Etanol aditivado: Petrobras também entra na picaretagem!

Agora, a Petrobras também está faturando com o etanol aditivado; será que abastecer com esse combustível traz algum benefício significativo para o motor?

Por Boris Feldman 20/09/19 às 10h30
capa portal etanol aditivado petrobras

A Petrobras, através da sua ex-BR Distribuidora, acaba de lançar no mercado o etanol aditivado. Durante muitos anos, só a Shell tinha etanol aditivado. E por que?

Porque o etanol aditivado é desnecessário. Ora, mas se é desnecessário, por que o motorista vai no posto e vai pagar mais por esse etanol? Porque é uma manobra dos marqueteiros da Shell, e agora, da Petrobras. Eles dizem o seguinte: que a aditivação do etanol é no sentido de reduzir o atrito, inibir a corrosão provocada pelo etanol.

Tudo bem, eu não duvido. Se você pagar um pouco mais pelo etanol aditivado, você vai ter essas vantagens. Mas, o que está correndo de fato por trás dos bastidores é outra coisa: porque a gasolina tem que ser aditivada. Porque, se não tiver aditivos, o alto teor de carbono forma depósitos carboníferos que vão prejudicar a combustão. Isso, no caso da gasolina. No caso do etanol, não: o teor de carbono é muito baixo, não há esse perigo de se formar depósitos carboníferos.

Mas, se todos dizem que é importante aditivar a gasolina, muito motorista para no posto achando que é importante também, é necessário também aditivar o etanol. Nada disso! Tanto isso não é verdade que nenhuma outra distribuidora de combustível, nenhuma outra marca, tem etanol aditivado.

Eu vou além: o motor flex, o etanol que pode ser queimado dentro do motor, foi lançado em 2003; nós estamos em 2019. Por que só 16 anos depois a Petrobras lembrou de lançar o etanol aditivado? Será que ele é mesmo tão importante assim?

etanol aditivado
Foto Shutterstock
SOBRE
64 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Carlos Eduardo 22 de setembro de 2019

Boris tá ultrapassado. Se ele fala que não é bom, é porque é bom. Nunca vi tanta bobagem saindo de um só “especialista”. O ADG o desmentida sempre quando tinha o programa no SBT. Etanol gera uma “geleia” no bico injetor e é seco, logo o etanol aditivado vai permitir rodar mais com menos manutenção no sistema de alimentação.

Avatar
GABRIEL JACOBASSO ALTOE 22 de setembro de 2019

Na minha cidade chegou este etanol aditivo , enchia o tanque, auto desempenho no começo , mas na terceira semana , tive que gastar R$500,00 Reais pra trocar toda bomba de combustível mangueiras , e bomba do reservatório , levei num especialista e a confirmação do ocorrido foi ” 70% era etanol e 30% era pura água .

Avatar
Francisco Jose Sarmento 21 de setembro de 2019

O consumidor brasileiro sempre sendo roubado! Até por quem deveria ser referência em confiabilidade…

Avatar
Júlio Pereira 21 de setembro de 2019

Nunca gostei de gasolina
Sempre tive carro a etanol
Depois dos Flex nunca abasteci na gasolina
Nunca tive problemas muito pelo contrário

Avatar
Jean duke 21 de setembro de 2019

Meu carro trmnumnredimme melhor com álcool aditiovado.. Faz
7.5 km por litros… Com álcool comum faz 6km litro

Avatar
JUNIOR 21 de setembro de 2019

Olá Boris Feldman,
Os aditivos tanto no álcool como na gasolina não ajudam a ter uma melhor queima?
Do contrário, comprar aqueles aditivos vendidos em postos e casas especializadas que aumentam a octanagem faz o carro render melhor?
Desde já agradeço sua atenção.

Avatar
Eduardo 21 de setembro de 2019

Está correto. Eu mesmo comprovei tudo isso, especialmente a redução de acúmulo de goma. Por isso , só uso gasolina aditivada. Meus motores jamaos fizeram limpeza de bico , e não tem o menor acúmulo de carbono. O barato sai caro.

Avatar
Eduardo 21 de setembro de 2019

O etanol cria uma espécie de goma , algo pegajoso , e o aditivo serve para evitar que ela se acumule nos menores orifícios ds injeção. Antigamente nos motores carburados , o gicleur entupia. Naquele tempo, quando a shell lançou o álcool aditivado, acabou esse problema nos meus veículos após usar esse produto. Eu comprovei na prática, eu mesmo limpava o carburador e percebi a diferença entre antes e depois. Obrigado..

Avatar
Leowilke 21 de setembro de 2019

Parabéns pela explicação, pena que para muitos, poucas palavras não bastam, principalmente para as especulações de mercado. Vide etanol na gasolina.

Avatar
Marcos 21 de setembro de 2019

Outras distribuidoras vendem sim etanol aditivado, porém, são 500ml de aditivo para cada 5.000 litros de etanol, o efeito prático do aditivo é pífio. Os postos pagam no máximo 0,005 reais por cada litro de etanol aditivado. A grande vantagem quem leva é o posto revendedor, que tem uma margem maior ao revender o etanol aditivado.

Avatar
Cosmo 21 de setembro de 2019

Acredito que o álcool combustível deveria ser comercializado muito abaixo do que temos hoje, mais isso deve da prejuízo a outras empresas, nosso produto é o álcool na minha região custa entre 4.00 e 4.20 um absurdo

Avatar
Aps 21 de setembro de 2019

A Petrobras não é mais dona da BR. Deve ser por isso!

Avatar
Antoniel Franklin 21 de setembro de 2019

Bom dia a todos brasileiros enganados por ações iresponsaveis do governo brasileiro, infelizmente a falta de respeito com o povo brasileiro e a fonte de ludibriar a todos com propagandas enganosa e assim faturar roubando o cidadão brasileiro. Pais de uma organização criminosa que fazem as leis e criam ciladas ao povo brasileiro, roubando com mentiras, tapeação, e uma pergunta eu faço qual o governo não roubam e não fazem rombos nos bolsos dos brasileiros. Antoniel Franklin um brasileiro que ver que não tem este ou aquele governante que não se preocupam com o seu povo e sim com os próprios bolsos.

Avatar
Maria jose Lima 21 de setembro de 2019

Informativo…Obrigado

Avatar
Maria jose Lima 21 de setembro de 2019

Informativo…

Avatar
Cabra 21 de setembro de 2019

Será que vão colocar junto a o etanol metanol
O etanol não tem carbono e sim os hidrocarbonetos que ganha a força ao motor será que vai acelerar as moléculas de hidrocarbonetos.

Avatar
Joel cruz 21 de setembro de 2019

Trabalho na área técnica automobilista a 35 anos.Cheguei a conclusão que nosso Etanol é o melhor combustível para motores.Primeiro que é limpo renovável,polui menos 33% que a gasolina,mantém limpo internamente os motores conservando mais o óleo lubrificante,reduzindo o consumo de óleo,não altera sua viscosidade de lubrificação .Além disso ganho de torq no motor,mantém limpo a câmara de explosão fator primordial.São várias vantagens em relação a gas.Os filtros devem ser substituídos a cada 10.000kms para que a bomba não seja prejudicada,obs.custo baixo do filtro.A Fiat está desenvolvendo motores só a Etanol,dando um posso a frente em relação aos concorrentes. Em relação ao Etanol aditivado acho ainda uma informação muito recente sem referência na prática.

Avatar
Alan Derson da Silva 21 de setembro de 2019

Bom dia João, e sobre a quantidade de carbono presente na gasolina, você sabe qual o volume em partículas por milhão (ppm), que dizem que deixa partículas e precisamos do aditivo em nosso combustível. Desde já um grande abraço.

Avatar
Alan Derson da Silva 21 de setembro de 2019

Bom dia Joel, e sobre a quantidade de carbono presente na gasolina, você sabe qual o volume em partículas por milhão (ppm), que dizem que deixa partículas e precisamos do aditivo em nosso combustível. Desde já um grande abraço.

Avatar
Wellington 21 de setembro de 2019

Não acho picaretagem, paga quem quer. Eu não pago nem pela gasolina aditivada ou etanol. Só odeio a insistência sem fim do frentista. Ok é o trabalho dele mas também deveria se calar no primeiro não. E não ficar insistindo falando aquele texto bizarro que ele decorou para tentar me convencer. Não significa não. Já dizia o ditado.

Avatar
Ronaldo 21 de setembro de 2019

Tenho carro flex só coloco etanol à cada três tanque colocor aditivo carro anda muito bem, pode tá frio que pega muito bem

Avatar
Luana 21 de setembro de 2019

Azar o seu!

Avatar
IBRAHIM ELIAS KALLAS 21 de setembro de 2019

Combustível aditivado é enganação. Eu sempre disse isso. Não tem lógica. Vai lubrificar o que? Vai diminuir atrito onde? Isso é material para combustão. Olha o nome: “combustível”. Só no Brasil mesmo! Um absurdo. Você paga mais e leva menos. Essa é a verdade. Aumenta o número de octanas? Não.

Avatar
Vanderci Lucas dos Santos Filho 21 de setembro de 2019

No início da matéria, foi dito que a oferta de etanol aditivado está sendo feito pela BR-distribuidora, que, se não me engano, não pertence mais à Petrobras.
Então, deduzo que a ação de ofertar esse etanol aditivado não é responsabilidade da Petrobrás, mas da empresa que comprou a BR-Distribuidora. Estou certo?

Avatar
JOAO LUCAS VILELA SANTOS 21 de setembro de 2019

A Petrobras não produz etanol, e não possui mais nenhuma distribuidora.

Avatar
Luiz Paulo 21 de setembro de 2019

Não é a PETROBRAS é a iniciativa privada. A BR distribuidora náo faz parte do time foi privatizada e irá utilizar de engodos de marketing para faturar mais..e após entregarem todo o petróleo brasileiro continuaremos pagando combustível caro para subsidiar o custo na bomba dos americanos…

Avatar
Gilberto Damante Gouvêa 21 de setembro de 2019

Caros Boris, ao contrário do que sua reportagem diz, o etanol não é um detergente completo. Ele não tem a capacidade de limpar resíduos deixados pelo valor de óleo. O vapor de óleo costuma acumular nas válvulas de admissão devido ao sistema de recirculação de óleo do carter (PCV). Por tanto em motores com injeção indireta de combustível o etanol aditivado mantém as válvulas de admissão limpas, evitando engasgos e melhorando a partida. Já nos injeção direta o poder lubrificante do etanol aditivado aumenta a vida útil da bomba de alta.
Vamos ter mais responsabilidade antes de alegar que empresas e inclusive profissionais que assinam os projetos ou fórmulas mentem.

AutoPapo
Boris Feldman 23 de setembro de 2019

O brasileiro, ao invés de se sentir incomodado por tanta enganação, picaretagem e “empurroterapia”, fica chateado é quando – raramente – a imprensa traz a verdade à tona, principalmente quando o assunto exige conhecimento técnico. Há mais de 50 anos que minha filosofia é de orientar o consumidor, custe o que custar, mesmo perdendo patrocínios e de enfrentar ações judiciais por conta de falar a verdade.
Se o prezado acha que empresas e profissionais não mentem e nem tentam enganar o consumidor, eu sinto muito. Estou certo de estar fazendo minha parte.
Boris Feldman
Engenheiro e Jornalista

Avatar
Lucas Santos 21 de setembro de 2019

No meu trabalho, os veículos flex que fazem parte da frota são em sua esmagadora maioria abastecidos apenas com etanol. Já cansei de pegar veículos que, a partir de certa quilometragem, engasgavam bastante durante a fase fria, demoravam demais para dar a partida (moro no nordeste, aqui é quente), fora outros problemas. Tudo isso muito provavelmente causado pelo uso contínuo do etanol, que como muitos sabem, deixa uma espécie de gosma branca por onde passa. As próprias fabricantes recomendam alternar de tempos em tempos entre gasolina e etanol nos veículos flex.

Acho válido o etanol aditivado, o que acho picaretagem é a atitude de alguns donos de postos que acabam adulterando o combustível.

Avatar
Eduardo Fedozzi 21 de setembro de 2019

Corrigindo a matéria, o etanol não surgiu em 2003 com os carros flex, ele surgiu em 1979 com o primeiro carro a álcool do mundo, o Fiat 147. E realmente não faz sentido aditivar o etanol. O etanol cria uma gosma no filtro de combustível, mas um filtro custa 20 reais e dura 50 mil km. Não justifica sequer pagar para um aditivo que evite a criação desta gosma.
Na década de 90 havia álcool aditivado nos postos. Sempre tive carro a álcool e continuo tendo, sim álcool, não flex, e essa enganação também aconteceu a muito tempo atrás e não colou.

Avatar
Eduardo Fedozzi 21 de setembro de 2019

Corrigindo a matéria, o etanol não surgiu em 2003 com os carros flex, ele surgiu em 1979 com o primeiro carro a álcool do mundo, o Fiat 147. E realmente não faz sentido aditivar o etanol. O etanol cria uma gosma no filtro de combustível, mas um filtro custa 20 reais e dura 50 mil km. Não justifica sequer pagar para um aditivo que evite a criação desta gosma.

Avatar
Jeferson Danilo Pegnorato 21 de setembro de 2019

O correto é filtro de combustível e a cada 20.000 km,passou disso ele começa a se decompor até travar os bico injetor ou sujar mais o carburador.

Avatar
Charles Robert 20 de setembro de 2019

Isso é Brasil kkk

Avatar
Charles Robert 20 de setembro de 2019

Brasil, Brasil Brasil…

Avatar
Luiz 20 de setembro de 2019

Sinto muito em te falar mas o senhor é formado em que? Pois o senhor não apresentou nenhum estudo sobre essa informação e só gerou dúvidas em quem lê

Avatar
Vital 21 de setembro de 2019

Ele estudou seu rabo.

Avatar
Lula Lélé 16 de setembro de 2020

Eita!

Avatar
Almir Cavagnolli 20 de setembro de 2019

A questão primordial é se perguntar se esses ativos no etanol aumentam ou prejudicam a capacidade/rapidez/força quando comprimido e de sua ignição. E se nesses tópicos haver melhoras significativas à performance/eficiência/economia no consumo, concordo de o combustível etanol vir ser aditivado.

Avatar
Emir 20 de setembro de 2019

Somos eternamente enganados pelo sistema Petrobras e as demais redes, falam em gasolina comum e na verdade é gasolina mista. Agora inventam está de etanol!!!

Avatar
Antonio Donizeti Martins 20 de setembro de 2019

Meus caros,
Num país onde se falsifica até medicamentos, decretando pena de morte para os pacientes e os falsificadores não podem ter pena de morte, você vai esperar o quê? Se o posto colocar lixo no seu tanque e o governo receber o dele, tá tudo certo. O país está inflado demais de políticos.

Avatar
Nelson 20 de setembro de 2019

Se combustível aditivado é tão bom assim, porque os fabricantes de veiculos recomenda gasolina e etanol comum?

Avatar
Amaral 20 de setembro de 2019

Se combustível aditivado é tão bom assim, porque os fabricantes de veiculos recomenda gasolina e etanol comum?

Avatar
André Luiz Tupan de oliveira 20 de setembro de 2019

O senhor recomenda colocar gasolina aditivada meu carro é um gol geração 4 flex

AutoPapo
Boris Feldman 23 de setembro de 2019

Sim: recomendo a gasolina aditivada (ou acrescentar aditivo na comum) para qualquer automóvel.

Avatar
Jaci 20 de setembro de 2019

Famoso pega trouxa Aqui no Brasil vc usa gasolina com Etanol se é Gasolina é gasolina, ficou devido a crise 1980 nunca mais foi retirado é pra Acertar o Bolso dos Usineiros Álcool.

Avatar
Murilo Rodrigues dos reis 20 de setembro de 2019

Caro amigo muito bom ter vc aq nos ajudando tirar as nossas dúvidas

Eu tenho uma grande curiosidade quando nos compra um carro (segunda mão) na concessionária qual a garantia que eu tenho pois eles falou que a garantia só cobre motor e câmbio

Avatar
Caio Pacheco 20 de setembro de 2019

Picaretagem dos donos de agência. É só ler o Código de Defesa do consumidor. Para produtos duráveis a garantia total é de 90 dias. Embreagem,suspensão,parte elétrica,etc.

AutoPapo
Boris Feldman 23 de setembro de 2019

Oi Murilo,
Outro nosso leitor, o Caio, respondeu corretamente sua dúvida: a garantia de um usado vendido por uma pessoa jurídica cobre todo o carro. Se a concessionária te der por escrito a garantia de três meses para motor e caixa, estes dois componentes passam a ter seis meses.

Avatar
Edson Paschoalino 20 de setembro de 2019

Eu não confio na Petrobras, em vez de melhorar piora, porque agente paga essa gasolina tão cara e recebe ela com 27% com etanol, porque nós brasileiros temos que pagar por tudo mais caro e receber
Produtos de baixa qualidade.
O povo sofrido.

Avatar
Carlos Antônio de albuquerque 20 de setembro de 2019

Edson,infelizmente somos obrigados a usar gasolina misturada com álcool,mas a culpa não e da Petrobrás.Quem define e obriga a utilização da mesma misturada com álcool é o nosso governo. Lembre-se que a bancada ruralista é muito forte e por vezes eles influenciam o governo nesta decisão.

Avatar
BIANOR ESTEVES MENDES 21 de setembro de 2019

A Petrobras vende gasolina tipo A sem adição de álcool anidro que é feita nas Distribuidoras conforme norma legal

Avatar
Roberto Gomes de Freitas 20 de setembro de 2019

Boa noite especula-se que as refinarias do Mercosul não cumprem com as normas estabelecidas para adição de naftalina enxofre querosene no refinamento de derivados de petróleo para veículos automotores utilizados no Mercosul isto é fato por isso não fico surpreso com está divulgação

Avatar
Curitiba 20 de setembro de 2019

Lembrando que é combustível da stock car que veio para rua.. (shell)
Enfim apenas vantagens abastecendo com o etanol aditivado, um pouco do ruído adicional em relação a gasolina é amenizado. Minhas médias com ele são sempre maiores que o comum, igualmente uma gasolina aditivada.. Redução de atrito com certeza pelo fato de ser um combustível mais ‘seco’ , e redução da famigerada gosma que o mesmo pode gerar.. O filtro de combustível que é mais facilmente degradado com etanol também tem maior durabilidade..
Creio que nao sao poucos pontos a favor desta aditivação.. Falta de embasamento do senhor, estude mais.

Avatar
Hanz Haraltz Frentzen 21 de setembro de 2019

Então pague mais pelo mesmo! Estudante!

Avatar
Fernando 20 de setembro de 2019

Baseado em quais fontes e estudos o senhor se baseou nessa sua opinião? Palestina livre…

Avatar
Vital 21 de setembro de 2019

Baseado que você fuma.

Avatar
Wiliam souza 21 de setembro de 2019

Larga de ser um quarta feira borracheiro … Cresça.

AutoPapo
Boris Feldman 23 de setembro de 2019

Baseado no teor de carbono do etanol, apenas 1/3 da gasolina. Baseado na necessidade de se aditivar a gasolina para evitar a formação de resíduos carboníferos, mas que não se justifica no etanol..Baseado na desnecessária aditivação do etanol para efeitos detergentes pois ele não gera depósitos significativos.
Baseado na ideia marqueteira das distribuidoras (só Shell e Petrobras) de induzir o motorista a imaginar que o etanol aditivado seja tão importante quanto a gasolina aditivada.Baseado em conversa que tive (sem me identificar como jornalista) com dois engenheiros da Shell que desprezaram a importância do aditivo no etanol.
Baseado nos motores flex que – após utilizarem etanol sem aditivo por muitos meses – foram abertos sem presença de depósitos carboníferos.
(“Palestina livre”: concordo, tem mesmo que se tornar uma democracia…)

Avatar
Júlio César 20 de setembro de 2019

E como está aquela iniciativa do etanol sair direto da Usina para o posto de gasolina ?
Porque se está acontecendo não vimos diferença nenhuma na bomba, o Etanol não é bruto e em alguns postos é batizado!

Avatar
Leandro 20 de setembro de 2019

Uma dúvida de leigo.. Se eu usei sempre gasolina normal e decido mudar pra etanol.. Esse etanol aditivado não seria útil pra reparar o “estrago” feito pela gasolina anteriormente?

AutoPapo
AutoPapo 20 de setembro de 2019

Olá, Leandro

Como o etanol praticamente não gera resíduos no motor, seus aditivos não têm os mesmos propósitos dos utilizados na gasolina.

Obrigado e abraço

Avatar
Zé pinto 20 de setembro de 2019

Continue na gasolina..se por álcool adtvado dissolvera os carbotegos grudados dentro e entupida até catalizador.

Avatar
Marcos Pedro 22 de setembro de 2019

com toda certeza

Avatar
Marcos Pedro 22 de setembro de 2019

com toda certeza, inclusive os bicos,fique atento ao tempo que ele foi abastecido com gasolina pois pode liberar resíduos de
dióxido carbono.mas nada que conprometa além do almento de desempenho.

Avatar
Deixe um comentário