Melhor do que andar a pé: 10 carros pelo preço de um iPhone 11!

Selecionamos 10 modelos seminovos possíveis de comprar pelo mesmo valor, ou até menos, do mais avançado smartphone da Apple

chevrolet vectra cd 1996 azul de frente
Vectra CD 1996 (Foto: Chevrolet | Divulgação)
Por Fernando Miragaya
02 de outubro de 2020 19:13
Especial para o AutoPapo

Tem gente que é viciada em tecnologia. Quer comprar logo o smartphone ou computador mais avançado que se tem notícia, não importa o preço. Mas também tem gente que acha um absurdo gastar quase R$ 10 mil em um celular, como o iPhone 11 XR Pro Max.

Com um bom garimpo em sites de vendas de automóveis, é possível encontrar carros usados baratos dos anos 1990 e 2000 – que ainda dão um caldo para te levar de um lado para o outro ou para um “projetinho” de track day. Ou até apostar em um modelo com potencial de ser colecionável.

Honda Civic

honda civic lx
  • Anos: 1998 e 1999
  • Preços: entre R$ 9 mil e R$ 10 mil

O sedã que é sinônimo de robustez e confiabilidade mecânica custa até menos que o iPhone todo modernoso. Claro que são carros usados baratos muito rodados, com mais de 20 anos de uso, mas lembre-se que os donos de Civic geralmente são zelosos com o seu modelo. As versões LX anos 98 e 99 usam motor 1.6 de 106 cv e têm airbag, ar, direção hidráulica, trio, volante com ajuste de altura e som.

VEJA TAMBÉM:

Renault Clio

renault clio 2005
  • Anos: 2004 a 2007
  • Preços: entre R$ 6 mil e R$ 10 mil

O compacto da marca francesa é uma opção de carro barato usado mais “novo” dentro desta faixa de preço. É possível encontrar desde versões de entrada RL ou Authentique com o motor 1.0 de 56 cv, até configurações mais equipadas, como a Privilège com o 1.6 16V (flex a partir de 2007) com até 115 cv. Estas têm até airbag duplo, ar, direção hidráulica, vidros e travas elétricos e som com CD.

Chevrolet Vectra

chevrolet vectra cd 1996 azul de frente
  • Anos: 1997 a 1999
  • Preços: entre R$ 8 mil e R$ 10 mil

A segunda geração do Vectra era um médio-grande e ainda se destaca pelo espaço interno e também pela dinâmica. Além disso, costuma ser bem equipada  e é possível encontrar exemplares com airbag, teto solar e bancos de couro, além dos “triviais”, ar, direção hidráulica, trio, rodas de liga leve, computador de bordo e som. Há desde versões com motores 2.0 de 110 cv (8V) e 141 cv (16V), feitas até 1997, até 2.2 de 123 cv (8V) e 138 cv (16V), a partir de 1998.

Citroën Xsara Picasso

citroen xsara picasso 2002
  • Anos: 2002 a 2005
  • Preços: entre R$ 8,5 mil e R$ 10 mil

Para quem tem saudades das minivans, está aí uma boa pedida de carro usado barato para lá de confortável e espaçoso – além do design marcante como o nome do artista espanhol pede. O Xsara Picasso foi produzido no Brasil a partir de 2001 e começou com o motor 2.0 16V de 118 cv, o que garante um desempenho suficiente para o monovolume na cidade. As variantes Exclusive trazem airbag, freios com ABS, ar, trio, direção hidráulica e banco com regulagem de altura.

Ford Ka

ford ka 2002 2
  • Anos: 2002 a 2005
  • Preços: entre R$ 7 mil e R$ 8,5 mil

Não precisa de espaço e não está nem aí para a marca da maçã? Que tal um subcompacto espertinho para o dia a dia na cidade? O Ford Ka com seu motor Zetec Rocam 1.0 de 65 cv dá mais do que conta do recado, e os modelos pós-2002 já trazem a reestilização da traseira. Só é preciso pesquisar bastante para encontrar veículos com ar-condicionado e direção hidráulica – o volante é bem pesado sem a assistência.

Volkswagen Parati

volkswagen parati g2 1
  • Anos: 1993 a 1998
  • Preços: entre R$ 6,5 mil e R$ 9,5 mil

Pelo preço do iPhone mais moderno do pedaço é possível salvar as peruas. E no caso da Parati, um carro usado barato, dá para escolher desde a mais quadradinha – e colecionável -, até a segunda geração, lançada em 1997, que seguiu os passos do Gol Bolinha. As opções de motores incluem os AP 1.6 e 1.8, mas é difícil encontrar a station wagon com ar-condicionado de fábrica.

Fiat Siena

fiat siena fire 2
  • Anos: 1997 a 2003
  • Preços: entre R$ 7 mil e R$ 10 mil

Outro carro usado barato que dá para abranger uma boa faixa de anos e de preços. A primeira geração do sedã da Fiat foi lançada em 1997, derivada do Palio. Os modelos a partir de 2001 já carregam o face-lift de meia-vida. Dentro deste leque, há uma infinidade de motores, de 1.0 a 1.6. As pedidas são os Fire 1.0 8V de 55 ou 1.3 16V de 80 cv. Evite a versão com o 1.0 de 61 cv e câmbio manual de seis marchas, assim como as com o Fire 1.0 16V de 70 cv.

Mercedes-Benz Classe A

mercedes benz classe a
Classe A: primeiro carro feito em Juiz de Fora
  • Anos: 1999 e 2000
  • Preços: entre R$ 8 mil e R$ 10 mil

Dá até para fazer uma extravagância com a grana do iPhone. O Classe A era o Mercedes brasileiro e mais popular, é verdade, mas nem por isso deixa de carregar o requinte da marca premium. Além disso, é bem recheado, com controles de estabilidade e tração, freios com ABS, ar-condicionado, bancos em couro, entre outros itens. Só fuja dos modelos semiautomáticos – câmbio manual de cinco marchas, mas sem o pedal da embreagem.

Peugeot 206

peugeot 206 vermelho frente
Peugeot 206
  • Anos: 2001 a 2008
  • Preços: entre R$ 8 mil e R$ 10 mil

Acredite, com até R$ 10 mil tem 206 em intervalo de quase sete anos. Isso porque algumas versões de acabamento (como Rallye) e com motor 1.4 ou 1.6 são mais valorizadas. Mesmo assim, as opções com motor 1.0 16V (do Renault Clio) acabam sendo mais “novas”. O 206 se destaca entre os carro usados baratos pelo design e acabamento interno, mas fique atento ao estado da suspensão e à parte elétrica.

Volkswagen Fusca

volkswagen fusca 1978
VW Fusca 1978
  • Anos: 1975 a 1985
  • Preços: entre R$ 7 mil e R$ 10 mil

Curte Fusca? Pois tem modelos do carro mais querido do país que saem por menos que o iPhone – e que também não vão te custar um rim. Alguns mais ou menos originais, com motores 1.3, 1.5 ou 1.6 e dos mais variados anos. Dependendo, dá até para você começar a sua coleção. Aí, é aquela dica: é preciso pesquisar bastante e ver qual perfil de Fusca você curte mais.

Fotos: Divulgação

19 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Carlos 21 de março de 2021

Uma coisa que deveria ser obrigatória é o seguro contra terceiros (que é baratinho) pois se o proprietário dessas carroças não tem dinheiro para comprar um carro mais novo que dirá pagar o conserto, caso tenha culpa, do outro carro numa batida. Pelo menos o seguro contra terceiros que é barato cobriria. Já aconteceu comigo quando um pedreiro bêbado dirigindo uma brasília bateu no meu carro. Esses carros velhos deveriam passar por uma rigorosa inspeção de segurança e pagar também pagar IPVA, além de poluir se arrastam pela cidade e rodovias atrapalhando o transito.

Avatar
Honorato 8 de maio de 2021

Concordo plenamente. Há bagaços rodando livremente pelas ruas, parece mais um monte de latas.

Avatar
Paulo 12 de maio de 2021

Porque não deu seu carro pra ele!

Avatar
Fátima 15 de junho de 2021

Que coração peludo,acha que só porque tem condições de compra um zero os mais pobres não podem ter um carrinho velho,vai brigar com as autoridades que tiram dinheiro de vocês

Avatar
Carlos 21 de março de 2021

De todos esses carros o único que realmente vaeria apena é o Fusca, pois é fácil de arrumar, peças baratas e raramente quebra, também não tem a porcaria do radiador, correia dentada entre outras encrencas que só essas latas velhas possuem.

Avatar
cledes benedita dos reis da silva 18 de dezembro de 2020

GOSTARIA MUITO DE GANHAR DE PREZENTE UM CARRO UZADO

Avatar
Carlos 12 de maio de 2021

Você não merece porque fugiu do ensino fundamental e não sabe que usado é com S .

Avatar
Carlos 12 de maio de 2021

usado é com S .

Avatar
Antonio Donizeti Martins 8 de outubro de 2020

Eu tenho um chevette automático ano 1986. Ando por toda a cidade com ele. Concerto-o com uma chave de fenda e um alicate. às vezes preciso de uma chave de velas. Só isso.

Avatar
José Soares 5 de outubro de 2020

Infelizmente aqui na minha cidade as pessoas não dão valor a carros com KM acima de 70 mil. O carro pode ser 2020, se tiver acima dessa quilometragem pode ser comprado a preço de banana. Digo isso porque tirei um HB20 SEDAN 1.6 automático /2019 ZERO KM e como viajo muito o carro está agora com 89 mil KM e só oferecem no carro R$ 30 mil reais. Quando o valor dele pela tabela Fipe está em R$ 56.000 mil reais. A alegação de todos é que está com alta quilometragem. Moro no m ARACAJU-SE. Aqui é um carro antigo para 100 novos.

Avatar
TIAGO LIRA 5 de outubro de 2020

Não é somente em sua cidade, isso é coisa de brasileiro desvalorizar carros com km alta. Eu tenho um cruze 1.4 turbo 17/18 com mais de 70 mil km, eu só não posso querer tabela fipe, mas vale 5% a menos da fioe, isso vendendo no particular, lojista nenhum nunca irá te pagar bem, seu carro poderia estar com 5 mil km, desculpas esfarrapadas sempre irão te dar.

Avatar
TIAGO LIRA 5 de outubro de 2020

O pior quem prefere um smartphone de 10 mil, no pre pro sem crédito, ai é de lascar mesmo.

Avatar
Carlos 12 de maio de 2021

Concordo

Avatar
Carlos 12 de maio de 2021

Isso acontece porque a maioria compra um carro novo e não põe a mão no bolso oara fazer as revisões

Avatar
Marcelo Corrêa Merlo Pantuzza 4 de outubro de 2020

Tenho um Santana ano 2000. Motor AP 2.0
Completo e impecável, IPVA barato me leva onde eu quero. Mecânica confiável carro robusto e manutenção barata.

Avatar
Fronza 4 de outubro de 2020

Com certeza o Civic ou Vectra. Paro pra olhar.

Avatar
ANDERSON ANUEL 4 de outubro de 2020

Sem sombra de Dúvidas. Eu.iria de Civic.99/00

Avatar
Humberto Dias de 3 de outubro de 2020

Ou seja, dá para servir à sua família e ainda comprar um smartphone de boa qualidade. Eu ficaria com o Vectra.

Avatar
ADRIANO OJEDA 3 de outubro de 2020

Eu tenho um Vectra, Carro muito bom, confortável, além de tudo é lindo.

Avatar
Deixe um comentário