Carro recuperado: como descobrir se um veículo é fruto de sinistro

Departamentos Estaduais de Trânsito disponibilizam a informação; sinistros de média ou grande monta devem constar no documento do veículo

Por Laurie Andrade 17/04/20 às 16h39

Leitor do AutoPapo levantou duas questões: é possível averiguar a procedência de um veículo? Como ter certeza de não estar comprando um carro recuperado?! Fomos atrás das respostas.

De acordo com Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), os órgãos estaduais de trânsito (Detrans) oferecem o serviço de checagem gratuito. Não há, por enquanto, uma base nacional de consulta.

LEIA MAIS

Ainda segundo a assessoria de imprensa do Denatran, se um veículo passou por um sinistro de média ou grande monta, a informação deve constar no campo “Observações” do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV).

Isso porque o carro recuperado legalmente precisa do Certificado de Segurança Veicular (CSV). A existência do CSV também deve constar como observação.

Entende-se, por média monta:

Quando o veículo sinistrado for afetado nos seus componentes mecânicos e estruturais, envolvendo a substituição de equipamentos de segurança especificados pelo fabricante, e que reconstituídos, possa voltar a circular.

O sinistro de grande monta é a perda total. Os conceitos são do Detran Minas Gerais.

Como consultar carro recuperado pela placa

Para descobrir se o veículo de interesse é um carro recuperado ou já se envolveu em um sinistro de grande ou média monta, basta:

  • abrir a página do Detran;
  • preencher o formulário eletrônico com a placa do veículo ou a data da publicação do possível do sinistro;
  • digitar os caracteres de segurança;
  • Clicar em “pesquisar” para visualizar a publicação.

Como exemplo, confira a página no Detran MG.

carro recuperado carcaca patio restos de veiculos credito shutterstock
Departamentos Estaduais de Trânsito disponibilizam consulta gratuita do histórico de sinistro

Caso ainda esteja desconfiado de que o carro foi recuperado, contrate uma empresa particular de vistoria. Apesar dos processos estabelecidos pelos órgãos de trânsito, nem todos os cidadãos realizam o registro de sinistro e ou emitem o Certificado de Segurança Veicular.

Para solicitar o desbloqueio de veículo com dano classificado como de “média monta” ou a reclassificação de monta (de dano de grande para média monta), também é preciso procurar o Detran. Veja o passo a passo para o estado de São Paulo.

Como consultar carros roubados

A Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça desenvolveu um aplicativo gratuito para consulta de placas de carros roubados. Confira como usá-lo:

  • Em primeiro lugar, o cidadão deve baixar o aplicativo Sinesp Cidadão na Play Store – se utiliza smartphones com sistema operacional androide – ou na App Store, caso tenha um iPhone;
  • Aplicativo instalado, basta abri-lo e clicar em “veículos”;
  • Depois, preencha os campos da placa do veículo, letras e números, e pressione o botão “checar situação”
  • Confira a mensagem para saber se o carro em questão foi ou não roubado.

Clique aqui para saber mais detalhes sobre o aplicativo e o processo de consulta de carro roubado.

Foto | Shutterstock

2 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Alex Bellíssimo Pimenta 21 de abril de 2020

    Na prática não e assim que funciona. No ano de 2015 comprei um Jetta 2012 que não constava sinistro nem em documento nem na base bom. Porém as seguradoras se recusavam a fazer seguro porque tinham fotos ( jamais me mostradas) que indicavam batida de média monta e veículo indenizado. A única que aceitou fazer foi a.mapfre depois de laudo e mesmo assim só fez de 90% da Fipe.

  • Avatar
    Sergio Berti 20 de abril de 2020

    Ao comprar um carro usado, dizem que devemos pesquisar no Detran sobre a procedência e multas. Mas ao pesquisarmos sobre multas, aparece uma mensagem que a pesquisa é apenas informativa e não tem valor real e caso você compre o carro, multas antigas podem aparecer e você será o responsável pelo pagamentos das mesmas…. isto é um absurdo.

Avatar
Deixe um comentário