GNV: Qual a razão para ninguém falar em baixar os preços?

Não há dúvidas de que o governo tem tentado segurar a alta dos preços da gasolina e do diesel, mas quando o assunto é GNV a história é outra

grand siena gnv porta malas
o GNV tem encarecido assim como os demais combustíveis e dificultado a vida de quem usa o automóvel para retirar o sustento (Foto: Fiat | Divulgação)
Por Boris Feldman
19 de junho de 2022 15:13

O governo brasileiro anda muito preocupado, e com razão, com essa alta dos preços dos combustíveis. Que não foi só no Brasil. É no mundo inteiro, por causa da guerra na Ucrânia.

Então subiu o diesel, subiu gasolina. E o que podemos fazer? Cortar o imposto do diesel para facilitar para o caminhoneiro, da gasolina, do etanol…

VEJA TAMBÉM:

Mas tem um combustível que eu ainda não vi ninguém mencionar entre essas preocupações governamentais. É o GNV, o gás natural veicular. Curiosamente, esse é o combustível utilizado pelos profissionais, aqueles que dependem do combustível para ganhar a vida.

São os taxistas, os motoristas de aplicativo, os vendedores, viajantes, essa turma que usa o carro mais de 2 mil km, 3 mil km por mês no trabalho. E o GNV está aumentando também de preço.

Custo do GNV

Há pouco tempo atrás, o custo do km rodado com o GNV era a metade do álcool ou da gasolina. Mas ele veio subindo e já perdeu essa vantagem. Uma vantagem que tem que ser mantida para os profissionais que se utilizam dele no dia a dia. Seria muito importante que os nossos poderes executivo e legislativo se lembrassem de olhar com carinho para o GNV.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
SOBRE
7 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Fernando 23 de junho de 2022

G – Gambiarra
N – No
V – Veículo

Avatar
José Roberto Lima 23 de junho de 2022

Bóris, bom dia meu kro, não passe panos quentes, ele não faz, e fez nenhum esforço para baixar nada nesse país, só salários, ele e o larápio Guedes, aumentam o GNV e álcool, para que os usuários não fujam do diesel e gasolina, não dando chances para os usuários economizarem. São bandidos mesmos e anti-patriotas.

Avatar
Power 23 de junho de 2022

Já tive carro com GNV. Instalei o kit e o carro ficou xoxo. Aumentou custo de manutenção. Válvulas ressecam, vela e cabo de vela direto, cada dia o carro está de um jeito.
A diminuição do consumo é imaginária, porque cada vez que abastece cabe um volume devido temperaturas ambiente e do cilindro.
Resumindo. Gnv nunca mais. A redução no consumo, que é bem menor que a divulgada, não compensa as enormes desvantagens.

Avatar
Marcio de Oliveira Pereira 23 de junho de 2022

Recentemente vendi uma Montana 2005 1.8. Fiquei com ela por nove anos, de maio de 2013 a maio de 2022. Em julho de 2018 instalei o kit de 5ª geração, injetado, e rodei nesses quatro anos cerca de 35.000 Km. Não tenho nada a reclamar, nunca deu problema, nem no sistema de gnv, que nem deu manutenção, a não ser preventiva, com a troca de filtro do gás passados 25.000 Km da instalação, como recomendado. E, não senti perda de potência, em razão do sistema injetado.

Avatar
Max 19 de junho de 2022

Que matéria vazia, sem conteúdo…. Já foram melhores…

Avatar
Ze Maria 23 de junho de 2022

Realmente, fraquíssima.

Avatar
Reginaldo Luiz Stoffel 19 de junho de 2022

Hahahaha O AutoPapo tá com papo furado alegando “Que o governo tem travado uma batalha para segurar preços dos combustíveis”, ou vocês tomaram partido da farsa fascista ou não entenderam o que é PPI ( preço do combustível produzido Aqui = preço de produção estrangeiro + margem de lucro de comércio + Frete e seguro para supostamente trazer pro Brasil )
Porque só agora o preço dos combustíveis passou a ser problema, porque só agora o ICMS ou sua forma de incidência é problema ? Se por exemplo nos Governos Petistas a percentagem e forma de incidência era a mesma mas os preços não mudavam com tanta constância ??

Avatar
Deixe um comentário