Estamos finalizando nossa planta na Hungria, pois também queremos ser uma fábrica local na Europa”, explica.

Conheça a BYD Shark, caminhonete híbrida que pode ser feita no Brasil

Newsletter
Receba semanalmente notícias, dicas e conteúdos exclusivos que foram destaque no AutoPapo.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook X X Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
SOBRE
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário