Carros equipados, só que não: 5 itens básicos que ainda são opcionais

Acredite: preparação para som, conta-giros, limpador, lavador e desembaçador traseiros, brake light e ar quente não vêm de fábrica em alguns modelos

Por Alexandre Carneiro 22/03/20 às 10h00

Lembra-se da época em que praticamente tudo em um automóvel era opcional? Até não muito tempo atrás, era comum que itens  hoje considerados banais, como aparelho de som, vidros elétricos e até espelho retrovisor do lado direito, não viessem de fábrica. Todavia, apesar da evolução do mercado, carros equipados ainda não são comuns em todos os segmentos.

Pois nós listamos 5 equipamentos aparentemente banais que, inacreditavelmente, ainda são cobrados à parte. Claro, também revelamos quais carros não vêm de fábrica com eles. E olha que nem estamos nos referindo a sistemas de ar-condicionado ou de direção assistida: os itens da relação são muito mais banais, já  incorporados até nos veículos mais populares. Bem, pelo menos na maioria deles…

VEJA TAMBÉM

Carros equipados, só que não: itens ainda vendidos como opcionais

1. Preparação para som

alguns carros nao sao equipados com alto falante e preparacao para som
Em alguns carros, a telinha destinada ao alto-falante pode vir vazia da fábrica

Carros que não são equipados com preparação para som: Fiat Mobi Easy, Fiat Uno Attractive, Chevrolet Montana LS e Volkswagen Gol 1.0

Pois é, o item em questão aqui nem é o sistema de som inteiro, mas apenas alto-falantes e cabeamento. Mesmo nos (atualmente poucos) modelos que não trazem o aparelho de rádio, costuma existir o restante da estrutura. Esse, porém, não é o caso das versões de entrada de Fiat Mobi e Uno, Chevrolet Montana e Volkswagen Gol.

No caso da Fiat, os carros podem ser equipados opcionalmente com 4 alto-falantes, 2 tweets e antena, mas os pacotes variam. No Mobi Easy (cujo preço sugerido é de R$ 34.990), ambos são vendidos em kit chamado Funcional, que agrega outras comodidades e adiciona R$ 2.240 ao valor final. Já o Uno Attractive (R$ 44.190) traz os mesmos itens separadamente no kit Predisposição para Som, ao custo extra de R$ 670.

Já o Volkswagen Gol 1.0 (R$ 48.090) só traz a preparação para som se o comprador optar pelo aparelho de áudio “Media Plus”, com rádio, bluetooth, MP3 e entradas USB, por R$ 1.080. Ou pelo sistema Composition Touch, que traz central multimídia com tela sensível ao toque e conectividade com celulares e ainda acrescenta computador de bordo, por R$ 2.150.

Por sua vez, a Chevrolet Montana LS (R$ 57.150) não disponibiliza essa comodidade nem opcionalmente. Para tê-la, é preciso pular para a versão Sport (R$ 68.490), que a traz junto com rádio com MP3/WMA player, Bluetooth e entrada USB. Em todos esses casos, para ter um carro equipado, muitos vão preferir ir a uma loja de acessórios.

2. Conta-giros

painel de carro com conta giros em destaque
Conta-giros é recurso útil tanto para obter desempenho quanto para otimizar o consumo de combustível

Carros que não são equipados com conta-giros: Renault Kwid Life e Zen

Comuns até os anos 90, os painéis de instrumentos sem conta-giros entraram rapidamente em extinção a partir da década seguinte. Porém, ainda seguem vivos no Renault Kwid.

Não apenas a versão de entrada Life (R$ 34.990), como também a segunda do catálogo, a Zen (R$ 39.990), são desprovidas desse marcador. A Renault só disponibiliza tal item para as configurações Intense (R$ 43.190) e Outsider (R$ 45.990) do subcompacto.

3. Limpador, lavador e desembaçador do vidro traseiro

limpador traseiro
Limpador, lavador e desembaçador: boa visibilidade traseira depende dessa trinca de equipamentos

Carros que não são equipados com limpador, lavador e desembaçador do vidro traseiro: Fiat Mobi Easy, Like e Way, Fiat Uno Attractive e Ford Ka S

Carros com determinados tipos de carroceria precisam ser equipados com limpador, lavador e desembaçador traseiros, pois o vidro posterior suja bastante devido ao efeito aerodinâmico. Porém, esse não é o caso dos Fiat Mobi Easy e Uno Attractive e do Ford Ka S.

No caso do Mobi Easy, limpador, lavador e desembaçador do vidro traseiro estão incluídos no já citado kit Funcional (R$ 2.240), que adiciona ainda a preparação para som, além de vidros elétricos dianteiros e travas elétricas. Por outro lado, o Uno Attractive e as versões Like e Way do Mobi disponibilizam só os equipamentos para o vidro traseiro em um kit específico, chamado Visibilidade: custa R$ 670 para o primeiro modelo e R$ 620 para os demais.

Já o Ford Ka S (R$ 47.430) não permite adquirir esses itens nem pagando à parte. A única solução é optar pela versão seguinte, a SE (R$ 48.240), que traz limpador, lavador e desembaçador traseiros de série.

4. Terceira luz de freio (brake light)

luz de freio brake light
Ao tornar o acionamento do freio mais evidente, a luz adicional destinada a esse fim reduz a possibilidade de uma colisão traseira

Carros que não são equipados com terceira luz de freio: Volkswagen Saveiro Robust

Enquadradas como veículos comerciais, as picapes compactas disputam um mercado à parte. Nas versões de entrada, elas são adquiridas, principalmente, por frotistas e utilizadas estritamente para o transporte de carga. Desse modo, é comum serem menos equipadas que hatches e sedãs. Mas alguns modelos exageram: a Volkswagen Saveiro Robust, por exemplo, não vem de fábrica sequer com terceira luz de freio.

Também conhecido pelo termo em inglês brake light, esse recurso é bastante simples, mas tem eficiência comprovada para evitar colisões traseiras. Porém, quem fizer questão dele em uma Volkswagen Saveiro Robust (R$ 54.370) terá que desembolsar R$ 7.610 por um pacote opcional que inclui anda ar-condicionado, chave do tipo canivete, direção hidráulica, grade protetora da janela traseira, iluminação da caçamba, travas e vidros elétricos.

5. Ar quente

ar quente e ventilacao carros nao equipados com ar condicionado
Ar quente não precisa, necessariamente, estar conjugado ao ar-condicionado

Carros que não são equipados com ar quente: Fiat Fiorino 1.4 Evo e Fiat Mobi Easy

Veja bem: o caso aqui nem é de ausência de ar-condicionado e, consequentemente, da possibilidade de ajustar o aparelho para baixas ou altas temperaturas. A questão é a falta de ar-quente, que está presente (ou melhor, deveria estar) mesmo em carros que não são equipados com o climatizador.

Pouca gente sabe, mas o ar quente tem função importante: conjugado à ventilação do veículo, é o recurso mais eficiente para desembaçar o para-brisa em dias chuvosos. Isso, sem falar na sua utilidade em regiões mais frias, como no Sul do Brasil.

Entretanto, há dois carros vendidos no país que não são equipados com o ar quente. Um deles é o Fiat Fiorino, que na versão de entrada (chamada apenas de 1.4 Evo, tabelada em R$ 66.290), cobra R$ 600 pelo item.

Já parece exagero vender esse recurso opcionalmente em um furgão comercial, certo? Pois saiba que isso ocorre ainda com um hatch subcompacto: o Mobi Easy (R$ 34.990), também da fabricante italiana, que exige o desembolso de R$ 690 extras por ele.

50 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Fernando Campos 24 de março de 2020

    Tweets ou tweeters kkk. Vá aprender um pouco de Inglês!

  • Avatar
    Paulo 24 de março de 2020

    Faltou falar do marcador de temperatura da água do sistema de arrefecimento. Pois caso de pane devido a superaquecimento ou a válvula termostatica travar aberta (superresfriamento) o motorista vai saber.

  • Avatar
    Leandro 24 de março de 2020

    Isso tudo porque o “brasileiro’
    É apoixonado por carro, fala sério! Apaixonado por status até porque se paga muito para pouco, tá na hora de acordar e não aceitar essas empresas.
    Att

  • Avatar
    alex 24 de março de 2020

    Ar quente deveria ser obrigatorio ate por motivo de seguranca,um absurdo carro vir com sistema de ventilacao sem o ar quente.em dia chuvoso o embacamento dos vidros gera uma inseguranca enorme ainda mais em rodovia
    Pode agregar tbm desembacador e limpador traseiro

    • Avatar
      Claudinei 25 de março de 2020

      Alex o q desembaça é o ar frio direcionado para o parabrisa dianteiro e não o ar quente. Só p esclarecimento!! Sem querer ofender ok!!

  • Avatar
    Celso Ricardo 24 de março de 2020

    Renault kwid na versão básica também não tem limpador de vidro traseiro

  • Avatar
    Armen Loussinian 24 de março de 2020

    Eduardo
    …e a polícia não sabe quem está dentro do carro, fora a (in)visibilidade à noite, na chuva etc.

  • Avatar
    Everton Harison 24 de março de 2020

    Querem um carrinho completo,o ARGO,eu tenho um argo 1.0 drive,tem isso tudo,o motor não é potente,mas a economia é muito boa!!!

  • Avatar
    Neimar Pereira 24 de março de 2020

    Na minha humilde opinião, o cara que paga 40 mil em um mobi, é muito desprovido de inteligência.
    Com 40 mil vc compra um Civic, Corolla entre outros tops de linha é questão de raciocínio.
    Bom dia a todos.

    • Avatar
      Pablo 24 de março de 2020

      Qual o ano desse Civic de 40mil? ?

      • Avatar
        Baggio 24 de março de 2020

        2009 pelo jeito

      • Avatar
        Waslon 26 de março de 2020

        2012

    • Avatar
      Fernando B. 31 de julho de 2020

      Um Civic com quase 10 anos de uso deve estar com 100 mil rodados, exigindo manutenção muito rigorosa (além de ter sorte do dono anterior não ter deixado o abacaxi pronto pra ser saboreado pelo próximo dono). Quem compra carro popular zero é pq não quer dor de cabeça por pelo menos 3 anos.

  • Avatar
    kerson 24 de março de 2020

    Só fabricam essas marmotas, porquê o brasileiro compra. Isso é fato, agora duvido se o povo brasileiro desse um gelo de 5 anos nessas montadoras sem comprar. Podem ter certeza que alem de baixar o preço astronômico eles procurariam vender qualidade.

  • Avatar
    Diego Juan Bérgamo 24 de março de 2020

    É um absurdo estes preços dos “opcionais”!!!! Estes fabricantes acham que nos achamos dinheiro aonde????

    • Avatar
      Bruno 24 de março de 2020

      Pois eu que queria entender. Eles vendem porque tem gente que compra. O problema é esse existe gente em sã consciência que paga uma bica por esses carros pelados. Se eu fosse montadora eu também venderia caro e com o custo mais baixo possível, já que tem um trouxa pra comprar né

  • Avatar
    Renato 23 de março de 2020

    Por isso eu deixo os trouxas comprar carro zero. Depois de um ano ou dois de uso, o carro já perdeu 30% do valor, está pouco rodado e aí é a hora de eu comprar. Hehehe. Carro completo, com 20 mil km rodados e mais barato que um zero pelado.

  • Avatar
    Flávio 23 de março de 2020

    Eu acho que brasileiro não tem de reclamar de preço de carro. Mano sabendo que o preço está alto, faz folga de espera para comprar. Nós EUA, Honda e carro popular, no Brasil é considerado carro de luxo e precificado como tal. O City fabricado no Brasil é vendido mais barato no México, para onde é exportado, do que no Brasil. Será que o transporte para o México tem preço negativo?

  • Avatar
    Marco antonio de souza 23 de março de 2020

    É por isso que so curto carros antigos,tenho um omega 2.0 e é completao de tudo além de barato e manutençao barata,nao dou 55,60 mil nesses pé de boi que vendem por aí.

  • Avatar
    Edson Ferreira 23 de março de 2020

    Resumindo, os carros brasileiros são uma carroça. E o pior de tudo: o povo compra e ainda paga um preço absurdo. Carro compacto no Brasil, só presta alguns como: Toyota Corolla, Honda Civic, o resto é lixo!!!

  • Avatar
    Elionai Alves 23 de março de 2020

    O meu Peugeot 208 active pack de entrada tem isso tudo que foi citado e muito mais, roda de alumínio, multimídia 7′ com Bluetooth, GPS, vidro elétrico 4 portas, retrovisor elétrico, direção elétrica com controle de som e telefone no volante, volante com altura e profundidade, porta malas elétrico! Acho que tá bom neh! Lembrando que é o de entrada active pack! Motor 1.5 só pra lembrar, não é esses 1.0.mancos por aí!

    • Avatar
      Andre felipe 23 de março de 2020

      Mano não fique botando defeitos ai nos 1.0 cada um escolhe nos lê convém ja tiver varios carosde 2.0 pra cima agr estou com um 1.0 opsional fica a dica nao chame nenhum d manco

    • Avatar
      Clóvis 23 de março de 2020

      Única coisa que não tem é valor de comércio kkkkkkkk.

    • Avatar
      Abq 23 de março de 2020

      Legal, hein.

  • Avatar
    Edvaldo 23 de março de 2020

    E os veículos de exportação, são todos muito completos. E ainda pagam menos.

    • Avatar
      Norival 23 de março de 2020

      Muito bom pra nossa cara; aceitamos tudo…

  • Avatar
    ANDRE ARAUJO BINENBOJM 23 de março de 2020

    Resumindo, FIAT e VW, como sempre, são as mais muquiranas das montadoras. Miserinha pouca é bobagem…

    • Avatar
      Edvaldo 23 de março de 2020

      Muquirana é Chevrolet que vende um Onix por 60.000,00 sem simplesmente um comando de abertura interno do porta malas, tem que desligar o carro tirar a chave pra abrir o pota malas, sem cntar que não tem regulador de altura do cinto de segurança dianteiro lado direito, sem um simples filtro do ar condicionado, ridículo.

  • Avatar
    Bernardo Ribeiro 23 de março de 2020

    O Fiat Mobi easy também não tem conta vírus!!!

  • Avatar
    Moraes 23 de março de 2020

    Depende o modelo do uno, porque eu tenho esse mesmo modelo atractive 2017 e vem com limpador e desembaçador traseiro sim.

    • Avatar
      Deybson 23 de março de 2020

      Leia a matéria, ser humano.

  • Avatar
    Ana Paula Rodrigues Pereira 23 de março de 2020

    O Mobi like zero também vem sem a preparação para o som. Eu gastei bastante, eles ainda praticam a venda casada que comigo não fizeram porque eu comprei o rádio fora. Por favor falem sobre garantia porque o carro vem com garantia de três anos mas as borrachas só tem 8 meses e o chicote só um ano. Ora, esses itens não fazem parte do carro? Pagamos um dinheirão para termos nossas coisas direitinho e esses caras não ajudam em nada. Concessionária é fogo viu?

  • Avatar
    Nardoni carvalho 23 de março de 2020

    Um absurdo carros saírem de fabrica sem um simples sensor de ré.

    • Avatar
      Eduardo 23 de março de 2020

      Sabe estacionar nao?

  • Avatar
    Antônio Júnior 23 de março de 2020

    No caso do Gol, a matéria deu uma escorregada. Ele vem sim com a preparação para o som já na versão de entrada. Já no caso da Saveiro ROBUST, não vem mesmo o Break Light, porém trata-se de um veículo voltado especificamente para produtor rural na modalidade de venda direta.
    Acredito que a matéria poderia ter colocado outros modelos populares que têm venda comum de show room, como é o caso da leitora que citou o caso do Mobi dela que tal linha não entrou na reportagem.

    • AutoPapo
      Alexandre Carneiro 23 de março de 2020

      Caro Antônio, não há erro. Na versão de entrada do Gol, a preparação para som só é oferecida em um pacote opcional, que inclui o próprio aparelho de áudio. Essa informação, inclusive, está no site comercial da Volkswagen: basta entrar no configurador do modelo.
      Abraço e obrigado por acessar o AutoPapo.

      • Avatar
        Carlos 23 de março de 2020

        O gol vem com a preparação para som com antena no teto mas sem alto falantes.

  • Avatar
    Ana Paula Zanini da Silva 23 de março de 2020

    Versao mobi like ,tbm não tem os descritoa acima . Qdo comparado ao mobi eaay.

    Qdo comprei falaram que tinha,gastei uma grana pra fazer a prepau pra central multimídia…comprei auto falante…paguei cabeamento.

    Limpador, desembaçador tb n tem.

  • Avatar
    William 22 de março de 2020

    Estas montadoras destas marcas não respeitam os clientes vendem estes lixos e o pior alto custo.

    • Avatar
      Elmar Pacheco Rodrigues 23 de março de 2020

      Disse-o bem Willian, alem de pararem no tempo, ainda acham que fazer a um favor de comprar seus carros. A Fiat com suas trazeiras ridículas, uma mais feia que a outra, a Ford os únicos carros que prestam são as pickups, a Chevrolet os carros parecem um aparelho eletrônico de rodas, além de que o atendimento na concessionária é a vergonha, a VW a única que se mantinha presa a suas origens, desconfortável mas resistente e de confiança, agora um lixo, um amontoado de plástico com rodas. O dia que uma montadora escutar mais seus clientes vai ficar milionária enquanto isso um lidera numa categoria aqui outro noutra e assim a vida segue até que alguém crie um carro pra nossa realidade.

  • Avatar
    Everaldo 22 de março de 2020

    Se há quem pague,então tera a venda
    E ridículo carros tão caros e sem p básico ar quente ou até mesmo os conectores que ligam as portas a carroceria como alguns veículos básicos que não tem e vem um adesivo tampando a passagem

  • Avatar
    Siro de Paula 22 de março de 2020

    A Saveiro Robust básica não tem ar quente nem como opcional.

  • Avatar
    Samuel 22 de março de 2020

    Carros que pararam no tempo…

  • Avatar
    Rosianni Simões 22 de março de 2020

    Achei o maior absurdo foi o Onix vir sem o filtro do ar condicionado,comprei um a dois anos e veio sem, lá queriam cobrar 290,00 para colocar, saí com o carro sem filtro, comprei um por 16,00 e o rapaz cobrou 10,00 para colocar.

    • Avatar
      Eduardo 23 de março de 2020

      Cara tudo q se faz em autorizada é foda meu palio do modelo novo, queimou a lâmpada do painel de ar condicionado na autorizada 280$ p trocar, olhei no YouTube como troca, comprei a lâmpada por 6$ e troquei

  • Avatar
    edson natalino 22 de março de 2020

    Deveriam vender carros equivalentes ao preço pra começar a conversa

  • Avatar
    Armen Loussinian 22 de março de 2020

    Considero a 3a. luz de freio totalmente dispensável, uma vez que perdeu a sua função diante da infestação das películas “protetoras”: não se enxerga mais o segundo carro à sua frente! Em alguns veículos o brake light é até integrado ao design, porém poderia ser substituído por um acessório mais importante, como a luz de rodagem diurna em todos os carros, independentemente de sua categoria.

    • Avatar
      Sérgio Goes 22 de março de 2020

      Acho que o que você está propondo, também é dispensável. Acho que todos os carros deveriam sair de fábrica com faróis auxiliares, ou “de milha” como se falava antigamente. Esse acessório é muito útil para pessoas que enxergam mal à noite, como eu, ou que transitam em ruas esburacadas, como eu.

    • Avatar
      Gabriel 22 de março de 2020

      Não consigo entender porquê é permitido películas desse nível de escurecimento, acho um absurdo e fico indignado em não conseguir ver o segundo carro a frente. Se o carro que está à minha frente entrar na traseira de outro carro que esteja parado, eu, mesmo mantendo distância de segurança, muito provavelmente também irei me envolver em um acidente. Quem usa película assim está cometendo um crime, uma completa irresponsabilidade e falta de consciência coletiva.

      • Avatar
        Eduardo 23 de março de 2020

        Que um crime mané? Cada um faz o que quer,a película serve ate de proteção contra roubos, pois o bandido não sabe quem está lá dentro do carro e fica com receio, se vc não gosta tudo bem, mais fala merda tbm não

Avatar
Deixe um comentário