Como calibrar o pneu e quantas libras usar no seu carro?

Quantidade de libras a ser escolhida está descrita no manual do proprietário; informação pode constar também na porta do motorista

Por Laurie Andrade 05/06/20 às 11h45

A calibragem de pneus deve ser feita semanalmente. Manter os componentes com a quantidade correta de ar garante mais segurança e eficiência, inclusive quando o assunto é economia de combustível. Explicamos como calibrar o pneu e onde está a pressão correta para o seu carro – na estrada, na cidade, com e sem peso.

Respondemos ainda questões que podem gerar dúvidas: vale a pena colocar nitrogênio? Quanto custa um bom calibrador? Aumento da roda altera a calibragem?

LEIA MAIS

De acordo com a Bridgestone, a pressão correta é um item essencial para garantir a boa dirigibilidade e o menor desgaste. Isso sem falar no aumento da segurança, da economia e da redução de emissão de CO2 na atmosfera.

Segundo José Carlos Quadrelli, gerente geral de Engenharia de Vendas da Bridgestone, o motorista precisa estar sempre atento à calibragem do pneu porque ele é o principal elo entre o veículo e o solo.

A calibragem correta proporciona o aproveitamento ótimo dos sistemas de suspensão, transmissão, tração, direção e frenagem, trazendo assim maior segurança ao motorista e aos passageiros.

Como calibrar o pneu

A calibragem deve ser verificada com os pneus frios (num posto não mais do que 2 km distante do local onde o consumidor está). Lembre-se de que o estepe também precisa ser examinado e calibrado. Para o componente reserva, considere uma pressão de até 5 psi acima dos demais.

Certo da pressão ideal para o seu carro, o motorista deve:

  • digitar o número no visor do calibrador e acioná-la;
  • retirar a tampa da válvula do pneu;
  • apertar a trava na ponta do calibrador (quando existir);
  • encaixar a mangueirinha na válvula;
  • aguardar o apito do equipamento indicando a pressão ideal; e
  • voltar com tampa da válvula.
Mão de um motorista calibrando pneu do carro
Calibragem com nitrogênio apresenta mais vantagens que a com ar comprimido

Onde está indicada a pressão correta dos pneus

O proprietário precisa fazer uma checagem semanal da pressão dos pneus e respeitar a calibragem recomendada pelo montadora indicada pelo manual do proprietário e que, em alguns casos, também é encontrada no lado de dentro da tampa do bocal de combustível ou na parte interna da carroceria – na porta do condutor.

A pressão correta dos pneus varia, essencialmente, de acordo com o peso. Por isso, confira os valores para o automóvel vazio ou cheio.

Deixar de calibrar o pneu pode causar danos aos veículos. Dentre eles:

  • perda de aderência;
  • risco de detalonamento (quando o pneu desencaixa da roda);
  • deterioração da estrutura interna do pneu devido ao aquecimento extremo durante a rodagem;
  • instabilidade;
  • maior esforço do motor e, consequentemente, aumento do consumo de combustível; e
  • emissão de maiores quantidades de CO2.

Vale a pena aumentar a pressão ao calibrar?

Pneu calibrado com pressão acima da recomendada pela montadora também aumenta o desgaste e reduz o conforto, pois a suspensão tem mais dificuldade para absorver as irregularidades da pista.

Vale a pena calibrar pneu com nitrogênio?

Apesar de não ser uma prática tão comum, calibrar o pneu com nitrogênio ainda é uma opção para os motorista. Mas a questão é: vale realmente a pena?

O gás apresenta três vantagens:

  • sofre menor variação de pressão;
  • não transfere umidade para as rodas; e
  • demora mais tempo para “descalibrar”.

O ponto negativo é um só – e muito importante: o preço. Enquanto usar ar comprimido custa R$ 1,00 ou nada, a depender do posto de combustível, a calibragem com nitrogênio chega a R$ 10,00.

No automóvel utilizado no dia a dia, não importa que o aquecimento dos pneus resulte num aumento de duas ou três libras, o que pouco influencia o comportamento do carro e o conforto dos ocupantes.

Como calibrar o pneu de um carro que teve o tamanho das rodas alterados?

De acordo com o assessor técnico da Fiat Chrysler Automóveis, Ricardo Dilser, a pressão dos pneus não é determinada especificamente pelo tamanho das rodas – e sim pelo conjunto das suspensões, rodas e a variável conforto. Com a mudança, o proprietário do automóvel perde a referência.

O melhor, nesse caso, é manter a determinação original.

Quanto custa um calibrador de pneu de qualidade?

Explicamos como calibrar o pneu em um posto de combustível, mas não comentamos a possibilidade de comprar um equipamento. Um calibrador digital pode variar de R$ 60 a R$ 900. E é possível encontrar produtos de qualidade por R$ 300.

Assim como no caso do nitrogênio, ter o próprio equipamento tem pontos positivos. Isso pelo conforto de fazer a inspeção em casa e pelo fato de que é o proprietário quem garante que a máquina não está descalibrada. A desvantagem também é uma só: o peso no bolso.

3 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Gleidson Campos 6 de junho de 2020

    Bom dia;
    Qual inflador/calibrador de pneus portátil você sugere até R$ 300,00?

    • Avatar
      Michel An 7 de junho de 2020

      Bom dia. Sugiro o inflador do Mário

  • Avatar
    REGINALDO CATHARINO JUNIOR 5 de junho de 2020

    R$ 10,00 por roda para calibrar com Nitrogenio? Por favor me passe o local aqui em São Paulo que irei agora .

Avatar
Deixe um comentário