Carro múltiplo é solução para quem quer compartilhar um veículo com amigos ou familiares

Modalidade que permite a divisão de um automóvel por assinatura conta inclusive com controle de combustível para uma divisão justa de valor

jovem com celular na mao com aplicativo de carsharing aberto representando carro multiplo
Motoristas fazem a gestão do uso do veículo por meio de um aplicativo (Foto: Shutterstock) (Foto: Shutterstock)
Por AutoPapo
03 de setembro de 2020 13:56

A UseCar, locadora especializada em terceirização de frotas, carros por assinatura e carsharing apresenta um serviço inédito, apelidado de “carro múltiplo”. Composta pela assinatura compartilhada de veículos, que pode ser uma alternativa interessante para qualquer motorista, a modalidade tem como diferencial a divisão justa do valor pago. Confira como funciona o serviço.

LEIA MAIS

jovem com celular na mao com aplicativo de carsharing aberto representando carro multiplo
Motoristas fazem a gestão do uso do veículo por meio de um aplicativo (Foto: Shutterstock)

Como funciona o carro múltiplo?

A assinatura compartilhada possibilita que até quatro pessoas de uma mesma família, empresa ou círculo social dividam um carro, pagando proporcionalmente pelo tanto que usarem.

O controle da quantidade de horas, quilometragem e até de combustível utilizada por cada motorista é contabilizado por meio de um aplicativo, instalado em cada um dos carros disponibilizados pela empresa.

“As chaves do carro ficam dentro do porta-luvas. Para abrir o veículo, o motorista destrava as portas por meio do app. Há, junto à chave, um cartão de combustível, que começa a aferir o gasto da jornada iniciada pelo condutor”, explica Marco Ferreira, Diretor de Operações da UseCar.

Segundo o especialista, o carro múltiplo conta com as vantagens do carro por assinatura – quando o motorista paga pelo uso do veículo sem se preocupar com a depreciação, manutenção, seguro e pagamento de impostos -, com o diferencial de poder pagar pelo tempo proporcional de uso.

A modalidade é ideal para pessoas que não precisam do veículo em tempo integral, como uma mãe que usa o carro para trabalhar durante o dia e tem um filho que vai à faculdade no período da noite. Ou vizinhos que trabalhem presencialmente em dias alternados.

Vale lembrar que, com o controle feito pelo aplicativo, o condutor infrator pode ser facilmente identificado, assim como quem se envolver em um acidente de trânsito.

O carro múltiplo tem, incluso em seu “aluguel”, o valor do seguro. A franquia da cobertura pode ser consultada durante a assinatura do contrato, que é anual.

Quanto custa

O serviço custa a partir de R$450,00 mensais por usuário, pelo período de 12 meses de contrato. O valor do carro múltiplo varia de acordo com o modelo de carro escolhido, com o número de pessoas dividindo o veículo e com a estimativa de quilômetros a serem rodados.

SOBRE
1 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
BRUNO ALVES VASCONCELOS 3 de setembro de 2020

Ah tah! “Posso usar o carro agora” “Não! O Betinho vai usar ate 15h, depois a Virgina pediu pra viajar aqui perto, e depois sou eu”

Avatar
Deixe um comentário