[Comparativo] Strada Volcano CD 0km x Toro Freedom flex AT6 2018/19

Uma picape de maior porte usada ou uma compacta nova? Saiba quais são os prós e os contras dos dois modelos da Fiat

Por Fernando Miragaya 16/07/20 às 16h36

De um lado, a aguardada segunda geração da Strada, que acaba de sair do forno e em sua versão topo de linha Volcano. Do outro, a Toro, mais espaçosa e robusta, só que com dois anos de uso e na configuração intermediária Freedom. Nesta briga dentro da Fiat, confira qual se destaca em cada quesito.

VEJA TAMBÉM:

Desempenho e consumo

A Strada ganhou bastante em desempenho com o novo motor 1.3 Firefly de até 109 cv de potência. As arrancadas são boas e o propulsor trabalha de forma bem mais eficiente que o velho 1.4 Fire – ainda em linha na versão mais barata da picape compacta e no modelo de geração antiga – e que o 1.8 E.torQ.

A versão Volcano da Strada faz médias de 8,4 km/l (cidade) e 9,4 km/l (estrada), com etanol, e de 12,1 km/l  e 13,3 km/l, com gasolina. A Toro, por sua vez, usa o 1.8 citado, que está em ritmo de despedida dentro da FCA – o fabricante prepara a versão turbinada do 1.3 para o seu lugar.

Pesada (1.619 kg), a Toro Freedom bebe mais: médias de 6,4 e 7,8 km/l com álcool e de 9,5 e 11,2 km/l, com o combustível fóssil. Mas apesar do rodar áspero e da caixa automática de seis marchas imprecisa em médias rotações, o desempenho desse conjunto na picape é mais agradável do que no Jeep Renegade, por exemplo, com acelerações e retomadas mais competentes.

Equipamentos: Strada Volcano tem central multimídia mais moderna

A Strada Volcano é a topo de linha e, no embalo de uma nova geração, estreia itens de série bastante interessantes. Coube à renovada picape, nesta configuração, lançar a nova central multimídia com tela de 7” que permite conexão Apple CarPlay e Android Auto sem fio.

A Volcano também se destaca pela câmera e sensor de ré, bancos que misturam tecido e couro e vidros elétricos nos vidros traseiros. Por fora, faróis de LED com DRL, capota marítima, rack de teto, santantônio e rodas de 15″ com desenho exclusivo.

Além disso, tem os obrigatórios controles de estabilidade e tração, e itens triviais, como ar, direção elétrica, banco do motorista com ajuste de altura, trio, chave com telecomando, alarme, display digital de 3,5” no quadro de instrumentos, sensor de pressão dos pneus e faróis de neblina.

A Toro Freedom 18/19 é bem fornida de equipamentos. Já tinha os controles de estabilidade e tração (que não eram obrigatórios), além de assistente de partida em rampas, monitoramento dos pneus, sensor de ré e Isofix.

Só que a central multimídia é aquela com tela de 5”, bem pequenina e pouco intuitiva. Além disso, não vinha com câmera de ré e não espelhava celular. Aí é preciso procurar exemplares da picape seminova com a central mais completa, que tinha GPS, TV digital e até DVD player – era opcional ou oferecida como acessório.

Completam a lista da Toro ar-condicionado, trio elétrico, direção elétrica, sistema start/stop do motor, banco do motorista com regulagem de altura, computador de bordo e limitador de velocidade. O volante multifuncional tem ajustes de altura e de profundidade.

Conforto: Toro Freedom é mais espaçosa

Em termos de espaço, a Strada teve a cabine ampliada e agora é homologada para cinco passageiros. A quarta porta da configuração cabine dupla facilitou o acesso dos passageiros, mas trata-se de um modelo compacto e o espaço para pernas e joelhos é bem limitado no banco traseiro.

A posição de dirigir ficou muito elevada nessa nova geração. Mesmo assim, motorista e carona desfrutam de certa folga para as pernas e ombros. A suspensão tem bom acerto e, mesmo vazia, a Strada filtra bem os buracos.

A Toro tem 2,99 m de entre-eixos (contra 2,73 m da Strada) e isso se reflete no conforto da picape médio-compacta. Na cabine, o motorista tem uma posição de dirigir ergonômica e confortável, mas atrás os passageiros, a despeito do bom vão para as cabeças, ficam com os joelhos rentes.

Assim como na irmã menor, a estrutura em monobloco e a suspensão bem calibrada fazem a Toro ter comportamento de quase um… Argo. O isolamento acústico é que merecia melhorias para lidar com o áspero motor 1.8.

Caçamba e capacidade de carga

O espaço na caçamba da nova Strada cabine dupla leva 844 litros de volume, enquanto a capacidade de carga é de 650 kg – incluindo passageiros. E aqui tamanho não é documento. Em prol de uma cabine mais confortável, a Toro comporta 820 litros no compartimento traseiro, enquanto a carga útil é a mesma do modelo menor.

Manutenção e seguro

Nas revisões com preço fixo, a Toro se mostra bem mais cara que a Strada para se manter. Confira:

Fiat Strada 1.3 Preços das revisões
10.000 km R$ 304
20.000 km R$ 512
30.000 km R$ 468
40.000 km R$ 1.044
50.000 km R$ 488
60.000 km R$ 620
Total R$ 3.436
Fiat Toro 1.8 Flex Preços das revisões
10.000 km R$ 424
20.000 km R$ 740
30.000 km R$ 712
40.000 km R$ 932
50.000 km R$ 768
60.000 km R$ 1.448
Total R$ 5.024

Já no seguro, as duas se aproximam nos preços mínimo e máximo cotados*.

Cotação de seguro Strada Volcano 0km Toro Freedom 1.8 AT 2018
Mínimo R$ 2.718 R$ 2.947
Máximo R$ 4.881 R$ 5.199

*Cotação feita para a cidade de São Paulo. Perfil: homem de 40 anos, casado e com filhos.

Fotos Fiat | Divulgação

7 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Lucian 19 de julho de 2020

    tenho uma Toro e não tem comparação, cambio autorização, com cambio manual, vamos deixar para comprar quando a estrada 2021 vim com o câmbio automático, ou seja também que a Toro em 2021 vem com o motor 1.3 turbo.

  • Avatar
    José Arimatéia Brito 17 de julho de 2020

    Desgostar até setembro touquerendo negociar uma touro concerteza.

  • Avatar
    Emanoel Carlos Ramo de Abreu 17 de julho de 2020

    Quanto fica dando uma entra da 50 mil e financiando o resto p 48 mesis?

  • Avatar
    Joelson Ângelo Cabral 17 de julho de 2020

    A comparação não observou a questão da abertura da porta traseira, se basculante ou no modo pivotante da Toro, q para pickup é mais um item de suma importância.

  • Avatar
    Fabrício Oliveira 16 de julho de 2020

    Pra mim msm nenhuma das duas.

  • Avatar
    Marcos 16 de julho de 2020

    as duas estão na faixa de 80 mil

  • Avatar
    Thiago 16 de julho de 2020

    Acho que seria interessante comparar os valores também…

Avatar
Deixe um comentário