[Vídeo] Todo câmbio de dupla embreagem é ruim como foi o Powershift?

"Aqui, no Brasil, existem carros da Hyundai e da Caoa Chery usando esse dupla embreagem sem nenhum tipo de problema"

Por Boris Feldman 07/03/21 às 15h00
cambio powershift ford fiesta
Câmbio Powershift era tão ruim que ganhou o apelido de 'Powershit' (foto: Shutterstock)

Dupla embreagem é um assunto que dá margem às maiores controvérsias. Primeiro, porque dupla embreagem é um câmbio automatizado. E aqui, no Brasil, nós tivemos as piores experiências com câmbios automatizados: aqueles que passam marcha sozinhos, não precisa do pedal,  não precisa de mexer na alavanca, mas eles usam  a caixa manual.

Era o Dualogic, era o I-Motion,  era o EasyTronic…  Da Fiat, Volkswagen, da GM; mas era automatizado de uma embreagem. Ele dava tranco, tanto que tiraram ele de fabricação; ponto! E o de dupla embreagem?

Boris Feldman explica tudo em vídeo!

O problema é que o  automatizado de dupla embreagem que mais apareceu aqui no Brasil foi o da Ford. Chamado Powershift, era tão ruim que ele imediatamente ganhou o apelido  de ‘Powershit’.

VEJA TAMBÉM:

Agora, além de ganhar apelido, ele deu muito aborrecimento para os donos desses carros da Ford, para as concessionárias e para a própria fábrica, que, ao perceber o mundo inteiro esse dava problema, a Ford acabou com esse câmbio e passou para o convencional: câmbio que eles chamam de Aisin, um grande fabricante japonês.

Câmbio de dupla embreagem é ruim ?

Mas o câmbio de dupla embreagem é tão ruim mesmo assim? Negativo! Quem criou má-fama foi o Powershift, mas pega os carros da  Volkswagen, que têm dupla embreagem, chamado DSG: são excepcionais, são muito melhores que os  câmbios automáticos convencionais!

E a fábrica que era da Ford, a Getrag, que fazia esses  Powershift, foi vendida para uma outra empresa.  Ela aprimorou, aperfeiçoou aquele câmbio  complicado da Ford; e ela lançou um outro  câmbio também dupla embreagem. Aqui, no Brasil, existem carros da Hyundai e da Caoa Chery usando esse dupla embreagem sem nenhum tipo de problema.

Então, quando  te falarem em dupla embreagem, você arrepia se for o Powershift da Ford. Os outros automóveis com esse câmbio, você não tem que se preocupar, porque são excepcionais!

SOBRE
36 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Germano Fernandes Oliveira 23 de julho de 2021

Eu creio que essa “demonização” do PS se compara (vou ser massacrado… mas tudo bem) ao Fivetech da Fiat: uma mecânica avançada para a época. No caso do meu PS (tenho um NF 14 com 52.000) foi trocado aqueles retentores e embreagem por precaução… e não havia nenhum problema com o câmbio. Preventiva!!!

Avatar
Humberto Junior 27 de maio de 2021

Tenho um Ford New Fiesta Titanium 2013/2014 com 49.500 KM rodados. Nunca tive problemas com o câmbio. Acho ótimo meu carro.

Avatar
Germano Fernandes Oliveira 23 de julho de 2021

O meu NF 14 com 52.000 Km também roda sem problemas depois de um recall para troca dis retentores e de quebra trocaram a embreagem (30.000 Km). E só por ter recebido aviso da concessionaria.

Avatar
Whalter Duarte 8 de março de 2021

Tenho um New Fiesta 2014 que passou por várias vezes na concessionária e não conseguiram resolver os VÁRIOS PROBLEMAS NO CÂMBIO POWERSHIFT.
Quem fala que nunca teve problema, normalmente teve sorte! Pois quando começa dar problema esquece que não vai parar e um atrás do outro te levando gastar um valor absurdo para concerto.

Lembrando que a Ford GARANTE QUE A DURAÇÃO DO CÂMBIO E DE 10 ANOS OU 150 MILHAS, no mínimo!
Isso está em um slide que a própria Ford lançou ao público com as vantagens desse cambio, agora se vc tiver um Powershift que durou 150 milhas entorno de 240 mil Km vai lá jogar na mega.

Powershift além de colocar nossa vida em risco pelo seu TCM mal configurando seus atuadores que se desgastam prematuramente sua infiltração de água e seus vazamento nós retentores entre outros !

Tomem cuidado pois vários estudo em todo mundo a Ford já foi condenada por esse câmbio !

Avatar
Ney Verdandi 8 de março de 2021

Já que o autor da matéria não está tão atualizado como imaginei, até mesmo na China a VW/Audi foram obrigadas a estender a garantia do câmbio DSG a sêco para 10 anos ou 150.000 Km. Infelizmente por aqui a até a mídia defende a montadora. Qual será o motivo? Com relação ao câmbio Powershift, modelos fabricados a partir de 2015, qualquer revenda de usados compra sem medo. Fica aqui uma sugestão para modelos anteriores a 2015: Façam uma abertura de 8 mm na parte inferior da carcaça do câmbio, façam adaptação de uma mangueira, acoplada nas entradas de ar de refrigeração do câmbio (Y) e a outra ponta deverá ser fixada no cofre do motor. Duvido que fique alguma gota de água dentro da carcaça do câmbio, que é justamente o motivo de estragar atuadores e enferrujar tudo. No ano passado a Ford me respondeu que encaminharia a minha sugestão para o setor de engenharia.

Avatar
IVAN VASCONCELLOS 8 de março de 2021

Acho que algumas pessoas confundem as coisas! Powershift é marca registrada da FORD, só ela no mundo se utilizou dessa implementação!
Câmbios automatizados existem muitos, ha anos, de fabricantes diversos e em vários países. A empresa Getrag que fabricou os Powershift, ná época pertencia à Ford e depois de vendida desistiu daquela implementação, projetou um novo do zero e hoje implementa uma nova solução que é perfeitamente funcional e muito eficiente.
Quem fala do “Reclame Aqui”, está inventando. As poucas reclamações sobre cambio dos carros ca CAOA Chery se referem ao cambio CVT do Tiggo 2. Alem disso posso testemunhar à favor, tenho um Tiggo 5x já há dois anos e o cambio sempre se comportou de maneira impecável. Sei que um único caso não pode ser generalizado, mas quero deixar registrado assim mesmo.

Avatar
Osmir Porath tv 8 de março de 2021

Parabéns para aqueles que respondem que o powerschtip, não dá prblemas, pois até agora estou satisfeito com o meu NF 2014, atendimento Ford aqui, nota 10.

Avatar
Matt 8 de março de 2021

Câmbio automático bom e o CVT .. funciona muito bem nos Honda e não fica dando trancos por ser contínuo.

Avatar
JOSE DANIEL PINTO 8 de março de 2021

Pelo que pesquisei…só não pode entrar em enchente e congertionamento intenso…com este tipo de câmbio…ele e um câmbio para auto pista e cidade pequena…..eu tenho um Focus Titanium 2015…2.0…ele e ótimo além de fazer mala de patrão…huhuuu

Avatar
Israel 8 de março de 2021

Os dsg da volkswagen tb dao problema, so entrar em grupos de golf e jetta, tanto que a volkswagen trocou o cambio do jetta mais novo

Avatar
Vitor 8 de março de 2021

Faz muito tempo que o Boris fazia reportagens boas . Os carros da Chery estão sim tendo problemas basta ver o teste da Quatro rodas mostrando que algo não funciona como deveria .

Avatar
Wallace 11 de maio de 2021

Bem, eu tenho o Tiggo 5x, e sigo para vc que não está dando problemas, mas se você prefere acreditar em uma revista, fazer o quê né, eu sugiro você entrar nos fóruns do Tiggo 5x. Lá você irá ouvir a opinião do dono e não de uma revista COMERCIAL.

Avatar
Laercio Fernando 8 de março de 2021

Para a análise do conjunto Ford/Powershift, esta deve ser feita por proprietários da marca, que realmente estão vivenciando o veículo. Eu comprei um NewFiesta Titanium em 2015, o carro é excelente, econômico, rápido, prazeroso a sua condução. Lamento ouvir absurdos sobre o carro.

Avatar
Osmir Porath tv 8 de março de 2021

Reclamacoes de alguns não devem generalizadas, e só seguir as recomendacoes.Tenho um NEW FIESTA 2014, Titanium com 60 mil kms, e nunca teve problemas com o câmbio automatizado apesar de a concessionária desta cidade de Jaraguá do Sul ser muito profissional, constatou pequena divergência na segunda marcha, fez a troca da dupla embreagem,sem nenhum custo, limpeza, atuadores carrinhos, motores estavam todos em perfeito estado de conservação.Digo também que este automóvel nunca rodou com câmbio ficou submerco em água.Ford Elite.Jaragua do Sul .SC.

Avatar
Rosalvo Beto 8 de março de 2021

Que texto Lixo. Diversos erros, entre eles chamar os cambios epiciclicos da Ford de Aisin, sendo que os mesmos são de fabricação própria na maioria dos modelos. O câmbio powershift teve problemas e a Ford resolveu os mesmos e trocou o uso dele em alguns modelos por questão de custo, pois o câmbio de dupla embreagem se tornou mais caro que o epiciclico da propria Ford quando a Getrag foi comprada pela Magna.

Avatar
Chery 8 de março de 2021

Acho que o Boris não tem acesso ao Reclame Aqui.
Realmente não tem uma reclamação dos câmbios da Chery. Há milhares.
Esse câmbio, assim como as carroças chinesas não pretam.
Só compre quem é trouxa.

Avatar
Gilberto 7 de março de 2021

Não consigo entender a insistência em ficar dizendo: “Powershift ruuuim. DSG booooom”. O DSG7 (e certamente a sumidade que é o Boris deve saber muito bem) foi um pesadelo para muitos donos de Golf mk7 2014-2015. Até para a própria VW, que tirou o câmbio da versão 2016 em diante. Eu mesmo me arrebentei com esse carro. Lembro bem de um dia, em mais uma ida à concessionária, um mecânico gente boa me falou: “rapaz, se eu fosse você, não ficava com esse carro nem um dia depois da garantia. Tá vendo aquele Golf alí? E aquele outro lá? E o terceiro ali no fundo? Pois é, todos com problema no câmbio”. Ele ainda completou: “se for problema na mecatrônica, 25 mil de prejuízo para quem não tiver garantia.” E eu complemento: para quem tinha garantia, as concessionárias faziam de tudo para dizer que não tinha problema nenhum no carro e te deixar na mão. Em uma aqui em Brasília, lembro que fui com problema no câmbio e o mecânico me ligou depois de um dia falando que tinha resolvido o problema: segundo ele “era só um parafuso solto no painel que estava fazendo um barulhinho”. Depois dessa, continuo admirando alguns carros da VW, mas passo longe da marca.

Eu sei que os DSGs com embreagens imersas em óleo não dão problema. Mas porque não fazer essa distinção?

Avatar
luiz carlos 7 de março de 2021

Aos defensores, comprem um Tiggo 5x pra ver o que é bom pra tosse. Dá tranco, sim, em baixa velocidade. Cambio não presta, tanto que na versão a ser lançada em breve, será com cambio CVT. Ao menos é o que a imprensa diz.

Avatar
Wallace 11 de maio de 2021

Mais um que escuta revista , vá nos fóruns ouvir a opinião dos donos. O carro é muito bom.

Avatar
RONALDO COELHO FERRAO 7 de março de 2021

Tive um festa 2013, gostei tanto que passei para o ecosport 2015 e até agora não tive nenhum problema. Quem comprou meu festa até hoje também não teve.

Avatar
Michel Cardoso dos Santos 7 de março de 2021

Tenho um ford focus 2014/15,com câmbio Powershift há quatro anos e, nunca tive problemas com o câmbio, pelo contrário, câmbio liso e rápido, trocas excelentes e suaves. Portanto, não tenho o que reclamar do carro.

Avatar
Jones Corrêa 8 de março de 2021

Exato! Generalizaram como se tudo n3ao prestasse.
O câmbio powershift tem um mecanismo de escalonamento que permite suavidade e performance. Nada a reclamar tbm.

Avatar
Powershift loser 8 de março de 2021

Se tiver seguro, tenta bater ele e dar PT logo.

Avatar
Germano Fernandes Oliveira 23 de julho de 2021

Eu creio que essa “demonização” do PS se compara (vou ser massacrado… mas tudo bem) ao Fivetech da Fiat: uma mecânica avançada para a época. No caso do meu PS (tenho um NF 14 com 52.000) foi trocado aqueles retentores e embreagem por precaução… e não havia nenhum problema com o câmbio. Preventiva!!!

Avatar
Luís 7 de março de 2021

Autor da matéria não sabe de nada. Tenho powershift desde 2015 sem problema algum. Só falou abobrinha. Como se o dsg não fosse motivo de preocupação em sua época kkkk. Aliás cadê o tão bom dsg hein? Nem vou falar nada, basta pesquisar rapidamente sobre problema dsg e vc tem assunto pra ler até o fim do mês, mas o vovô careca é vw fanboy

Avatar
Fabio 11 de março de 2021

Os dois são uma josta, Powershit e DSG seco. Ou nego acha que a Ford ter passado a garantia do câmbio para 10 anos foi de graça? Ou o processo bilionário que a Ford tomou nos EUA por causa dessa joça foi à toa? Os Powershit que não quebraram ainda vão quebrar, fique tranquilo.

Avatar
Henry F. 24 de abril de 2021

Esse velhote devia conhecer alguma coisa na época da Willys, Sinca… Hoje tá por fora. Melhor aposentar.

Avatar
Márcio Samogin 7 de março de 2021

Desculpe mas não concordo. Os DSG a seco deram muito problema e a manutenção é caríssima! Os banhados em óleo são mais confiáveis. Nem todo DSG é essa maravilha portanto e nem todo PowerShift é uma droga. Os mais novos não tiveram problemas.

Avatar
Fernando Rodrigues 7 de março de 2021

Texto simples e sucinto, como deveria ser, ótima explicação sem medo de errar. Parabéns Boris pela ótima explicação sem margem para erro.

Avatar
Fabiano Negreiros 7 de março de 2021

Concordo com o Boris, o câmbio de dupla embreagem foi desenvolvido na F1, ou seja, um ambiente altamente exigente e agressivo e foi um sucesso. O DSG da VW/Audi é relativamente um bom câmbio, tem algumas queixas sim (barulhos e trancos), mas nada se compara ao famigerado Ford Powershift, o defeito deste câmbio (que tinha tudo para ser bom) foi falhas em testes pré fabris e a Ford com pressa de lançar, colocou no mercado um sistema defeituoso conscientemente. Mais uma vez, pagam caro, matam a confiabilidade em excelentes carros (Focus e Fiesta), matam a confiança na marca, tomam processos, gastam com recall branco e matam um projeto que tinha tudo para ser excelente, enfim a Ford fordendo tudo (de novo)…

Avatar
RONALDO CORDEIRO SILVA ARAUJO 7 de março de 2021

Tenho um Fista Powershift 2013/2014 Troquei a embreagem duas vezes. Na segunda vez foi em 2017. Quem trocou pela embreagem de 2017 ou comprou carro a partir de 2017 não tem problema. Foi trocado o fabricante e houve recalibração. Câmbio está lisinho. O Autor dessa matéria é ruim demais e precisa ser mais profissional. O câmbio DSG não é um mar de rosas e da problema sim. Deixa de ser tendencioso.

Avatar
Ricardo Pereira da Cunha 8 de março de 2021

Eu tenho uma ecosport Titanium 2.0 2013 com câmbio powershft, ela está com 76.000 km e graças à Deus nunca tive p4oblemas com o câmbio. O único contratempo que tive foi uma vez subindo a serra com muito trânsito o câmbio acusou aquecimento. Parei um pouco no acostamento e depois sempre que ficava parado por muito tempo colocava no neutro e o câmbio não aqueceu mais

Avatar
Renato de Sa 7 de março de 2021

Tive três Ford Focus 2014,2015 e agora 2017 todos com powershift os dois primeiros nunca tive nenhum tipo de problema o terceiro agora com 19.000 km apresentou defeito.
Levei na consecionaria Mix carrão o qual realizou a troca dos componentes em dois dias sem custo algum ,o veículo até o momento ficou perfeito . Se continuasse em linha eu futuramente trocaria por outro.

Avatar
Carlos Henrique De Souza Oliveira 7 de março de 2021

Posso ser excessão, mas tenho 1 carro com powershift, 3 anos e 20mil km de pura alegria, câmbio rápido e suave.

Avatar
christiane cascardo 7 de março de 2021

meter o pau no cambio da Ford aoenas é falta de informação. sugiro pesquisar melhor o DSG ..muito Audi e Golf ficaram pelo meio do caminho..e não foram todos os powershift q deram problema não…mas matéria paga tb existe…sabemos

Avatar
Renato 7 de março de 2021

Vi um vídeo no YouTube que dizia que vazaram conversar de e-mails da Ford americana de antes de lançarem o Powershift para carros da marca no mundo inteiro. Eles já sabiam dos problemas e decidiram lançá-mo mesmo assim.

Avatar
Deixe um comentário