Seu carro está sem força? Veja 10 possíveis causas para esse problema

Diferentes falhas podem fazer com que o motor fique engasgando ou não tenha o desempenho correto: em alguns casos, a solução é simples

defeito motor shutterstock
Diferentes problemas podem deixar o carro sem força (Shutterstock)
Por Fernando Miragaya
09 de dezembro de 2020 19:00

Que atire o primeiro solenoide quem nunca se deparou com uma situação na qual o carro se arrasta. O motorista acelera, mas o veículo parece estar com as rodas presas por grilhões e bolas de chumbo. Se o carro está sem força, não se desespere: as causas podem ser várias, e as soluções, bem simples. Veja 10 motivos que podem fazer o motor render menos.

VEJA TAMBÉM:

1. Velas de ignição

As velas são uma das principais razões para o carro estar sem força, ou como se engasgasse nas acelerações. As peças são responsáveis por produzir a centelha que vai inflamar a mistura ar/combustível no motor. Se estiverem sujas ou gastas, o automóvel não vai render como deveria.

Há duas alternativas, que dependem do quanto você já rodou com o carro. Uma delas (menos praticada atualmente) é a limpeza. As velas devem ser limpas com uma lixa 220, aplicada sobre o eletrodo e com movimentos para frente e para trás, até o metal ficar limpo e brilhante.

Porém, antes disso veja no Manual do Proprietário o prazo para a troca dos componentes conforme a quilometragem. Se for a hora, substitua todas as velas, e não apenas as mais gastas. Guarde as que estiverem em melhor estado para uma reposição emergencial.

2. Cabo de vela

shutterstock 133010492

Bem, velas ok, mas o carro está sem força. A culpa ainda pode rondar as velas, só que mais especificamente os cabos. São eles que levam a energia das baterias para as peças produzirem a faísca necessária para o funcionamento do motor. Cabos gastos, ressecados, partidos ou até mal encaixados podem ocasionar falhas no desempenho do propulsor.

3. Gasolina ou etanol batizado

Isso é um mal ao qual muitos motoristas estão sujeitos. Gasolina adulterada tem menor poder energético e reduz o desempenho. Pode também contaminar o óleo lubrificante. Se o seu carro começou a engasgar ou aumentou consideravelmente a média de consumo após você abastecer em um posto, desconfie. Também atente para estabelecimentos que cobram o litro do combustível muito barato que os demais.

Lembre-se que caso suspeite de que comprou gasolina adulterada, você pode fazer uma denúncia na ouvidoria da Agência Nacional do Petróleo (ANP). E que também todo consumidor tem o direito a exigir um teste da qualidade do combustível no posto, que deve ser feito na hora e na frente do cliente.

4. Bobina

A falta de força do motor pode ter origem também nas bobina de ignição. Ela recebe corrente de baixa voltagem da bateria e a transforma numa de dezenas de milhares de volts para as velas, e qualquer defeito na peça pode comprometer o rendimento do carro. Porém, problemas em uma ou mais bobinas (dependendo do modelo do automóvel) só são detectados com equipamentos de scanner automotivo.

5. Bomba de combustível

Essa pode ser uma forte razão para o carro que está sem força. A bomba é a responsável por mandar o combustível do tanque para o motor – e é um componente caro. Se a peça estiver com defeito, ela não mantém o fluxo de gasolina-etanol-diesel, nem a pressão necessária, o que pode causar engasgos no desempenho e até mesmo dificuldades para o veículo dar a partida.

6. Bicos injetores

bico injetor

Responsáveis por pulverizar o combustível no interior do cilindro, os bicos injetores estão diretamente ligados ao desempenho do carro. Se algum destes componentes estiver com defeito ou mesmo “entupido” pode resultar em redução da taxa de combustível injetada, ou esguichar em vez de pulverizar.

Os sintomas mais comuns de bicos injetores defeituosos, além de perda de potência, são dificuldades em fazer o carro pegar, instabilidade da marcha lenta, engasgos e até mesmo no desempenho das arrancadas. Geralmente, problemas deste tipo no sistema de injeção eletrônica são diagnosticados pela central do carro e o motorista é alertado pelo quadro de instrumentos.

Fique atento também ao cheiro demasiado de combustível, o que pode ser causado por falhas nas vedações, vazamento pela base dos bicos, o que provoca combustível em excesso sendo queimado na câmara de combustão.

7. Filtros

Aqui vale atenção para a dupla de filtros. O de ar (elemento) é o responsável por impedir que fuligem, impurezas e sujeiras de um modo geral cheguem à câmara de combustão. Se a peça estiver muito suja, o motor terá de fazer mais esforço para puxar o ar, e o carro perde rendimento, principalmente nas retomadas de velocidade, além de aumentar o consumo de combustível. A troca do filtro de ar deve ser feita a cada 10 mil km ou com maior frequência no caso de se rodar em estradas poeirentas.

O filtro de combustível fica entre o tanque e o motor e funciona como uma barreira para evitar que as impurezas cheguem à bomba. Se estiver entupido o combustível não passa. Ou se perder o poder de filtragem, toda a sujeira vai passar pela bomba e chegar ao sistema de injeção eletrônica. E, como já dito, bicos sujos ou entupidos afetarão o desempenho do carro e podem comprometer até as partidas do motor. A troca deve ser feita a cada 15 mil km ou 20 mil km.

Para todas essas trocas de filtros, especialmente no caso de carros novos e zero km, consulte o Manual do Proprietário. Muitas das substituições estão previstas nos planos de revisões dentro da garantia.

8. Ponto de ignição

Pois é, você já ouviu o termo “o motor está fora do ponto”? É o ponto de ignição que, se estiver “atrasado” ou “avançado” , vai fazer com que o carro não desenvolva corretamente e fique com aquela sensação já descrita de que está se arrastando e demorando a pegar embalo. Percebe-se isso quando o carro está em ponto morto ou marcha lenta, e dá aquelas trepidações excessivas e “morre”. Ou mesmo tem dificuldade de pegar.

É possível aferir se o ponto de ignição de seu carro está correto. Muitas oficinas têm equipamentos próprios que aferem se o propulsor está “atrasado” ou “avançado”.

9. Sensores da central eletrônica

chip da central eletrônica motor do carro em detalhe

A central eletrônica administra o funcionamento do motor e corrige seus parâmetros centenas de vezes por minuto, de acordo com as informações que recebe dos sensores: rotação, temperatura, passagem de ar, tipo de combustível, carga, acelerador, etc. Se algum deles deixar de enviar a informação correta para a central, o motor vai perder desempenho, aumentar consumo e emissões.

10. Tapete do motorista

Por incrível que pareça, o tapete no assoalho do lado do motorista pode estar mal fixado, correr para debaixo do pedal do acelerador e impedir que seja acionado até o limite. Neste caso, o motorista pode estar pisando fundo,mas a central não recebe essa informação porque…. o tapete não deixa!

Fotos: Shutterstock

42 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Nestor soares 22 de outubro de 2021

Olá,Tenho um uno 2005,está perdendo força na subida,o que poderia ser??

Avatar
paulo mendes 19 de setembro de 2021

Tenho um fusquinha 62 e ele não passa dos 140 km porque sera alguem pode me ajudar..

Avatar
Joel 26 de agosto de 2021

Tenho uma Strada trekking ,o carro está sem potência , o mecânico disse que é sensor de embreagem.
Será que sensor de embreagem pode ter influência?

Avatar
Hugo arcas 17 de julho de 2021

Tenho um sirocco tsi 160 cv com uma repto para 200 , Eu foi fazer uma revisão a boche desde que o carro veio de lá vinha limpo mas depois passado 4 dias o carro ficou preso parece que não tem força alguém pode me dizer o que se passa ? Mudei filtro de ar filho da gasolina óleo filtro de óleo filtro de outra coisa que vai no motor não sei o que é mas alguém pode ajudar a perceber o que se passa , porque quando acelero o carro demora a responder e antes da revisão ele acelerava bem obrigado pela voça atenção .

Avatar
Franciara Teixeira oliveira 1 de julho de 2021

Eu tenho um carro marea e ele está sem força qual peça ele precisa para fria força

Avatar
Jurandir Figueiredo 8 de agosto de 2021

Tentar vender o mais rápido possível. Marea é complicado.

Avatar
Fernando 30 de junho de 2021

Bom dia. Tenho um polo 2003 Hatch 1.6 O mecânico arrumou motor de partida,trocou cabos, velas,bobinas e o carro continua fraco, só consigo andar de primeira, segunda às vezes de terceira marcha,as vezes o mecânico acha que são esses 10 itens citados,mas é apenas 1 item e tenho um gasto elevado em trocas de peças que talvez não tenha necessidade de trocar.

Avatar
Marta Espanhol 23 de junho de 2021

Boa tarde,

O meu carro perdeu a força e fez agora mudanca de velas mas continua igual

Avatar
Sandro da bahia 17 de junho de 2021

Bom dia!
Alguém me ajuda a resolver
Meu gol g2 at funciona e responde tudo blz quando tá parado, mais quando anda q pega velocidade ele corta aceleração

Avatar
Vania 4 de junho de 2021

Tenho um siena 1.8
Ele está com pouca força nas subida. Quando acelero muito ele emiteuma espécie de um barulho tipo um ronco

Avatar
Thiago 8 de outubro de 2021

Tem um Clio 2006 1.6 é estou com mesmo problema o carro sem força de primeira e segunda marcha e trepida bastante na subida junto com esse ronco alto, vou ver se descubro segunda feira

Avatar
Caetano 19 de outubro de 2021

Qualé pae, descobriu q q era?

Avatar
Zanele 26 de maio de 2021

Aló familia,tenho ford fiesta 1.6 o motor functions,mas no cilindro numero 3 tira pouca corrente Na vela,e no injector.troquei as velas,Cabos,bobina,e injectores,tirei a cabeça as valvas estavam boas.qual serà o problema.penço ajuda.

Avatar
Vanessa cristiane sidekum 14 de maio de 2021

Boa noite tenho um gol g4 ele ta sem foca ja troquei bobina cabos velas e continua sem força e tem horas q parece q vai parar

Avatar
Paulo 18 de maio de 2021

Eu tenho um gol g5 ta a mesma coisa ja troquei cabo de vela quite de embreagem tirei hoje o miolo do catalizado e não adiantou nada ele acelera na 1 2 3 ele anda muito de vaga

Avatar
Lyppe 30 de junho de 2021

Resolveu??

Avatar
Evaldo 1 de setembro de 2021

Bom dia paulo vc conseguiu solucionar problema do seu carro?
tenho um g6 vivo o mesmo problema. se puder mi ajudar, valeu.

Avatar
gilles 26 de agosto de 2021

tenho o mesmo problema, em geral e o anti chama antupido mas essa vez troquei e nao adiantou de nada, si alguem tiver uma resposta sobre o gol 4 agradeço, ja estou com 10 anos com ele

Avatar
Luís Miguel 6 de maio de 2021

Tenho um SMART a gasóleo de 2013.Tem sido impecável.
Vou a circular normal e pontualmente perde potência. Acelero é não passa dos 80km h.
Desligo o motor na chave. Volto a ligar e fica tudo OK. Passado pouco tempo volta ao mesmo.
Alguém me dá uma possível solução? Muito grato pelas sugestões. Abraço

Avatar
Conconco 2 de maio de 2021

Tudo indica que é a bobina, válvula termostática, velas encharcada com óleo de segunda categoria, bomba de gasolina em último caso os pistões não estão trabalhando em harmonia.

Avatar
Arone Canda 12 de abril de 2021

digo prazer

Avatar
Arone Canda 12 de abril de 2021

Deixa ver as condiçoes do tapete pode estar a impedir o pedal do acelerador

Avatar
Arone Canda 12 de abril de 2021

Foi prezer aprendi muita coisa!

Avatar
Arone Canda 12 de abril de 2021

Foi prezer aprendi muita coisa! continuem ajudarnos

Avatar
Jaime marialva 5 de março de 2021

Boa tarde entendi mais ou menos

Avatar
Maria Lúcia 24 de fevereiro de 2021

Por que vocês não compram um avião de uma vez hem?
Que chatice, carro foi criado para nos transportar porque andar à pé tem seus limites, gente chata e mal agradecida, machos principalmente, ô bicho chato e bobo.
Ser humano não inventa nada tudo é obra de Deus, o que temos é dom para desenvolver aquilo que já está semi pronto, agradeça mais e reclame menos, isso evita desgaste é da peça de vocês.

Avatar
Leandro 11 de dezembro de 2020

Tenho um Veloster e ele parece meio lento desde quando comprei, o que pode ser?

Avatar
Rodolfo 11 de dezembro de 2020

Além de poder ser algum dos itens acima, pode ser catalisador entupido. Isso considerando que você comprou este carro com mais de 50.000 km. Já em um bom mecânico para ter um correto diagnóstico. Comece trocando pelas peças menos caras relacionadas nesta reportagem. Pois meu pai nos anos 90 o carro raiva e ele trocou a bobina e não resolveu, o que resolveu era a troca das velas, o mais barato e trivial.

Avatar
Leandro 11 de dezembro de 2020

Então, o mais estranho foi que peguei ele 0km em 2014 e nunca consegui usar ele legal, dá a impressão que vc pisa, mas ele não responde, nas ultrapassagens é pior ainda. :/

Avatar
Rodolfo 11 de dezembro de 2020

* … o carro rateava e ele trocou…

Avatar
Rodolfo 11 de dezembro de 2020

Leandro,
Então como você comprou 0 km e o desempenho de 0 a 100 km/h está abaixo do especificado na ficha técnica, creio que seja defeito de fabricação em algum componente. E a velocidade máxima especificada na ficha técnica também deveria ser atingida. Era para a Concessionária ter resolvido esse problema em garantia. Como passou a garantia não sei como proceder, mas se eu fosse você ia num mecânico de confiança tentar resolver esse problema. Boa sorte!

Avatar
Mister Gasosa 11 de dezembro de 2020

Pelo que sei o Veloster faz de 0 a 100 km/h em 12,8 segundos, ou seja deixa a desejar. Quando eu compro um carro eu levo muito em consideração o desempenho de 0 a 100 km/h, pois potência e torque não garante nada, mas 0 a 100 sim.
Prefiro carros que fazem de 0 a 100 abaixo de 10 segundos.

Avatar
Alves 4 de janeiro de 2021

Solucao, arranca o motor e coloca outro maior. O pessoal nao entendeu sua ironia.’Kkkkkkkk

Avatar
Fernando Dornelles Alegre 29 de janeiro de 2021

Troca de carro amigo pega um opala aspirado que é muito melhor

Avatar
Luis Carlos Ramos 11 de dezembro de 2020

A número 10 é uma piada de muuuiiito mau gosto, a não ser que seja um motorista sem nenhuma experiência.

Avatar
Fernando B. 10 de dezembro de 2020

Não é possível que em pleno ano de 2020 ainda tenha gente que “limpe” a vela ao invés de trocar de uma vez. Um jogo de velas custa, no máximo 100 reais. PAREM COM ESSAS ECONOMIAS PORCAS NOS CARROS. Se não consegue manter um carro minimamente, não tenha um.

Avatar
Rodolfo 10 de dezembro de 2020

Fernando B.,
Eu não regulo troca de vela não, pelo contrário! Meu primeiro carro (Gol 1.8AP ano 1990) logo que comprei troquei as velas. 3 anos depois e 15.000 km troquei as velas BPR5ES pelas do modelo NGK Green (BPR5EY-D).
Em 2018 (10 anos com o carro) coloquei as velas NGK G Power (BPR5EGP) e gostei tanto que no ano seguinte e após uns 5000 km coloquei as do modelo Iridium NGK IX (BPR5EIX). Infelizmente ano passado tive que vender este carro com 11 anos e 52.000 km na minha mão (242.000 km rodados totais).

Avatar
Rodolfo 10 de dezembro de 2020

*Detalhe: meu Gol 1.8AP ano 1990 era a Gasolina e comprei ele com 190.000 km rodados. Agora estou com um Onix 1.4-L.

Avatar
Leandro Barbosa 11 de dezembro de 2020

Realmente não compensa fazer essas gambiarras, compensa trocar, mas me diz aí qual carro que o jogo de vela custa 100,00 rs

Avatar
Rodolfo 9 de dezembro de 2020

Fernando Miragaya,
E aquela técnica de limpar a vela esticando 1a e 2a marcha ainda funciona? Pois em alta rotação a vela entra na temperatura de autolimpeza, e então queima todo o carvão grudado nela.

Avatar
Rodolfo 10 de dezembro de 2020

Lembrando que eu faço a checagem do desgaste das velas a cada 10.000 km ou 1 ano, o que ocorrer 1º, conforme recomendação da NGK. Agora estou com velas de Iridium NGK IX no meu Onix 1.4, então para não colar a rosca no cabeçote mesmo ela podendo durar mais que uma vela comum vou continuar checando o desgaste das velas a cada 10.000 km ou 1 ano, o que ocorrer 1º.

Avatar
Julião 10 de dezembro de 2020

Isso é frescura e total perda de tempo e dinheiro. Corre mais risco quebrar ficando mexendo assim do que rodar 30 mil e trocar a vela. Vela Iridium não compensa no valor custo x benefício.

Avatar
Deixe um comentário