Carros isentos de IPVA: 10 boas opções no mercado de usados

Selecionamos alguns automóveis, ano 2001, que já não pagam mais a alíquota em São Paulo e podem ser vantajosos

chevrolet astra 1999 amarelo frente em movimento rodovia
Listão traz modelos de diferentes marcas e segmentos (Foto: Chevrolet | Divulgação)
Por Fernando Miragaya
26 de novembro de 2021 09:11

Todo fim e início de ano é aquela preocupação com os impostos. O IPVA é um fantasma para muitos motoristas, mas carros com 20 anos, ou mais, de idade já não pagam mais o tributo em São Paulo, mas vale lembrar que, em outros estados, os veículos ficam isentos a partir de 15 anos.

VEJA TAMBÉM:

Se você está de olho em um usado e não está afim de gastar grana com o imposto, selecionamos modelos 2000/2001 que podem agradar. Porém, como todo usado, é preciso estar atento ao histórico de manutenção do automóvel, ao estado de conservação e verificar se não há multas – mesmo IPVA – pendentes.

10 carros isentos de IPVA em 2021

Os preços são médias de valores coletados na penúltima semana de novembro de 2021 no site da KBB Brasil. Confira então 10 carros que ficaram isentos de IPVA em 2021.

1. Volkswagen Gol

volkswagen gol g3
Gol G3 é, na verdade, uma reestilização do G2
  • Motor: 1.0 8V de 61 cv
  • Preços: entre R$ 10 mil e R$ 18 mil
  • Prós: robustez e manutenção simples
  • Contras: posição de dirigir e acabamento
  • Versões legais: Power e Série Ouro
  • Atenção: ruídos no câmbio e 1.0 16V tem manutenção mais cara

O Gol já era líder absoluto do mercado brasileiro há alguns anos nessa época, e por isso mesmo há muitas ofertas de modelos 2001. Chamado de G3, o hatch compacto, na verdade, era uma remodelação feita em 1999 em cima do carro de segunda geração (o Bolinha).

O motor 1.0 8V pode parecer fraco, mas dá conta do recado na cidade, mas há opções 1.6 por R$ 5 mil a mais, em média. De qualquer forma,  o Gol sempre é sinônimo de mecânica robusta e simples, o que o torna um carro fácil de vender no mercado de usados, seja qual ano for. Só mesmo as versões 1.0 16V tendem a desvalorizar um pouco mais.

2. Honda Civic

honda civic 2000 a 2003
Sétima geração do Honda Civic em nível global é a segunda fabricada no Brasil
  • Motor: 1.7 16V de 115 cv ou 130 cv
  • Preços: entre R$ 19 mil e R$ 28 mil
  • Prós: conforto, estabilidade e confiabilidade mecânica
  • Contras: comportamento dinâmico
  • Versões legais: LX e EX
  • Atenção: ruídos na suspensão e folgas na direção

A segunda geração do Honda Civic nacional – e a sétima mundial – é sempre uma boa pedida de usado, ainda mais dentro do grupo de carros isentos de IPVA. O sedã médio, naquela época, já se destacava pelo bom desempenho, baixo consumo de combustível, conforto a bordo e a fama de carro inquebrável.

O desempenho do motor 1.7 (seja de 115 ou 130 cv) não vai eriçar seus pêlos, mas é bastante competente. Outro ponto positivo no Civic é que, mesmo os exemplares com duas décadas de uso, em geral, são bem cuidados e conservados

3. Chevrolet Silverado

chevrolet silverado carros que sairam de linha
Silverado não fez tanto sucesso quanto a antecessora D20
  • Motor: 4.2 18V turbodiesel de 168 cv
  • Preços: entre R$ 70 mil e R$ 130 mil
  • Prós: desempenho, capacidade de carga e off-road e espaço interno
  • Contras: custo de manutenção e dificuldade de peças
  • Atenção: motor de arranque e vazamento de óleo

A picape da GM tem uma história curiosa no Brasil. Em 1997, a Chevrolet começou a importá-la da Argentina, para afagar os corações aflitos dos picapeiros, que não tinham mais a D20 para curtir.

Em 2000, começou a ser produzida no Brasil com o voluntarioso motor turbodiesel MWM de seis cilindros em linha e 168 cv. O modelo até passou a se chamar “Silverado D20”. Mas a fabricação nacional acabou rapidamente, em 2001, justamente o ano em que o credencia a ser um dos carros isentos de IPVA.

4. Fiat Palio Adventure

fiat palio weekend adventure 1999 cnza steel frente
Perua da Fiat criou um segmento
  • Motor: 1.6 8V de 92 cv
  • Preços: entre R$ 15 mil e R$ 20 mil
  • Prós: robustez, ergonomia e desempenho em alta
  • Contras: consumo e pouca força em baixa
  • Atenção: desgaste acentuado dos freios e ruídos da suspensão

Queiram ou não, a Palio Adventure foi o primeiro crossover nacional, ao mesclar a conveniência da carroceria station-wagon com suspensão reforçada, pneus de uso misto e visual jipeiro para ser uma espécie de off-road light. Fez tanto sucesso que ditou tendências e inaugurou a subcategoria “aventureiro”.

A Adventure foi lançada em 1999 em cima da Weekend, a perua derivada do hatch Palio de primeira geração. Tem 4 cm a mais de distância do solo do que as demais station-wagons da linha, bom para a buraqueira da cidade. O motor entrega desempenho razoável e não tem consumo exagerado.

5. Alfa Romeo 156

alfa romeo 156 prata frente e traseira
Alfa Romeo 156 é bonito e bom de dirigir
  • Motor: 2.0 16V de 155 cv
  • Preços: entre R$ 46 mil e R$ 80 mil
  • Prós: conforto, acabamento interno e desempenho
  • Contras: manutenção cara e complicada
  • Atenção: ignição, eletrônica e suspensão

É isso mesmo, o belíssimo 156 é um dos carros isentos de IPVA. Estiloso por dentro e por fora, carrega o motor quatro cilindros da linha Twin Spark, com comando duplo de válvulas e um desempenho condizente com a sua proposta. Para quem é fã de peruas, o 156 ainda teve a linda variante Sportwagon vendida por aqui.

Mas, como disse Josias Silveira (grande e querido jornalista automotivo que nos deixou recentemente) em uma conversa com este escriba, Alfa funciona quando quer: “vai ter dia que ele não vai pegar de jeito nenhum e você tem de lidar com isso”. Ironias à parte, é preciso ter em mente que é um carro que requer cuidados e cujas peças são caras e difíceis de achar. Mas a beleza compensa…

6. Toyota Corolla

toyota corolla 1999 cinza de frente
Primeiro Corolla nacional ainda é valorizado
  • Motor: 1.8 16V de 116 cv
  • Preços: entre R$ 19 mil e R$ 26 mil
  • Prós: conforto, posição de dirigir e estabilidade
  • Contras: desempenho e acabamento interno
  • Versões legais: XEI e SE-G
  • Atenção: ruídos nos freios e problemas no virabrequim

Corolla já é um automóvel confiável e bem valorizado em qualquer geração, imagine sendo um dos carros isentos de IPVA? Pois é, 2001 foi o último ano de produção desta primeira geração do sedã médio feita em Indaiatuba (SP) – e a oitava mundial -, e desde então o modelo carrega suas virtudes.

Sempre reverenciado pela reputação mecânica, conforto e confiabilidade, o Corolla, assim como o arquirrival Civic, é muito bem valorizado (e procurado) no mercado de usados. Tem desempenho apenas satisfatório, mas já era bem equipado para a época e econômico em relação a muitos rivais da categoria.

7. Ford Ka

ford ka mp3 2005 preto frente
Design criativo e porte compacto caracterizam o Ka de primeira geração
  • Motor: 1.0 8V de 65 cv
  • Preços: entre R$ 9 mil e R$ 13 mil
  • Prós: dirigibilidade, comportamento dinâmico e estabilidade
  • Contras: espaço e acabamento interno
  • Versões legais: GL
  • Atenção: sistema de arrefecimento e falhas na aceleração

O primeiro Kazinho foi um carro muito legal. Com  suas dimensões enxutas, é fácil de estacionar e vai grudado no chão em qualquer curva ou na estrada em velocidades maiores. O motor Zetec Rocam, apesar de 1.0, oferecia desempenho mais interessante que a maioria dos carros “mil” da época.

Só não esqueça que este Ka é um dos carros isentos de IPVA, mas é um subcompacto, com pouco espaço interno, duas portas e porta-malas mínimo.

8. Audi A3

audi a3 2000 cinza 4 portas e azul 2 portas lateral
A3 teve diferentes opções de motorização
  • Motor: 1.8 20V aspirado de 125 cv ou turbo de 150 cv
  • Preços: entre R$ 38 mil e R$ 50 mil
  • Prós: desempenho, acerto dinâmico e conforto
  • Contras: manutenção cara e consumo
  • Atenção: motor de arranque e parte elétrica

O primeiro Audi A3 produzido no Brasil data dos anos 1990 e na época virou sinônimo de carro de “executivos do novo milênio”. Afinal, o hatch entregava status de marca premium, boa dose de requinte e desempenho arrojado por um preço mais em conta que a maioria dos modelos de entrada da Mercedes e da BMW.

O A3 nacional foi produzido sobre a mesma plataforma do Volkswagen Golf IV em São José dos Pinhais (PR) e é uma boa opção entre os carros isentos de IPVA. Ainda mais com o motor 1.8 com cinco válvulas por cilindro, que entrega 125 cv quando aspirado.

Com turbo, os 150 cv sobram para o hatch, que tem dinâmica apurada e ótimo acerto de suspensão. Os de 180 cv são mais raros e, consequentemente, mais caros. Por ser um carro com apelo no desempenho, merece atenção redobrada antes da compra.

9. Fiat Brava

fiat brava 2
O Fiat Brava é um hatch bem-construído: versões 1.6 não têm manutenção complexa
  • Motor: 1.6 16V de 106 cv
  • Preços: entre R$ 8 mil e R$ 16 mil
  • Prós: posição de dirigir, conforto e acerto dinâmico
  • Contras: calibragem da suspensão e câmbio esponjoso
  • Versões legais: SX e ELX
  • Atenção: bomba de combustível e bobina

A Fiat sempre teve problemas em vender carros médios e mais caros. Com o Brava não foi diferente. Uma pena, porque era um carro bastante correto e bem construído para a época. O hatch chegou para substituir o Tipo e foi produzido no Brasil entre os anos 1990 e início dos anos 2000.

O modelo oferece conforto no rodar e o motor 1.6 16V garante um desempenho condizente, apesar da pouca força em baixas rotações. O câmbio é que tem curso longo e engates pouco precisos. No mais, o Brava é relativamente equipado, oferece bom espaço interno e acerto dinâmico eficiente.

10. Chevrolet Astra

chevrolet astra gls hatch 1999 prata
Astra fez sucesso no mercado brasileiro
  • Motor: 2.0 8V de 110 cv
  • Preços: entre R$ 16 mil e R$ 28 mil
  • Prós: desempenho, acerto dinâmico e dirigibilidade
  • Contras: consumo e acabamento interno
  • Versões legais: GLS
  • Atenção: tampa do comando de válvulas e suspensão

Outro hatch médio entre os carros isentos de IPVA, só que com uma história de maior sucesso. O Astra foi um dos modelos mais duradouros e bem sucedidos de sua categoria, graças à força da marca Chevrolet (com sua enorme rede de revendas) e também ao seu projeto de origem Opel.

O primeiro Astra brasileiro conseguiu incomodar seus rivais Ford Focus e VW Golf com um custo/benefício mais atraente. O motor 2.0 garante boas arrancadas e o acerto da carroceria resulta em um carro equilibrado em curvas e altas velocidades.

Comprou um carro usado e foi enganado? Faça valer seus direitos! Assista ao vídeo com as dicas do Boris Feldman!

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
14 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
marcos ferreira 22 de dezembro de 2021

Tenho um POLO SEDAN VW 2006, 1.6, 8V, Flex, ultimo com farol de mercedes. 110 MIL KM rodados, fazendo 11km/L na cidade e 14km/L na estrada. Inteiraço, bem conservado. Não troco, não facilito! Só vendo se me oferecerem 3x o valor de mercado. Nunca entrei numa autorizada da VW. Carrão!!

Avatar
Evaldo Mendes 30 de novembro de 2021

Porque esse governo caipira de minas gerais nao faz isso nao cobra ipva de carro mais velho porqué ele me parece unha fome so esta ohando para seu ibigo pense nisso mineiro na hora de vota nesse ante governo.

Avatar
Hermenegildo Moura 30 de novembro de 2021

Sinceramente… Tenho um Fiat Uno fire 2007 q fica isento agora em 2022, não troco ele por nenhum dos q foram apresentado aí!!!!!

Avatar
Fernando 30 de novembro de 2021

Fala sobre o vectra

Avatar
Denilson 29 de novembro de 2021

Poderia colocar mais opções de carros.

Avatar
Anselmo Santos 29 de novembro de 2021

Vocês foram ridículos. Colocaram Ford Ka, Audi e Fiat brava e não colocaram o Corsa Hatch? Francamente. Matéria super aleatória. Só pra encher linguiça.

Avatar
MICHEL 29 de novembro de 2021

Só sucata. Antes de 2006 não existe nada digno inventado.

Avatar
marcos ferreira 22 de dezembro de 2021

Tenho um POLO SEDAN VW 2006, 1.6, 8V, Flex, ultimo com farol de mercedes. 110 MIL KM rodados, fazendo 11km/L na cidade e 14km/L na estrada. Inteiraço, bem conservado. Não troco, não facilito! Só vendo se me oferecerem 3x o valor de mercado. Nunca entrei numa autorizada da VW. Carrão!!

Avatar
Bartolomeu da silva 28 de novembro de 2021

Acho que deveriam ter mais carros nessa lista ,até o ano de 2010 pelo menos.

Avatar
Michel 29 de novembro de 2021

Só sucata, não existe carro 2001 digno de uma pessoa usar hoje em dia com todos os confortos e acessórios que merecemos.
Na minha opinião antes de 2006 não se encontra nada digno.
Carros dignos de anos antigos são fusion, Peugeot 307, 407 e 206 se for versão top.
Áudios e BMW diversos. De 2006 em diante, Civic e corola desses anos mencionados são sucatas. Civic só de 2007 pra frente e corola tem que ser mais novo ainda. 2 gerações atras já é feio de doer.

Avatar
Tarcísio 28 de novembro de 2021

Boas opções, mas tenho meu idoso Clio Sedan 2001 que já está isento e não penso em vendê-lo. Motor 1.6, 16v.

Baixo gasto de gasolina, manutenção cara se deixar acumular problemas, mas roda macio e tranquilo.

Às vezes acho que essas pesquisas são tendenciosas ao mostrar sempre as mesmas marcas.

Avatar
Daniel fraga 27 de novembro de 2021

Queria saber onde comprar um brava é uma boa escolha kkkk

Avatar
ailton jacinto silverio junior 26 de novembro de 2021

São bons caros. Mas carros antigos assim tem que ter donos mais cuidadosos e com um pouco de entendimento de manutenção. Aqui em Goias, é isentos a partir de 15 anos. Tenho uma Ranger 2004. Bom não pagar esses imposto

Avatar
José Pereira da Silva 26 de novembro de 2021

Bem legal a matéria, parabéns !

Avatar
Deixe um comentário