Fiat apresenta furgão Scudo em versões diesel e 100% elétrico

Partindo de R$ 188 mil, Fiat Scudo, apesar de ser igual ao Citroën Jumpy e Peugeot Expert, tem seus diferenciais e até agrada ao volante

scudo cargo 03
Novo Fiat Scudo começa a ser vendido em 1º de agosto nas em três versões (Fotos: Fiat | Divulgação)
Por Érico Pimenta
23 de junho de 2022 18:29

Em sua sinergia do grupo Stellantis, a Fiat apresenta o seu novo modelo batizado de Scudo, um clone dos franceses Peugeot Jumpy e Citroën Expert. Trata-se de um furgão com capacidade de carga de 1,5 toneladas e 6,1 metros cúbicos de volume. O modelo chega para concorrer num segmento inaugurado pelo Mercedes-Benz Vito, que ficou em linha entre 2015 e 2019.

Com o Scudo, a Fiat agora passa a contar com uma nova opção entre o já consagrado Fiorino, que conta com 3,3 metros cúbicos de capacidade de carga e o Ducato que vai de 8 a 15 metros cúbicos de carga. Sendo assim uma opção para os clientes que precisam de algo maior que um Fiorino mas não tão grande como um Ducato, ou seja, o meio termo.

VEJA TAMBÉM:

O Fiat Scudo é construído na plataforma EMP2 e será montado no Uruguai, sendo a plataforma mais flexível do grupo Stellantis. E dessa mesma base que sai o Peugeot 3008. O modelo ainda chega ao mercado equipado com motor 1.5 turbodiesel BlueHDI que entrega 120 cavalos e 30,5 Kgfm de torque a 1.750 RPM e com velocidade máxima de 160 km/h.

Por se tratar de um motor turbodiesel, ele usa Arla 32 ou Adblue, e seu tanque tem capacidade de 18,7 litros. Já a transmissão fica a cargo de uma caixa de 6 velocidades (6 à frente e 1 ré). O modelo ainda conta com consumo de combustível de 12,4 km/l de diesel, recebendo nota A no selo do Inmetro.

Scudo é bem equipado

Para fazer diferencial no mercado, o Scudo chega bem equipado. Em seu exterior, o modelo conta faróis com DRL, faróis de neblina, frisos laterais de proteção e rodas de aço de 16 polegadas com pneus 215/65. Um ponto interessante é o perfil do modelo, que tem o farol mais “alto” no qual a própria montadora menciona que garante uma melhor proteção aos mesmos.

Fiat Scudo cargo interior
Interior é bem equipado e oferece mais de 40 litros de porta-objetos

No interior, o posto de comando se destaca pelo banco com ajuste de altura e apoio de braço para o motorista. Chama atenção o ajuste de altura e profundidade do volante. Item essencial e que faze falta em modelos de categoria semelhante como o Iveco Daily.

O Scudo ainda conta com computador de bordo e piloto automático. O furgão ainda conta som de série com Bluetooth, sistema Start-Stop, ar-condicionado e travamento das portas do compartimento de carga.

Outro destaque é a quantidade de porta-objetos. Ao todo são 41,5 litros de porta-objetos espalhados pela cabine. E isso, para a aplicação do Scudo, é importante, já que no caso de entregas, o motorista precisa carregar diversas notas fiscais além de celulares ou outros sistemas para fazer a comunicação com a empresa, seja para avisar que o objeto foi entregue ou o cliente não foi encontrado. Dentre os porta objetos, abaixo do banco há um mini porta malas de 6,9 litros.

Já na questão de segurança, o modelo também vem com os seguintes equipamentos:

  • Airbagas frontais para todos os ocupantes (3 ocupantes);
  • ESC – Controle de Estabilidade;
  • ABS – Sistema de frenagem anti bloqueio;
  • EBFD – Repartidor eletrônico de frenagem;
  • AFU – Assistência à frenagem de emergência;
  • ASR – Antipatinagem das rodas;
  • CDS – Controle dinâmico de estabilidade;
  • HILL ASSIST – Auxílio de partida em rampa.

Fiat aposta no pós-venda

Por se tratar de um veículo comercial, a Fiat vai oferecer um pós-venda diferenciado para o modelo. Para começar, o valor para as três primeiras revisões é de R$ 2.700. Segundo a Fiat, seus dois concorrentes diretos cobram R$ 3.197 d e R$ 3.750,50 pelo mesmo pacote de manutenção programada. Além disso, é possível incluir o valor das três primeiras revisões na parcela do próprio carro.

Fiat Scudo motor turbodiesel
O Scudo é equipado com motor turbodiesel de 120 cv e 30,5 kgfm de torque

Além disso, a Fiat inicia a linha Professional. Trata-se de um espaço, na rede concessionárias, para ofertar atendimento especializado para linha de veículos comerciais. A Fiat garante que o foco será agilidade nos serviços para evitar que o carro fique parado. A marca já conta com 200 pontos de atendimento da linha.

“Com o Fiat Professional, vamos proporcionar exclusividade, atendimento único e agilidade para os nossos clientes deste segmento que possuem demandas distintas das de proprietários de carros de passeio” afirma o vice-presidente sênior da Fiat na América do Sul, Herlander Zola.

Ao volante do furgão

O Scudo, apesar de ser um veículo Peugeot ou Citroën, tem as características de direção de um veículo Fiat. A direção é leve e o comportamento do carro na rodovia é bem assertivo. Em nosso test drive de 22 km, não vimos maiores problemas, e a retomada do motor diesel com os seus 30 kgfm de torque é rápida.

A ergonomia ao dirigir não é ruim. Lembra bem a direção de um carro, e o conforto também, claro que não estamos falando de um carro de luxo, porém, para trabalho é o ideal. Estranhamente, um ponto que deveria ser revisado ou repensado são os retrovisores.

Fiat Scudo Multi branca traseira
Retrovisores pequenos dificultam a visibilidade nas manobras

O Scudo é um furgão de perfil alto, do solo ao teto são 1,94 m. Com isso ela fica abaixo dos 2,10 metros de tamanho mínimo exigido para entradas de garagem e estacionamentos. Ou seja, ela entra em vários lugares, porém os retrovisores são pequenos para o seu perfil. Assim, em manobras, como fizemos durante o teste, se torna difícil.

Em duas oportunidades eu derrubei uns cones porque simplesmente não era possível enxergar pelos pequenos retrovisores. Também peca por não oferecer espelhos angulares, em separado. Eles ajudam muito nas manobras. É claro que não estou falando que o Scudo deveria ter retrovisores de caminhões, no entanto, se eles fossem um pouco maiores, entre 8 a 10 centímetros, já tornariam a vida mais fácil.

Fiat Scudo Cargo traseira portas abertas
Portas traseiras têm ângulo de abertura de 180 graus

No uso cotidiano, um ponto que merece destaque e a abertura das portas traseiras. Elas se abrem em até 180 graus, o que facilita o embarque e desembarque de volumes, mas o ideial seria se abrissem 270 graus para não prejudicar a passagem de pedestres na calçada e nem mesmo o trânsito. No entanto, o furgão ainda conta com porta deslizante na lateral direita.

Pré-venda

O Fiat Scudo já está em pré-venda na rede Professional. As entregas terão início em 1º de agosto. Ele será oferecido em três versões: Cargo, Multi e e-Scudo, essa 100% elétrica.

Versões e preços

  • Scudo Cargo 1.5 – R$ 187.490
  • Scudo Multi 1.5 – R$ 192.490
  • e-Scudo Elétrico – R$ 329.990

Confira o canal do AutoPapo no YouTube

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
SOBRE
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário