Ford Maverick traz soluções práticas para competir com a Fiat Toro

A picape média-compacta está confirmada para ser lançada no Brasil no início de 2022 e traz diferenciais interessantes - já fomos conhecê-la

ford maverick azul e amarela em um campo
A Ford Maverick chegará ao Brasil em versão única, a Lariat FX4 (Foto: Ford | Divulgação)
Por Eduardo Rodrigues
19 de novembro de 2021 11:30

No dia 2 de setembro de 2021 a Ford iniciou a produção da picape Maverick no México, para a tender à demanda dos EUA. Pouco mais de um mês depois, no final de outubro, a nova picape da marca do oval azul foi confirmada para o Brasil. E o AutoPapo já foi conhecer essa novidade, que está programada para ser lançada no primeiro semestre de 2022.

Ainda não tivemos a oportunidade de dirigir a Ford Maverick, mas na apresentação estática já podemos ver o espaço interno, acabamento e a praticidade da nova picape médio-compacta. Ela será vendida no Brasil em versão única: a Lariat FX4. O pacote de equipamentos será exclusivo para o nosso mercado e bastante completo.

VEJA TAMBÉM:

A Ford Maverick é uma boa companheira para o trabalho

Picapes foram feitas para serem úteis e a usabilidade foi o foco da Maverick. A caçamba traz o conceito Flex Bed, que são alguns ressaltos que permitem posicionar tábuas e criar divisórias. Para o consumidor isso é uma mão na roda, já que ele não vai ser dependente de acessórios específicos.

Nas laterais da caçamba também existes dois grandes porta-objetos com tampa. Em ambos existe um fundo falso, sem a divisória cabe garrafas grandes nesse nicho. E sob o protetor da caçamba existe preparação para uma tomada elétrica.

Capacidade de carga da Maverick

Dados como a capacidade de carga não foram revelados. A Maverick vendida nos EUA é homologada para carregar 680 kg na caçamba e ela possui volume de 943 litros.

O interior é utilitário

Nas fotos, o interior é bonito e tem aparência moderna. De perto ele pode decepcionar quem procura uma picape para ser usada como SUV e procura algo mais luxuoso. O painel e os painéis de porta usam apenas plástico duro como acabamento. Nas portas o plástico conta com uma textura tridimensional.

Esse acabamento tem a vantagem de ser fácil de limpar, o que retoma a proposta utilitária da Maverick. Constatando com isso estão os confortáveis bancos em couro, com as faces em marrom e as laterais em preto.

Soluções práticas estão espalhadas pela cabine, como o porta-óculos com tampa no teto, um segundo porta-óculos atrás da central multimídia, um nicho ao lado da tela, generosos porta-garrafas nas portas e o carregador por indução que deixa o celular em pé, para facilitar o uso do aparelho como navegador.

O assento do banco traseiro pode ser levantando, revelando um grande espaço para levar volumes com segurança e sem preocupar em ficarem expostos na caçamba. E para aumentar ainda mais a praticidade, a Ford criou um sistema de encaixe para acessórios. O padrão desse encaixe será divulgado para os clientes criarem seus próprios acessórios com impressora 3D.

A Maverick tem motor e plataforma do Bronco Sport

A plataforma C2 da Ford é a base da Maverick. Mas não podemos chamá-la de picape do Bronco, ela possui um estilo distinto inspirado na nova F-150. Sob o capô está o mesmo 2.0 EcoBoost que vimos no Bronco Sport (240 cv e 38 kgfm), aliado ao cambio automático de oito marchas e tração integral.

A ficha técnica da versão brasileira ainda não foi divulgada, a Ford prometeu soltar todas as informações detalhadas no lançamento em 2022. A título de referência, a especificação norte-americana possui 253 cv e 38,2 kgfm (sim, é mais potente que o Bronco Sport).

A Maverick já chegará com acessórios exclusivos

O pacote de equipamentos será fechado, cabendo ao consumidor escolher apenas entre as dez opções de corres para a carroceria. Mas para se destacar a Ford irá oferecer acessórios como estribos, santoantonio e capota elétrica, todos do fabricante nacional Keko.

Também estão disponíveis aerofólios para o teto e para a tampa da caçamba, bagageiros fechados com chave para a caçamba e a possibilidade de fazer seus próprios acessórios com impressora 3D.

Preço da Ford Maverick

O preço será a última informação a ser divulgada oficialmente. A Maverick tem a vantagem de ser produzida no México e será beneficiada pelo acordo comercial entre esse país e o Brasil – não tem sobretaxa de importação.

Nos EUA, a Maverick é posicionada em uma faixa de preço inferior a do Bronco Sport, fato evidenciado pelo padrão de acabamento do interior. Mexendo no configurador do site norte-americano notamos que uma Maverick Lariat FX4 completa sai mais barata que o Bronco. Portanto espere um valor abaixo dos R$ 272.650 cobrados pelo SUV.

Você sabia que o AutoPapo também está presente em suas redes sociais favoritas? Clique e confira:

TikTok YouTube Facebook Twitter

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
13 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Laercio Gamma 1 de dezembro de 2021

“Fordestrume”.
Some de vez daqui. Vai querer nos enganar até quando?

Avatar
Tadeu Janess 22 de novembro de 2021

Ford ??? O que é isso ???

Avatar
Ronaldo Galucci 22 de novembro de 2021

Era uma fábrica que vendia no Brasil por 100 anos, aí um dia achou que poderia só importar e usar o bom nome que tinha aqui e fechou as suas fábricas, demitiu milhares de trabalhadores, deixou outros milhares indiretos na rua também, quebrou propositalmente a Troller para ela não concorrer com o fracassado Bronco, deixou as concessionárias falirem, proprietários sem peças e com os seus carros desvalorizando, e repetiu isso em vários países do mundo (e já prometeu mais). Hoje ela sobrevive tentando empurrar alguns modelos para quem ainda não tem a dignidade de cuspir nessa marca pelo que ela fez.
Quero que essa porcaria vá a falência. Se depender de mim, não compro nada desta marca barbante.

Avatar
Laercio Gamma 1 de dezembro de 2021

Um grande erro que se complementa com “burrice”, se persistir nele.

Avatar
Nilton Flamboyant 22 de novembro de 2021

Fordesmanche, Fordestruída, Fordecompondo-se, Fordeteriorada, Fordeu… quantos mais apelidos ela precisa para ver que brasileiro não é tão estúpido como ela pensa e sumir de vez daqui?

Avatar
Denilson SP 22 de novembro de 2021

Ford só está passando vergonha aqui.
O mercado está rejeitando a marca, e em breve tudo que for feito por ela vai virar sucata desvalorizada.

Avatar
Negreiros 22 de novembro de 2021

Por mim pode passar direto.
Não vai fazer nem cócegas na Toro. Já não basta a vergonha com o Bronco e o chinês Territory e ainda quer insistir aqui?
Brasileiro não é mais estúpido. Vai comprar de quem produz aqui, gera empregos, alimenta indústria e comércio, desenvolve tecnologia nacional, com rede de concessionárias que não estão falindo, e não em quem chutou o mercado, deixou desempregos, com concessionárias quebrando, falta de peças e agora ainda quer empurrar as suas porcarias aqui.
Até Ranger está despencando em vendas, e logo será ultrapassada pelos demais concorrentes.
A imagem da Ford está derretendo no Brasil.

Avatar
José Batista 20 de novembro de 2021

Picapes foram feitas para serem úteis e a usabilidade foi o foco da Maverick. PERFEITO comentário !!!

Avatar
Sir.Alves 19 de novembro de 2021

…2.0T a gasolina num veiculo com mais de 1.600kilos com tração integral permanente???…. vixe… pode esperar 3 ou 4 no máx 6 quilômetros por litro na cidade… A ford realmente acredita no sucesso desse treco?

Avatar
Luiz Eduardo Ramos 22 de novembro de 2021

A equinox tem um 2.0 mais potente q esse e faz 11 na BR, Esse deve fazer na média disso tbm

Avatar
Sir.Alves 26 de novembro de 2021

É luiz, mas na estrada é outro cenário… e problema mesmo da Ford é mesmo o preço e desa forma achar que competirá com a Toro( não que a mesma seja um primor de carro, que não é.)

Avatar
José Carlos da Santos 19 de novembro de 2021

Estou ansioso pelo lançamento do produto! Não posso aguardar pela novidade! Tranquilo pelo valor abaixo dos R$ 272.650. Preço excelente, principalmente a considerar os milhões de desempregados, e pelo fato de a empresa fechar milhares de postos de trabalho aqui no país. Compra quem quer – e pode, mas não merece meu suado e defasado salário!

Avatar
Nilton Flamboyant 22 de novembro de 2021

Nem o meu dinheiro. Ford nunca mais na vida, Temos opções muito mais honestas e seguras.

Avatar
Deixe um comentário